Location of Repository

Estudo fitogeográfico dos jardins, parques e quintas do concelho do Funchal

By 1954- Raimundo Quintal

Abstract

Tese de doutoramento em Geografia (Geografia Física), apresentada à Universidade de Lisboa através da Faculdade de Letras, 2007Esta dissertação de doutoramento insere-se na área científica de Geografia Física, mais especificamente noâmbito da Fitogeografia. O trabalho de investigação abarca trinta e três espaços verdes do concelho doFunchal, ordenados em cinco categorias: Jardins e Parques Públicos não vedados com acesso livre 24horas; Jardins Públicos de uso condicionado, vedados, que encerram durante a noite e durante alguns diasdo ano; Jardins Privados com acesso público; iJardins dos Hotéis; Cemitérios.Na Introdução (Capítulo 1) é feita uma abordagem do Funchal como cidade jardim, são localizados osespaços verdes e enumerados os objectivos deste trabalho de investigação.O Capítulo 2 (Caracterização Biofísica do Concelho) inicia-se com uma descrição dos aspectos geológicos egeomorfológicos, seguindo-se uma breve análise climática em que é vincada a importância da altitude namodificação das condições atmosféricas e o seu reflexo na flora e na imagem dos jardins. Na caracterizaçãohidrológica, para além da análise da relação entre o relevo, o regime de precipitação e o carácter torrencialdas ribeiras, é descrita a importância das levadas no transporte de água desde as vertentes voltadas a Nortepara a rega dos espaços verdes especialmente durante o Verão. Após a referência à composição físicoquímicados solos, este capítulo termina com a caracterização da vegetação indígena e a sua organizaçãoem andares fitoclimáticos.No Capítulo 3 (Metodologia) são definidas as etapas do processo de investigação e explicitados osconceitos referentes aos descritores utilizados no Estudo Fitogeográfico de cada espaço verde e no seuconjunto.O Capítulo 4 (Estudo Individualizado dos Espaços Verdes) é o mais extenso. Tendo por base o trabalho decampo realizado entre Janeiro de 2002 e Janeiro de 2005, cada espaço verde está retratado num texto quecontém: uma breve resenha histórica; a área, a topografia e o andar fitoclimático; a descrição fitogeográfica;a caracterização da flora, que inclui a composição florística, a riqueza taxonómica e a abundância específica(calculada apenas para as árvores); a caracterização da vegetação, através da análise do porte, do regimefenológico (calendários da follheação e da floração), e da densidade da formação vegetal; a distribuiçãofitogeográfica da flora ornamental e a sua rusticidade; uma referência às funções e equipamentos.Após a análise individual das características fitogeográficas dos trinta e três espaços verdes, no capítulo 5(Síntese Fitogeográfica dos Espaços Verdes Estudados) é elaborada uma síntese sobre o estudocomparativo da flora e da vegetação, com base na informação contida no capítulo 4 e nos capítulosanteriores que descrevem as características dos biótopos dos espaços verdes estudados. Aqui se avalia afitodiversidade do conjunto dos espaços verdes do concelho do Funchal, e se avançam tentativas deexplicação para a diversidade florística, o comportamento fenológico das plantas e a origem geográfica daflora ornamental estudada.No Capítulo 6 apresenta-se o Elenco Florístico, que, por razões formais não foi anexado ao capítulo 5. Neleé possível verificar que, no conjunto dos espaços verdes estudados existem 1928 taxa (1771 espécies, 32subespécies, 40 variedades e 85 híbridos), que pertencem a 901 géneros e 194 famílias..No Capítulo 7 (Conclusões) é relevada a extraordinária fitodiversidade dos jardins do Funchal e a suaimportância na conservação de espécies endémicas ameaçadas na Natureza. Em contrapartida, é vincada aenorme vulnerabilidade taxonómica. A lista da Bibliografia consultada remata o trabalho.This PhD dissertation belongs to the Physical Geography scientiphical area, within the field ofPhytogeography. It includes thirty three green spaces of the municipality of Funchal, on Madeira Island. Theyhave been classified in five categories: gardens and public parks not fenced and with free access for 24h;public gardens of restricted use, fenced and closed during the night and also on some special days duringthe year; private gardens with public access; hotel gardens; cemeteries.The Introduction (Chapter 1) presents a description of Funchal as a garden city. The studied green spacesare identified and the objectives of this research work are put forwards.The second chapter (Biophysical Characterization of the Municipality), starts by the geological andgeomorphological aspects, followed by a brief climatic analysis, in which the importance of altitude on theatmospheric conditions and its repercussions on the flora and the overall image of the gardens isemphasised. On the hydrological characterization, further to the study of the relationship between altitude,rainfall, and the torrential character of the streams, a description is made of the levadas (man made waterchannels), carrying water from the northwards facing slopes to irrigate these various studied areas, speciallyduring the summer months. After a reference to the soil' physical and chemical composition, this chapterends with a characterization of the indigenous vegetation, and its distribution on phytoclimatic levels.In the third chapter (Methodology), the different stages of research are defined and the concepts used in thestudy of the Phytogeographic Research of each green space and of the total of them together, are explained.The forth chapter (Individualised Study the Green Spaces), is the longest. Based on the field work realisedbetween January 2002 and January 2005, every green space, is described as follows: a brief history of thesite; the area, the topography, and the phytoclimatic level in belongs to; a phytogeographic description; floracharacterization that includes the floristic composition, the taxonomic richness, and the specific abundance(only to the tree species); the vegetation characterization according to size, phenological regime ( leaves andblooming phenological calenders) and of the vegetation form patterns.; the phytogeographic distribution ofthe ornamental flora and its rusticity; some few information about the functions of the space and itsequipments.After the individual analysis of the phytogeographic characteristics of each of the thirty three studied sites, inthe fifth chapter (Phytogeographic Synthesis of the Studied Sites), a comparative study is made between theflora and the data collected and described. In this syntesis is presented the phytodiversity of all of Funchal'sgreen spaces, and tentative explanations are put forwards for the diversity, the phenological behaviour of theplants, and the geographical origin of the studied ornamental flora.The sixth chapter is a floristic list of the total of the studied green spaces, that was not included in the fifthchapter because of formal reasons. This list includes 1928 taxa organized in 194 families, 901 genera, 1771species, 32 subspecies, 40 varieties and 84 hybrids.Finally, on the seventh chapter, the conclusions about the importance and the genetic value (endemic, rareand in extinction plants) of such a phytodiversity are presented, followed by the consulted bibliographical references

Topics: Fitogeografia - Funchal (Portugal), Botânica - Funchal (Portugal), Geografia física - Ilha da Madeira (Portugal), Teses de doutoramento - 2007
Year: 2007
OAI identifier: oai:repositorio.ul.pt:10451/581
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://hdl.handle.net/10451/58... (external link)
  • Suggested articles

    Preview


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.