6,210 research outputs found

    Sistema de Controle da Pesca de Mato Grosso do Sul SCPESCA/MS-5-1998.

    Get PDF
    Neste estudo encontram-se as informacoes sobre a pesca profissional e esportiva coletadas e analisadas pelo Sistema de Controle da Pesca de Mato Grosso do Sul (SCPESCA/MS), para o ano de 1998. Essas informacoes foram obtidas para todo o pescado capturado na Bacia do Alto Paraguai (BAP), oficialmente vistoriado pela Policia Militar Ambiental/MS e desembarcado no Estado. Foi registrado um total de 1.539 t de pescado, do qual 19,6% correspondem a pesca profissional e 80,4% a esportiva. As especies mais capturadas foram: pacu Piaractus mesopotamicus (363 t, 25,4%), pintado Pseudoplatystoma corruscans (230 t, 16,1%), piavucu Leporinus macrocephalus (162 t, 11,4%), dourado Salminus maxillosus (160 t, 11,2%), barbado Pinirampus pirinampu (101 t, 7,1%) e cachara Pseudoplatystoma fasciatum (79 t, 5,5%). Os rios que mais contribuiram foram: Paraguai (718 t, 50,2%) e Miranda (411 t, 28,9%). Um total de 56.713 pescadores esportivos visitaram o Estado, com maior concentracao nos meses de julho a outubro, provenientes principalmente de Sao Paulo (67,8%), Parana (13,5%) e Minas Gerais (8,8%). Em mediana, mensalmente, os pescadores profissionais realizaram viagens de pesca com duracao de cinco a nove dias, capturando entre 55,53 kg/pescador/viagem e 102,3 kg/pescador/viagem e entre 6,35 kg/pescador/dia e 22,5 kg/pescador/dia; os pescadores esportivos realizaram viagens de pesca com duracao de cinco dias, capturando entre 19,9 kg/pescador/viagem e 23,3 kg/pescador/viagem e entre 4,1 e 4,8 kg/pescador/dia. Comparando-se os dados dos anos de 1994 a 1998, obteve-se um perfil da pesca, identificando-se algumas tendencias. Por meio do modelo sintetico de Schaefer, efetuou-se a avaliacao do nivel de exploracao dos estoques pesqueiros para as treze especies mais importantes, indicando sobreexploracao somente para os estoques do pacu e, talvez, inicio para o jau. Ajustou-se a seguinte equacao para o pacu: Y = 6 . f - 2,059 . 10 -5 - f2 (n = 5, r = 0,86, P = 0,060), onde Y = captura anual em quilogramas e f = numero de pescadores x numero de dias de pescaria. Sua captura maxima sustentavel (Ymsy) foi estimada em 437 toneladas/ano, sujeita a um esforco de pesca (fMSY) de 146.000 pescadores x dias de pesca, valores ultrapassados em 1998 em que foram capturadas 231 toneladas de pecu mediante um esforco de pesca de 308.000 pescadores x dias de pescaria. Em funcao desses resultados, foram feitos aconselhamentos para aumentar o tamanho minimo de captura de jau e pacu, a fim de diminuir o esforco de pesca, que foram discutidos e acatados pelo recem-criado Conselho Estadual de Pesca de MS, modificando-se a legislacao

    Sistema de Controle da Pesca de Mato Grosso do Sul SCPESCA/MS - 6 - 1999.

    Get PDF
    Neste estudo encontram-se informa√ß√Ķes sobre a pesca profissional e esportiva, oficialmente vistoriadas pela Pol√≠cia Militar Ambiental/MS na Bacia do Alto Paraguai, coletadas e analisadas pelo Sistema de Controle da Pesca de Mato Grosso do Sul (SCPESCA/MS), no ano de 1999. Foram capturados 1.537 t de pescado sendo 20,8% pela pesca profissional e 79,2% pela esportiva. As esp√©cies mais capturadas foram: pacu Piaractus mesopotamicus (361 t, 25,6%) e pintado Pseudoplatystoma corruscans (206 t, 14,9%), sobretudo nos rios Paraguai e Miranda. Um total de 58.966 pescadores esportivos visitaram o Estado, oriundos principalmente de S√£o Paulo (66,1%). Em mediana, os pescadores profissionais capturaram entre 54 e 90 kg/pescador.viagem e os pescadores esportivos entre 19 e 24 kg/pescador.viagem. Efetuou-se a avalia√ß√£o do n√≠vel de explora√ß√£o dos estoques para as treze esp√©cies mais importantes, indicando sobrexplora√ß√£o somente para os estoques do pacu e, talvez, in√≠cio para o ja√ļ. Para o pacu, a captura m√°xima sustent√°vel (YMSY) foi estimada em 405 toneladas/ano, sujeita a um esfor√ßo de pesca (fMSY) de 156.700 pescadores x dias de pesca.bitstream/item/37417/1/BP35.pd

    Sistema de Controle da Pesca de Mato Grosso do Sul SCPESCA/MS 7 - 2000.

    Get PDF
    Neste estudo encontram-se as informa√ß√Ķes sobre a pesca profissional e esportiva coletadas e analisadas pelo SISTEMA DE CONTROLE DA PESCA DE MATO GROSSO DO SUL - SCPESCA/MS em 2000, obtidas para todo o pescado capturado na Bacia do Alto Paraguai - BAP, oficialmente vistoriado pela Pol√≠cia Militar Ambiental/MS e desembarcado no Estado. Foi registrado um total de 934t de pescado, onde 33% (306 t) correspondem √† pesca profissional e 67% (628 t) √† esportiva. As esp√©cies mais capturadas foram: pintado Pseudoplatystoma corruscans (178t; 22,3%), pacu Piaractus mesopotamicus (158 t; 19,8%) e cachara Pseudoplatystoma fasciatum (140 t; 17,6%). Os rios que mais contribu√≠ram foram Paraguai (380 t; 47,6%) e Miranda (179 t; 22,5%). Um total de 42.847 pescadores esportivos visitou o estado de Mato Grosso do Sul, concentrado sobretudo em setembro e outubro, provenientes principalmente de S√£o Paulo (63%). Mensalmente, em mediana, os pescadores profissionais capturaram entre 59,6 e 82,5 kg/pescador.viagem e entre 7,0 e 12,0 kg/pescador.dia, pescado durante 6 a 11 dias/pescaria; os pescadores esportivos capturaram entre 13,5 e 16,0 kg/pescador.viagem e entre 2,8 e 3,8 kg/pescador.dia, pescando durante 4 a 5 dias/pescaria. Comparando-se os dados dos anos de 1994 a 2000, obteve-se um perfil da pesca, identificando-se suas principais tend√™ncias.bitstream/item/37414/1/BP38.pd

    Determining R-parity violating parameters from neutrino and LHC data

    Full text link
    In supersymmetric models neutrino data can be explained by R-parity violating operators which violate lepton number by one unit. The so called bilinear model can account for the observed neutrino data and predicts at the same time several decay properties of the lightest supersymmetric particle. In this paper we discuss the expected precision to determine these parameters by combining neutrino and LHC data and discuss the most important observables. We show that one can expect a rather accurate determination of the underlying R-parity parameters assuming mSUGRA relations between the R-parity conserving ones and discuss briefly also the general MSSM as well as the expected accuracies in case of a prospective e+ e- linear collider. An important observation is that several parameters can only be determined up to relative signs or more generally relative phases.Comment: 13 pages, 13 figure

    Sistema de Controle da Pesca de Mato Grosso do Sul SCPESCA/MS - 9 - 2002.

    Get PDF
    Neste boletim encontram-se as informa√ß√Ķes sobre a pesca profissional e esportiva coletadas e analisadas pelo Sistema de Controle da Pesca de Mato Grosso do Sul (SCPESCA/MS), para o ano de 2002. Os dados obtidos foram provenientes do pescado capturado em toda a Bacia do Alto Paraguai em Mato Grosso do Sul e vistoriado pela Pol√≠cia Militar Ambiental/MS. Foi registrado um total de 686 t de pescado, do qual 312 t (45%) foram capturados pela pesca profissional e 374 t (55%) pela pesca esportiva. As esp√©cies mais capturadas foram pintado Pseudoplatystoma corruscans (145 t, 27%), pacu Piaractus mesopotamicus (125 t, 24%), cachara Pseudoplatystoma fasciatum (54 t, 10%) e piavu√ßu Leporinus macrocephalus (41 t, 8%). Os rios que mais contribu√≠ram foram Paraguai (253 t, 48%) e Miranda (125 t, 24%). Um total de 29.683 pescadores esportivos visitaram o Estado, provenientes, principalmente, de S√£o Paulo (62%) com pico de ocorr√™ncia no m√™s de setembro. O n√ļmero total de pescadores profissionais registrados foi de 1.272. Em mediana, mensalmente, os pescadores profissionais realizaram viagens com dura√ß√£o de 8 a 12 dias capturando entre 61,2 e 100,3 kg/pescador.viagem, com rendimento entre 7,35 e 13,22 kg/pescador.dia. Os pescadores esportivos, por sua vez, realizaram viagens com dura√ß√£o de 4 a 5 dias capturando entre 9,0 e 13,2 kg/pescador.viagem, com rendimento entre 2,12 e 2,97 kg/pescador.dia. De maneira geral, os dados de 2002 indicaram a mesma tend√™ncia observada nos anos anteriores em rela√ß√£o √† diminui√ß√£o na captura do dourado Salminus maxillosus pela pesca total, o que levou ao aumento do tamanho m√≠nimo de captura para esta esp√©cie, a vigorar a partir de 2004.bitstream/item/37403/1/BP47.pd

    GALERKIN FINITE ELEMENT METHOD AND FINITE DIFFERENCE METHOD FOR SOLVING CONVECTIVE NON-LINEAR EQUATION

    Get PDF
    The fast progress has been observed in the development of numerical and analytical techniques for solving convection-diffusion and fluid mechanics problems. Here, a numerical approach, based in Galerkin Finite Element Method with Finite Difference Method is presented for the solution of a class of non-linear transient convection-diffusion problems. Using the analytical solutions and the L2 and L‚ąě error norms, some applications is carried and valuated with the literature

    Probing neutrino mass with multilepton production at the Tevatron in the simplest R-parity violation model

    Get PDF
    We analyze the production of multileptons in the simplest supergravity model with bilinear violation of R parity at the Fermilab Tevatron. Despite the small R-parity violating couplings needed to generate the neutrino masses indicated by current atmospheric neutrino data, the lightest supersymmetric particle is unstable and can decay inside the detector. This leads to a phenomenology quite distinct from that of the R-parity conserving scenario. We quantify by how much the supersymmetric multilepton signals differ from the R-parity conserving expectations, displaying our results in the m0‚äóm1/2m_0 \otimes m_{1/2} plane. We show that the presence of bilinear R-parity violating interactions enhances the supersymmetric multilepton signals over most of the parameter space, specially at moderate and large m0m_0.Comment: 26 pages, 23 figures. Revised version with some results corrected and references added. Conclusions remain the sam

    Cria e recria de fêmeas leiteiras: passo a passo.

    Get PDF
    bitstream/item/65395/1/COT-30-Cria-e-recria-de-femeas-leiteiras.pd

    Efeito dos restos culturais do arroz sobre a ocorrência da "mela" e produção de feijão em Rio Branco, AC.

    Get PDF
    Este trabalho tem como objetivo avaliar o comportamento vegetativo e produtivo de feijão Phaseolus vulgaris L. em cuiltivo a lanço e plantio direto, sopbre os restos culturais do arroz.bitstream/item/145763/1/1150.pd
    • ‚Ķ
    corecore