Skip to main content
Article thumbnail
Location of Repository

Uso de Àlcool e Tabaco Entre Estudantes da Saúde de uma Universidade Pública.

By R. S. SOUZA

Abstract

Nos últimos anos, os estudantes universitários têm sido alvo de diversos estudos sobre o consumo de substâncias psicoativas, devido à vulnerabilidade desta população ao uso de drogas. O presente estudo teve como objetivo descrever o perfil do uso de álcool e tabaco entre os universitários do Centro de Ciências da Saúde (CCS) da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Trata-se de um estudo exploratório, descritivo, transversal e quantitativo desenvolvido com 668 estudantes dos cursos de Medicina, Enfermagem, Odontologia e Farmácia, matriculados no ano de 2007, na UFES. O instrumento utilizado foi uma adaptação do questionário proposto pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e desenvolvido pela WHO Research and Reporting Project on the Epidemiology of Drug Dependence, intitulado Questionário sobre o Uso de Droga. A análise estatística empregada foi a descritiva, seguida do teste qui-quadrado, fixando-se um nível de significância 5%, com auxílio do programa estatístico Statistical Package for the Social Science SPSS (versão 15). Os resultados obtidos mostraram uma prevalência de universitários do sexo feminino (67,4%), predomínio da faixa etária de 20 a 22 anos (51,2%) e das classes sócio-econômicas B (44,0%) e A (30,7%); 86,4% dos universitários fizeram uso na vida de álcool, 78,7% uso no ano, 59,7% uso no mês, 15,4% uso freqüente e 6,0% uso pesado; quanto ao uso de tabaco, 24,9% dos universitários fizeram uso na vida, 13,2% uso no ano, 3,0% uso no mês, 1,6% uso freqüente e 1,2% uso pesado; o uso de álcool esteve associado ao sexo, ao curso freqüentado pelos universitários e o relacionamento com o pai, sendo maior o uso no sexo masculino, no curso de medicina e odontologia e menor entre aqueles que tinham um ótimo e/ ou bom relacionamento com o pai; já o uso de tabaco esteve associado ao sexo, a classe sócio-econômica, ao curso freqüentado e a característica pessoal do pai e da mãe, sendo maior o uso no sexo masculino, nas classes sócio-econômicas A e B, no curso de odontologia e menor entre os universitários que achavam o pai e a mãe moderados e maior entre os que achavam o pai e a mãe liberais. Concluindo, os resultados demonstram a necessidade da inclusão de temas relativos à prevenção do uso indevido de álcool e tabaco, no ensino desta Universidade, bem como a criação de um programa de tratamento para os universitários que fazem uso abusivo e para aqueles que são dependentes

Topics: Álcool, Tabaco, Universitários, Prevenção
Publisher: Mestrado em Saúde Coletiva
Year: 2008
OAI identifier: oai:dspace2.ufes.br:10/5403

Suggested articles


To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.