Universidade do Minho: LASICS (Laboratório de Sistemas de Informação para a Investigação em Ciências Sociais)
Not a member yet
    2216 research outputs found

    [Download integral]

    No full text

    A (Re)Organização da Comunicação Interna a Partir de Processos Participativos

    Get PDF
    A pandemia COVID-19 trouxe muitas mudanças em nossas vidas e também nas organizações. A partir do regime de trabalho remoto, com o confinamento, embaralhamos definitivamente o público e o privado em nossas casas, as escolhas passaram a não estar somente em benefício de alguns, mas a nível de toda a sociedade, e tivemos que lidar com informações globalmente dispersas entre os múltiplos atores. Nesse cenário, que foi interconectado por dispositivos tecnológicos, as relações participativas nas organizações mostraram-se essenciais. Neste estudo, fazemos uma revisão histórica e conceitual da comunicação interna e problematizamo-la nas organizações contemporâneas, a partir da premissa de que qualquer processo comunicacional necessita de equilíbrio pela participação. Entendendo a participação como uma efetiva redistribuição de poder, propomos uma (re)organização da comunicação interna que permita a construção de espaços sociais, interativos, de partilha, de responsabilidades, de planeamentos e tomada de decisões. Assim, a comunicação interna é percebida no estudo como uma construção simbólica de significados, envolvendo todos os colaboradores, em todos os níveis, por meio da criação de um ambiente de trabalho como um espaço social, integrativo. Ressalta-se ainda que é preciso que profissionais de comunicação reconheçam sua capacidade e responsabilidade de funcionar como agentes de mudança nos locais de trabalho, observem as estruturas e experiências proporcionadas pelas novas tecnologias de comunicação e ajudem a criar um ambiente organizacional que proporcione a participação dos colaboradores de forma ativa

    [Download integral]

    No full text

    [Download integral]

    No full text

    O Neoliberalismo e Seus Reflexos nos Discursos Organizacionais

    Get PDF
    O objetivo deste trabalho é de articular reflexões sobre o neoliberalismo e seus possíveis impactos nos sujeitos a partir da perspectiva do discurso organizacional e sua influência nos funcionários. Para tanto, estuda-se o neoliberalismo a partir da sua performance psicológica, compreendendo que os discursos das organizações geram efeitos concretos em diversos âmbitos e, portanto, configuram-se como mecanismos de poder. Fazendo uso de estratégias e atuando em esferas distintas, as corporações se legitimam em um novo patamar de significação, onde se observa cada vez mais a prioridade do trabalho na sociedade. Sendo assim, a metodologia adotada consiste na pesquisa bibliográfica dos temas debatidos e em uma investigação empírica e exploratória dos valores e princípios de três multinacionais (Ambev, Grupo Pão de Açúcar e Eurofarma), que estão entre as empresas de destaque sobre diversidade de acordo com a revista Exame (“A Metodologia que Embasa o Guia Exame Diversidade”, 2021). Como categorias de análise, utilizou-se 10 contornos da subjetividade empreendedora apresentados por Scharff (2016), definidos com o objetivo de abordar a vida psíquica do neoliberalismo. A partir disso, observamos que tais discursos são permeados pela positividade e por elementos que buscam reconfigurar as noções de responsabilidades e obrigações, assim como por características individualizantes e psicológicas, sugerindo que o poder do neoliberalismo talvez atue em um nível mais profundo da autoexploração

    Estudos em Podcasting: Um Panorama das Pesquisas em Publicações Periódicas Portuguesas

    Get PDF
    O presente artigo tem como objetivo apresentar um levantamento sobre as produções académicas, bem como suas respetivas reflexões, que possuem como foco os estudos sobre podcasting publicados em revistas científicas da área de ciências da comunicação em Portugal. Como estratégia metodológica, foram estabelecidas duas etapas. Em primeiro lugar, o mapeamento e levantamento de artigos científicos que tinham o podcast como objeto de estudo em 10 revistas académicas, a saber: Comunicação e Cultura; Comunicação e Sociedade; Comunicação Pública; Revista Comunicando; Estudos em Comunicação; Estudos de Jornalismo; História da Comunicação; Media & Jornalismo; Mediapolis e (Obs)* Observatório. A busca englobou todas as edições a partir de 2004, ano em que surgiu o podcasting (Viana, 2020), até ao ano de 2021. No total de 256 números publicados pelo conjunto das revistas mencionadas, foram identificados 19 artigos sobre o tema. Em segundo lugar, passou-se à delimitação de tema e das abordagens teórico-metodológicas utilizadas nos trabalhos selecionados. Em relação aos temas, pudemos constatar que o enquadramento mais recorrente é composto pelos aspetos narrativos possibilitados pelo podcast, sejam eles observados a partir de recursos tecnológicos, como o caso do uso do áudio binaural, ou da própria estrutura narrativa sonora, como o envolvimento do ouvinte com as histórias de vida. As abordagens ocorrem, ainda, tanto em produções ficcionais como nas de não ficção, com predomínio desta última. Já sobre as ferramentas metodológicas, percebemos a predominância de estratégias clássicas, sem uma discussão sobre o caráter multifacetado do podcasting enquanto formato de média. Por fim, também percebemos um pequeno aumento nas publicações recentes. Os anos destacados para as produções são 2019, 2020 e 2021, apresentando projeções de crescimento. A expectativa é a de que nos próximos anos haja um aumento notável das publicações sobre este meio de comunicação

    Educação na Era da Pós-Verdade: Como Lidar Com Esta Realidade?

    Get PDF
    A desinformação, as fake news, as meias verdades e o cenário denominado “pós-verdade” em que nos encontramos influenciam vários campos e dinâmicas sociais. Um desses territórios é o contexto da educação, em que importa compreender as implicações desta era de informação turbulenta e de ascensão de ferramentas tecnológicas que fomentam estados de desinformação. A atual conjuntura tem reflexos nas interações em sala de aula e é necessário perceber de que forma isso acontece e que ferramentas e/ou métodos poderão ser usados para mitigar efeitos, nomeadamente via mudanças nas práticas pedagógicas. Portanto, este artigo apresenta uma revisão de literatura desenvolvida com o objetivo de começar a perceber as implicações e formas de lidar com a realidade da era da pós-verdade no contexto educacional. Além disso, foram incluídos autores-chave em temas essenciais nesse panorama, como a educação, que permitiram também uma compreensão da necessidade de trabalho a longo prazo neste combate. A literatura sugere, por exemplo, a necessidade de formação contínua dos professores, necessidade de aumentar a capacidade de pesquisa dos estudantes e a importância de criar debates em sala de aula, tendo em vista que uma das características da pós-verdade é a dificuldade do diálogo plural

    From Outer Space. O Processo de Descentralização da Música Indie Portuguesa (1991–2000)

    Get PDF
    Nas próximas páginas analisaremos os processos de produção de quatro gravadoras indie em Portugal, nos anos 1990, e em como foram determinantes para a democratização e descentralização do mapa da música nacional a partir da década de 1990. Operando à margem da grande indústria fonográfica, e calcadas na liberdade e vanguarda artísticas, esses selos, Bee Keeper (Lisboa), LowFly (Póvoa de Varzim), Moneyland Record$ (Caldas da Rainha) e Lux Records (Coimbra), avançam com o panorama iniciado nos anos 1980, sendo peças fundamentais para dar voz a uma nova música que surgia do underground português e que não teria espaço nas chamadas “majors”. A oposição ao mainstream e a luta contra a precariedade fizeram com que florescessem nessas comunidades sentimentos de pertença, trabalho coletivo e métodos alternativos de como “fazer música”. Pretendemos ainda explorar como essas editoras foram responsáveis também por disseminar novas sonoridades, mais afeitas à época com o que se ouvia nos Estados Unidos, misturando-as com a influência massiva da música britânica no país. Partiremos da origem destas editoras, seus desenvolvimentos e em como moldaram seus nichos. Deste modo, visualizaremos o legado de cada uma delas na música portuguesa como um todo. E também em como foram importantes para a criação, valorização, divulgação e regeneração de espaços para a prática da música, de eventos, fomentando novas meios de economia e estética, sendo peças chave para mudanças culturais e urbanas

    De Chegada de um Trem à Estação ao Leão Virtual de Chengdu: A Vertigem Tecnológica e o Aumento da Voltagem Sensorial

    Get PDF
    Dois eventos audiovisuais separados por 125 anos. Um entrou para a história como o dia das primeiras exibições cinematográficas. O outro, não se sabe quantas vezes ocorreu e não tem relevância e importância histórica alguma. Além de coincidentemente os dois terem a duração de um pouco mais de 1 minuto, não há mais características ou elementos que os assemelhem. Um é em preto e branco, mudo e produzido com um cinematógrafo. O outro é digital, tridimensional, produzido com computadores. Mas, ainda assim, provocaram reações parecidas em quem assistiu. O presente artigo esboçará um paralelo entre uma das primeiras experiências cinematográficas dos irmãos Lumière, em 1895, com uma peça audiovisual veiculada num espaço público, na cidade de Chengdu, na China, em 2020. A proposta é menos uma análise gramatical da linguagem audiovisual de cada um e mais um debate teórico, a fim de se pensar, a partir de suas características, como a intensidade dos estímulos sensoriais vem aumentando desde o período de aparecimento dos modernos meios de comunicação de massa até ao presente pós-moderno dos meios digitais interativos. A fim de tornar o debate mais objetivo, o conduziremos a partir das seguintes dimensões: velocidade, sensações e espaço-tempo. Para, enfim, interpretá-lo à luz da figura do trágico em oposição à figura do dramático, acompanhando teorizações sobre as novas sensibilidades pós-modernas, ao identificar o predomínio do regime melancólico em contraponto ao regime moderno apolíneo

    1,373

    full texts

    1,756

    metadata records
    Updated in last 30 days.
    Universidade do Minho: LASICS (Laboratório de Sistemas de Informação para a Investigação em Ciências Sociais) is based in Portugal
    Access Repository Dashboard
    Do you manage Open Research Online? Become a CORE Member to access insider analytics, issue reports and manage access to outputs from your repository in the CORE Repository Dashboard! 👇