Skip to main content
Article thumbnail
Location of Repository

Condicionantes agroclimáticas para a ricinocultura em Rondônia: I. Regiões norte e centro-leste.

By A. R. RAMALHO, V. de P. C. GODINHO and M. M. UTUMI

Abstract

O Estado de Rondônia é dependente do complexo multimodal, formado pela Rodovia Marechal Rondon (BR-364) e a hidrovia Madeira-Amazonas, para a circulação interna e a agroexportação de produtos de baixo valor agregado. Provavelmente em curto prazo, a produção do biodiesel, a partir da mamona e outras fontes bioenergéticas, tenha alta demanda tecnológica de produção agrícola, beneficiamento e refinarias de óleos vegetais. Embora a ricinocultura não seja tradicional no Estado, poderá vir a ser estratégica para a agroeconomia e o desenvolvimento sustentado regional. Utilizando-se da metodologia de Thornthwaite e Mather, estimaram-se os dados das condições hídricas do solo (balanços hídricos) para capacidade de retenção de água disponível no solo de duas localidades representativas de Rondônia, objetivando a predição das épocas de semeadura para o cultivo tecnificado da mamona (Ricinus communis L.). Concluiu-se que embora as regiões norte e centro-Leste apresentem algumas limitações ambientais, as condições agrocli áticas e o balanço hídrico das regiões de Porto Velho (norte) e Ouro Preto d?Oeste (centro-leste), são satisfatórias para a icinocultura permitindo preliminarmente indicar o período de semeadura entre 1°/fevereiro a 1º/março. A confirmação dos resultados preliminares dependerá dos testes de validação (cultivares precoces, épocas, locais e interação genótipo x ambiente).200

Topics: Ricinocultura, Ricinus communis l., Amazônia brasileira, Balanço hídrico, Época de semeadura, Biodiesel, Mamona
Publisher: Porto Velho: Embrapa Rondônia, 2005.
Year: 2011
OAI identifier: oai:www.infoteca.cnptia.embrapa.br:doc/901469
Provided by: Infoteca-e

Suggested articles


To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.