Direitos humanos, violências e políticas educacionais: a contribuição do movimento Byod na formação inicial de professores de Ciências Biológicas

Abstract

Este trabalho tem como objetivo discutir a compreensão de licenciandos em Ciências Biológicas sobre direitos humanos, bem como refletir sobre a importância de trabalhar este tema na formação inicial, por meio da contribuição do movimento BYOD, que implica em trabalhar com seu próprio dispositivo móvel. Nesse contexto destaca-se a invisibilidade das discussões em direitos humanos na formação dos licenciandos para o enfrentamento das violências no âmbito escolar e social. As análises seguiram a pesquisa qualitativa e, como metodologia utilizou-se a atividade da análise dos dizeres dos licenciandos sobre a compreensão de direitos humanos, a partir da pesquisa com o movimento BYOD. Além do aporte teórico dos referenciais que orientam as ações dos professores como as Diretrizes Curriculares Nacionais e os documentos referentes aos direitos humanos. A utilização do movimento BYOD oportunizou a compreensão e discussão do tema de forma mais efetiva no atual cenário histórico e político que se vivencia. Considera-se que essa abordagem na formação inicial de professores é realizada de forma superficial, o que contribui com o despreparo na sua compreensão conceitual e ainda na intolerância e no enfrentamento das violências. Reitera-se a necessidade da visibilidade dessas discussões na formação inicial de professores, que possibilite práticas protagonistas dos licenciandos em relação à formação política considerada como exercício da cidadania

Similar works

Full text

thumbnail-image

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul: UFMS / SEER - Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas

Provided a free PDF
oai:ojs.seer.ufms.br:article/9139Last time updated on 12/19/2019View original full text link

Having an issue?

Is data on this page outdated, violates copyrights or anything else? Report the problem now and we will take corresponding actions after reviewing your request.