Article thumbnail

Movilizaciones urbana latinoamericana, y el derecho de ir y venir: Caracazo y junio 2013 en Brasil

By Vanessa Cristhina Zorek Daniel, Manoela Marli Jaqueira and Fernando José Martins

Abstract

Anais das IV Jornadas Internacionais de Problemas Latino-Americanos: Lutas, Experiências e Debates na América Latina - ISBN 978-950-793-223-6 - Orgs. Paulo Renato da Silva ; Mario Ayala ; Fabricio Pereira da Silva ; Fernando José MartinsPretende-se desenvolver neste trabalho um comparativo entre dois fenômenos de mobi- lizações sociais que ocorreram na América Latina. O primeiro conhecido como Caracazo, ocorreu em fevereiro de 1989 na Venezuela, e o segundo são as mobilizações de junho de 2013 que acon- teceram no Brasil. A proposta deste trabalho, é dialogar sobre estes dois fenômenos sociais, pau- tando-se em teorias da ação coletiva, buscando desenvolver um panorama de similitudes que os envolvem. Ambos ocorrem a partir do anúncio de preços de tarifas de transporte público. O que suscita a reação coletiva de protestos, em tempos e contextos distintos, no entanto o que as unem é o fato de que estas medidas atingem diretamente a vida destes trabalhadores, pois interferem na sua renda e consequentemente na sua qualidade vida. As manifestações deixaram transparecer mais claramente a crise institucional, partidária e de representação política que a América Latina vive; entre outras questões como a expulsão dos trabalhadores das cidades para periferias cada vez mais distantes dos centros financeiros, falta de investimentos em infraestrutura e transporte, so- breposição dos interesses do grande capital em detrimento da população, violência do Estado e força da policial frente às mobilizações como reações não legítimas.PPG – IELA – UNIL

Topics: Mobilizações sociais, Direito à cidade, América Latina
Year: 2015
OAI identifier: oai:dspace.unila.edu.br:123456789/1671

Suggested articles


To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.