Location of Repository

Prognostic factors and effectiveness of treatment of chronic hepatitis C

By Flávia Ferreira Fernandes

Abstract

A hepatite C é uma doença recentemente reconhecida cujo tratamento é de eficácia aquém da desejável. O objetivo deste estudo é conhecer os fatores prognósticos de resposta virológica sustentada (RVS) e de efetividade do tratamento da hepatite C crônica e propor um modelo teórico que contenha as principais relações identificadas. A prevalência do HCV no Brasil é estimada entre 0,94% a 1,89%, com tendência a aumentar. Há populações especificamente sob maior risco como detentos, usuários de drogas e renais crônicos em diálise. Devido ao seu caráter crônico e progressivo estima-se que as complicações relacionadas aumentem nas próximas décadas caso não haja tratamento efetivo. O tratamento é caro, com efeitos colaterais importantes e promove RVS apenas em uma parcela dos indivíduos, mesmo sob condições ideais. São descritos como fatores prognósticos para RVS: genótipo, carga viral pré-tratamento, cinética viral, transaminases, estágio de fibrose, sexo, idade, peso, raça, esteatose e aderência ao tratamento. Dispensado de acordo com critérios do Ministério da Saúde, o tratamento utiliza interferon peguilado para o genótipo 1 e interferon convencional para os genótipos 2 e 3, associado à ribavirina. Associados a RVS, além do custo, outros fatores concorrem para a efetividade do tratamento: diagnóstico precoce dos casos, implementação de pólos de aplicação, qualidade e disponibilidade da medicação, critérios e interrupção precoce através da cinética viral, redução da necessidade de re-tratamento e de transplante hepático. Para aumentar a efetividade do tratamento concluímos ser necessário melhor rastreamento dos casos de infecção pelo VHC, disseminação de pólos de aplicação dos medicamentos e viabilizar exames para cinética viral.Chronic C hepatitis is a recently recognized entity which treatment efficacy is not definitely established. The aim of this study is to know the prognostic factors for sustained virologic response and effectiveness of the treatment, as well as propose a theoretical model concerning its main issues. Brazilian prevalence of hepatitis C is around 0,94% to 1,89%, with an increasing tendency. Prisoners, drug addicts and patients in dialysis are at greater risk of infection. Related complications tend to increase in the next decades due to the chronic and progressive diseases character. Only part of treated patients obtain virologic sustained response even in optimal conditions. VHC genotype, pretreatment viral load, viral kinetic, aminotransferases levels, fibrosis, gender, age, body weight, race, steatosis and treatment adherence are prognostic factors associated with a sustained virologic response. According to the Brazilian control strategy peguilated interferon is used for treatment of genotype 1 and conventional interferon for genotypes 2 and 3. Other factors act along virologic sustained response for treatment effectiveness, such as related costs, early diagnosis, quality and availability of medication, pólos de aplicação, early stop criteria implementation, reduced number of retreatments and liver transplantations. In conclusion, to improve hepatitis C treatment effectiveness is necessary to optimize screening programs, implement more pólos de aplicação and make viral kinetic viable

Topics: Hepatite C, Fatores prognósticos, Tratamento, Efetividade, Aderência, Custo-efetividade, Pólos de aplicação, EPIDEMIOLOGIA, Hepatite C Prognóstico, Hepatite C Tratamento, Hepatitis C, Treatment, Effectiveness, Prognostic factors, Adherence, Cost-effectiveness, EPIDEMIOLOGIA
Publisher: Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Year: 2008
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.BDTD_UERJ:oai:www.bdtd.uerj.br:2725
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.