Location of Repository

ARANHAS TECEDEIRAS COMO INDICADORES ECOLÓGICOS EM FLORESTAS TROPICAIS: UMA ANÁLISE EM MATA ATLÂNTICA

By Clarissa Machado Pinto Leite

Abstract

Estudos empíricos que utilizam a procura visual para amostrar a comunidades de aranhas têm utilizado diferentes protocolos de coleta, incluindo uma variedade de tamanhos de parcelas, esforços amostrais distintos e em diferentes horas do dia. Sendo assim, testamos a hipótese de que esses três fatores (tamanho da parcela, o tempo de esforço amostral e as fases do dia) influenciam a estimativa da riqueza de espécies de aranhas tecedeiras em Mata Atlântica. Nós amostramos 11 parcelas de diferentes comprimentos de 5 x 10 m a 5 x 60 m. Em cada parcela, registramos o número de espécies detectadas a cada 10 minutos, durante 1 hora, em duas fases do dia (06:30h às 11:00h e 18:30 às 23:00h). As curvas de acumulação de espécies não atingiram uma assíntota clara em qualquer parcela, indicando que muitas espécies ainda poderiam ser coletadas. Não encontramos efeito do tamanho das parcelas sobre o número de espécies coletadas. Contudo, detectamos mais espécies nas amostras noturnas. Embora a maior parte das espécies tenha sido encontrada ativa nas duas fases do dia, observamos espécies exclusivamente durante o dia ou à noite. Com base em nossos resultados, propomos diretrizes para a procura visual de aranhas tecedeiras em florestas tropicais

Topics: esforço de amostragem, coletas noturnas, coletas diurnas, Mata Atlântica, Araneae
Year: 2014
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.RI_UFBA:oai:192.168.11:11:ri/14537
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.