Location of Repository

Efeito da cisaprida e da fisioterapia respiratoria sobre o refluxo gastroesofagico de lactentes chiadores segundo avaliação cintilografica

By Maria Angela Gonçalves de Oliveira Ribeiro

Abstract

Com o objetivo de analisar o efeito da cisaprida e dos estímulos físicos utilizados pela fisioterapia respiratória em pacientes com síndrome do lactente chiador (SLC), portadores de refluxo gastroesofágico (RGE), avaliamos prospectivamente a densidade nuclear em diferentes topografías esofágicas (distal, média e superior) por meio de cintilografía, em 13 lactentes, com idade média de 9,8 meses, submetidos à manobra de aceleração de fluxo expiratório (AFE), antes e após tratamento com cisaprida, por via oral, na dose de O,3mg/kg,três vezes ao dia. O tempo de tratamento com cisaprida variou de 4 a 8 meses. Os pacientes portadores de SLC sem RGE constituíram o grupo comparativo (n=12) com idade média de 8,7 meses e não receberam tratamento farmacológico. Todos foram submetidos a investigação clínica, incluindo história e exame físico, exames laboratoriais, radiológicos e cintilográfícos para investigação etiológica da SLC. Os episódiosde RGEforam analisadossegundoa topografia esofágicaatingida durante os dois períodos. sucessivos de observação: cintilografia basal (15 minutos) e fisioterapia respiratória (15 minutos). O tempo dos episódios de RGE foi somado para cada topografia esofágica, e os resultados expressos como tempo total (segundos) de RGE observado nos terços esofágicos distal, médio e superior para cada paciente estudado. O tratamento com cisaprida resultou na diminuição do tempo total de RGE nas três topografias esofágicas, com significância estatística somente em terço superior (p<O,05) porém, não influenciou no tempo total de RGE nas topografias esofágicas quando os pacientes estavam sob a ação da fisioterapia. Após tratamento com cisaprida, observamos tendência de aumento do tempo total de RGE nas topografias esofágicas média e superior durante manobra de fisioterapia, porém sem significância estatística. Nos pacientes com RGE durante a cintilografia basal, antes do tratamento com cisaprida, observou-se menor tempo de RGE em esôfago distal durante a fisioterapia (15 minutos após cintilografia basal) (p<O,05). Atribuímos este fenômeno ao esvaziamento gástrico. Após o tratamento com cisaprida essa significância estatística deixou de existir. Os pacientes do grupo comparativo também apresentaram menor tempo total de RGE em esôfago distal durante a fisioterapia (p<0,05). A comparação do tempo total de RGE em esôfago distal dos pacientes com RGE (n=13) com o grupo comparativo (n=12), antes e após tratamento com cisaprida, mostrou que os pacientes que apresentam RGE (n=13) somam maior tempo total de RGE em esôfago distal (p<O,05)em comparação com o grupo sem RGE (n=12), quer seja durante o tempo da cintilografia basal ou durante a fisioterapia. Desta maneira, nossos resultados mostram que a cisaprida apresenta efeito benéfico no tratamento de RGE, principalmente no terço superior do esôfago, e que a fisioterapia respiratória foi potencialmente refluxogênica. Sugerimos investigar os efeitos da fisioterapia segundo posições corporais e submetidos a outros métodos diagnósticos conjuntamente com a cintilografia.OBJECTlVE: The aim of this study was to evaluate the effect of the cisapride and chest physical therapy on the gastroesophageal reflux (GER) ofwheezing babies. lvIETHODS: We assessed prospectively by scintigraphy, the presence of technetium e9Tc) in the upper, middle, and lower esophagus in 25 wheezing babies (13 with GER and 12 without GER). Both groups underwent clinical investigation, incIuding laboratory,X-ray and scintigraphytests, for the etiology of the wheezingbaby syndrome (WBS) and GER. Expiratory Flow Acceleration (EFA) was performed before and after treatment with cisapride. During scintigraphy, the total time of the GER episodes was accounted for each esophageal topography, before and after cisapride therapy, with and without EFA. RESULTS: Cisapride significantIy diminished the total time of GER (TTGER) in the upper esophagus (p<O.05). After cisapride therapy, EFA increased the TTGER in the upper and medium esoph~s, although without reaching statistical significance. WBS with GER presented a longer TTGER in lower esophagus (p<0.05)before and after the treatment with cisapride even during EFA, when compared to WBS without GER (p<O.05). CONCLUSIONS: Cisapride was effective in decreasing the TTRGE, mainly in the .upper esophagus and EFA apparentIy increased the number of episodes of GER, but without reaching statistical significance. Other studies are necessary to investigate the effects of chest physical therapy according to corporal positions

Topics: Refluxo gastroesofagico, Medicina nuclear
Publisher: Universidade Estadual de Campinas . Faculdade de Ciências Médicas
Year: 2000
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.BDTD_UNICAMP:oai:unicamp.br:vtls000210224
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.