Location of Repository

Adaptabilidade e estabilidade de cultivares de milho no Nordeste brasileiro no triênio 1998 a 2000.

By H.W.L. de CARVALHO, M. de L. da S. LEAL, M.J. CARDOSO, M.X. dos SANTOS, J.N. TABOSA, B.C.L. de CARVALHO and M.A. LIRA

Abstract

Foram avaliadas 22 cultivares de milho (variedades, híbridos e populações) em 45 ambientes do Nordeste brasileiro, no triênio 1998 a 2000, objetivando conhecer a adaptabilidade e a estabilidade desses materiais para fins de recomendação. Utilizou-se delineamento experimental em blocos ao acaso com três repetições. A análise de variância conjunta mostrou inconsistência no comportamento das cultivares diante das variações ambientais. Os híbridos mostraram melhor adaptação que as variedades e populações, constituindo-se em alternativas viáveis para os produtores que investem em tecnologias modernas de produção; sobressaíram-se Cargill 333 B, AG 1051 e Zeneca 8501. As variedades Sertanejo, AL 25, São Francisco, São Vicente, Asa Branca e BR 106 são importantes nos sistemas de produção dos pequenos e médios produtores rurais da região.200

Topics: Zea mays, híbrido, variedade, interação genótipo x ambiente, hybrid, variety, genotype x environment interaction
Publisher: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.37, nº 11, p. 1581-1588, nov. 2002.
Year: 2003
OAI identifier: oai:www.alice.cnptia.embrapa.br:doc/108803
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.alice.cnptia.embrap... (external link)
  • http://ainfo.cnptia.embrapa.br... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.