Location of Repository

Estrutura e ecologia trófica da Ictiofauna da microbacia do córrego Beija-Flor, Estação Ecológica de Jataí, Luiz Antônio, SP

By Tatiane Ferraz Luiz

Abstract

O Córrego Beija-Flor, localizado na Estação Ecológica de Jataí (21⁰3632.8S 47⁰480.54W), é formado pelos córregos da Bandeira, do Jordão e das Cabaças, e deságua no rio Mogi-Guaçu, bacia do alto Paraná. O objetivo deste trabalho foi analisar a estrutura, a composição, a ecologia trófica, e o compartilhamento de itens alimentares pela ictiofauna e caracterizar a ecologia trófica da espécie Hemigrammus marginatus, uma das espécies mais abundantes do córrego Beija-Flor. As coletas de peixes foram realizadas mensalmente no período de agosto de 2011 a julho de 2012, utilizando-se redes de espera, rede de arrasto e armadilhas iscadas do tipo covo, em cinco estações de coleta distribuídas ao longo do córrego Beija-Flor. Os peixes foram fixados em formol 10% no campo e em laboratório foram identificados e submetidos a medidas biométricas. Os estômagos foram pesados e transferidos para álcool 70% e o conteúdo estomacal foi analisado em estereomicroscópio até o menor nível taxonômico possível. Foram coletadas 44 espécies de peixes pertencentes a 33 gêneros, 16 famílias e 5 ordens. A maioria das espécies foi de ocorrência acidental (43,18 %), seguida pelas espécies constantes (38,64 %) e acessórias (18,18 %). A dieta de 30 espécies foi analisada. O principal hábito alimentar foi insetívoro, seguido pelos hábitos onívoro, herbívoro, piscívoro e detritívoro. A sobreposição alimentar foi alta em diversas espécies nos períodos de seca e cheia. Hemigrammus marginatus foi considerado insetívoro. Os itens alimentares de origem autóctone das ordens Ephemeroptera e Trichoptera foram mais importantes no período de seca, enquanto os itens de origem alóctone, da ordem Hymenoptera, tiveram maior importância no período de cheia. O aumento na quantidade e variedade de itens alimentares no período de cheia faz com que algumas espécies de peixes se tornem mais generalistas e partilhem os recursos alimentares. Hemigrammus marginatus, Astyanax altiparanae, Metynnis maculatus, Serrapinnus notomelas e Oligosarcus pintoi, possuem um complexo de interações com os itens alimentares e podem ser consideradas espécies chaves para o córrego Beija- Flor. Os resultados mostraram que o córrego Beija-Flor é um riacho preservado, com alta diversidade de espécies por estar localizado dentro da Estação Ecológica de Jataí, mas encontra-se fortemente ameaçado por estar cercado por plantações de cana de açúcar.The objective of this study was to analyze the structure, composition, trophic ecology and food items shared by the fish fauna in the stream Beija -Flor, located in Jataí Ecological Station ( 21 ⁰ 36'32 .8 " S 47 ⁰ 48'0 .54 " W ), besides characterizing the trophic ecology of the species Hemigrammus marginatus, one of the most abundant in the Beija-Flor stream. The samples of fish were collected monthly from August 2011 to July 2012, using gill nets, trawl nets and baited traps in five sampling stations distributed along the Beija-Flor stream. The fish were fixed in 10% formalin in the field and in the laboratory were identified and subjected to biometric measurements. The stomachs were weighed and transferred to 70% alcohol and stomach contents were examined under a stereomicroscope to the lowest possible taxonomic level. Forty four fish species belonging to 33 genera, 16 families and 5 orders were collected. Most species were accidental ( 43.18 % ), followed by constant species ( 38.64 % ) and accessory (18.18 % ). The diet of 30 species was analyzed. The main dietary habit was insectivorous, followed by omnivorous habits, herbivorous, piscivorous and detritivore. The dietary overlap was high in several species during periods of dry and flood. Hemigrammus marginatus was classified as an insectivore. Food items of autochthonous origin of the orders Ephemeroptera and Trichoptera were more important during the dry season, while the items of allochthonous origin of the order Hymenoptera, were more important in the rainy season. The increase in the quantity and variety of food items during the flooding causes some species of fish to become more generalist and share food resources. Hemigrammus marginatus, Astyanax altiparanae, Metynnis maculatus, Serrapinnus notomelas and Oligosarcus pintoi, have complex of interactions with the food items and can be considered key species for stream Beija- Flor. The results showed that the stream Beija-Flor is a preserved, with high species diversity by being located within the Jataí Ecological Station, but is highly threatened by being surrounded by sugar cane plantations

Topics: Rede bipartida, Teia trófica, Sobreposição alimentar, Alto Paraná, Rio, Bacia, Peixes de riachos, Ecologia da população, ECOLOGIA, Stream fishes, The upper Paraná basin, Diet, Dietary overlap, Trophic web, Bipartite basal web, ECOLOGIA
Publisher: Universidade Federal de São Carlos
Year: 2014
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.BDTD_UFSCAR:oai:ufscar.br:6320
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.