Location of Repository

Potencial de fontes de silício no manejo da mancha aquosa em meloeiro.

By Hailson Alves Ferreira Preston

Abstract

A mancha aquosa do meloeiro, causada pela bactéria Acidovorax citrulli (Ac) ocasiona consideráveis perdas a produção. Este trabalho objetivou avaliar os efeitos de diferentes fontes de (Si) aplicadas ao solo, via irrigação e nas folhas no controle da mancha aquosa do meloeiro, analisando os componentes epidemiológicos da doença, a nutrição e o desenvolvimento de plantas; avaliar a atividade enzimática e monitorar as mudanças fotossintéticas ocasionadas em plantas de meloeiro híbridas AF 4945 e Medellín, suplementadas ou não com Si e inoculadas com Ac. No primeiro experimento fontes de Si foram fornecidas via solo, irrigação e pulverizadas foliarmente. Plantas pulverizadas com acibenzolar-S-metil serviram como testemunha, sendo todos os tratamentos comparados entre si e às plantas controles não tratadas com Si e inoculadas com Ac. Em um segundo experimento, avaliou-se o efeito de doses crescentes de escória de siderurgia, que aplicada via solo foi a fonte que mais se destacou em reduzir a severidade da mancha aquosa no experimento anterior. A escória de siderurgia foi incorporada ao solo nas doses de 0,00; 0,12; 0,24; 0,47; 0,71 e 1,41 g kg-1 Si. Após 20 dias de incubação, realizou-se o transplantio de mudas de meloeiro híbrido amarelo AF 4945 e Medellín e análises químicas do solo. Foram avaliados período de incubação (PI), índice de doença (IDO), área abaixo da curva de progresso da doença (AACPD) e incidência aos 20 dias após inoculação. Avaliações de crescimento, desenvolvimento e acúmulo de nutrientes na planta foram realizadas após 45 dias de cultivo. A dose 0,71 g kg-1 Si foi responsável pelas significativas maiores reduções do IDO em (38,69 e 36,69%) e da AACPD em (38,38 e 37,54%) em plantas híbridas AF 4945 e Medellín, respectivamente, comparadas aos seus controles. Esta dose foi, ainda, a mais adequada à fertilização do solo e nutrição e desenvolvimento das plantas, e por isso utilizada em um terceiro experimento em campo experimental para averiguação de sua eficiência nestas condições. Além de indicar a fonte, forma de aplicação e dose mais apropriada para o uso em campo, os experimentos em casa de vegetação mostraram que as proteínas solúveis, compostos fenólicos totais e as enzimas peroxidase (POX), polifenoxidase (POF) e ascorbato peroxidase (APX) foram potencializadas pela aplicação de Si. O conteúdo de lignina em massa seca, e as concentrações de clorofila a, b e total foram elevadas em plantas tratadas com Si comparadas às não tratadas. A técnica da fluorescência de clorofila (FC) foi sensível às alterações fotossintéticas provocadas por A. citrulli, detectando um menor estresse em plantas tratadas com Si. Em campo, aplicação de escória foi responsável por reduções da AACPD e IDO em folhas de meloeiro em 10 e 14%, e da incidência em frutos em 12%. Além disso, o tratamento com escória elevou em 8 e 7% a espessura da polpa e o conteúdo de sólidos solúveis em frutos. Os resultados deste estudo claramente sugerem que aplicação de Si via escória ao solo tem potencial para o controle da mancha aquosa em meloeiro podendo ser utilizado como uma alternativa no manejo integrado desta bacteriose.Melon bacterial blotch (BFP) caused by Acidovorax citrulli (Ac) is responsible for substantial yield losses in Northeastern Brazil. The research had the followings objectives: 1) evaluating the effects of different silicon sources supplied to the roots and the leaves on the melon bacterial blotch control as a function of disease epidemiological components, and plant nutrition and development 2) evaluating the enzyme activity and monitoring the photosynthetic damage in melons supplied with silicon and inoculated by the pathogen. In the first experiment sources silicon were applied to the roots and spreaded to the leaves. Plants spreaded with Acybenzolar-S-Methyl were a standard control. At the second experiment the effect of slag doses applied to the roots were evaluated on the BFP. The slag was the most effective silicon source to reduce the severity of BFP in the first experiment. Slag was added to soil at the rates 0.00; 0.12; 0.24; 0.47 e 1.41 g kg-1 Si. After a 20-day incubation period soil samples were taken and yellow melon hybrid seedlings AF 4945 and pele-de-sapo Medellín were transferred to soil. The following characteristics were evaluated: incubation period, disease index, area below the progress curve of the disease, and incidence at 20 days after inoculation. Analysis of plant growth and development as well as nutrients accumulation were done in 45 days-old plants. The results demonstrated that the 0.71 g kg-1Si rate promoted the higher significant reductions to the IDO (38.69 and 36.69%) and AACPD (38.38 and 37.54) to the AF 4945 and Medellin hybrids, respectively, as compared to the control plants (0.00 g kg-1 Si). This rate also was the most appropriate to the soil fertility and plant growth as well nutrition. Thus, the slag at the 0.71 g kg-1 Si rate was used in a field experiment objecting to evaluate its effectiveness in this field conditions. Beside to indicate the appropriate source, way and rate silicon, the greenhouse trials showed that the level of total soluble phenolics and soluble proteins as well the activity of the enzymes ascorbate peroxidase (APX), peroxidases (POXs) and polyphenoxidases (PPOS). The lignin content in the shoot dry plants and the pigments (chlorophyll a, chlorophyll b and total chlorophyll) on leaves significantly increased for plants supplied with Si compared with Si treatment. The fluorescence analyses was sensitive to changes caused by A. citrulli infection detecting high stress level on plants control as compares with plants supplied with Si. In the field, slag promoted reductions to the AACPD (10%), IDO (14%) and to the BFP incidence on fruits (12%). Furthermore, the slag fertilization significantly elevated the level of soluble solids by 8% end the pulp thickness by 7%, regardless the hybrid. Results of this study indicate that root application of slag has great potential for reducing melon bacterial blotch what suggest its use as an alternative in the integrated management of this disease

Topics: Componentes epidemiológicos, Indução de resistência, Escória de siderurgia, Acidovorax citrulli, Fluorescência da clorofila, Silício, FITOPATOLOGIA, Resistance induction, Epidemiological components, Chlorophyll fluorescence, Silicon, FITOPATOLOGIA
Publisher: Universidade Federal Rural de Pernambuco
Year: 2013
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.BDTD_UFRPE:oai:tede.ufrpe.br:1826
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.