Location of Repository

Oligopolio e progresso tecnico no pensamento de Joan Robinson

By Claudio Heller

Abstract

Esta tese analisa as contribuições de Joan Robinson para o desenvolvimento dos conceitos de oligopólio e progresso técnico. Constitui-se de quatro capítulos, cada qual focalizando sua visão sobre o tema à medida que evoluiu nos seus principais trabalhos de teoria econômica. O primeiro capítulo investiga a maneira pela qual ela criou e usou o conceito de concorrência imperfeita e o modo com que o tratou na teoria do emprego. O capítulo enfatiza que a principal preocupação de Joan Robinson era com os problemas de desemprego, seja do "capital" seja do "trabalho". Neste sentido, ela já estava expandindo a análise keynesiana da Teoria Geral. O capítulo mostra, também, que ela utilizou o conceito de concorrência imperfeita com um sentido muito semelhante ao uso moderno do conceito de oligopólio. Este conceito tomou-se um dos seus principais pressupostos teóricos. O segundo capítulo discute sua visão sobre a teoria marxista, chamando a atenção para os elementos básicos que ela tomou da abordagem marxista para construir um arcabouço mais exaustivo sobre a influência do progresso técnico sobre o desemprego. O capítulo mostra, também, que suas idéias sobre o tema foram bastante influenciadas por vários outros autores, tais como Michal Kalecki, Nicholas Kaldor e Roy Harrod. Por causa desta influência, mas também apesar dela, a principal contribuição de Joan Robinson foi relacionar as conseqüências do progresso técnico sobre o desemprego através da teoria da distribuição da renda. Para tanto, expandiu o uso do princípio da demanda efetiva numa teoria de longo prazo. O terceiro capítulo analisa os esforços de Joan Robinson em lidar com o tema do progresso técnico, relacionado ao da acumulação de capital. Ele mostra que ela não foi muito bem sucedida na construção do arcabouço teórico que pretendia, e que o res.ultado foi um tanto quanto confuso. O quarto capítulo analisa a visão de Joan Robinson sobre o progresso técnico tanto no nível microeconômico quanto no macroeconômico. Ele mostra que em termos microeconômicos ela assumiu, claramente, a hipótese do oligopólio. Em termos macroeconômicos, o capítulo analisa seus vários e diferentes modelos, construídos sob diferentes hipóteses, bem como a aplicação de sua própria classificação das inovações ao tema do planejamento. Joan Robinson não desenvolveu uma teoria do progresso técnico. Entretanto, ela deixou como legado à teoria econômica algumas idéias muito interessantes sobre o tema. Esta tese apresenta ainda dois anexos. O primeiro recupera parcialmente a experiência de Joan Robinson na Comissão de Monopólios e Práticas Restritivas, no Comitê de Patentes e no Comitê de Manutencão de Precos de Revenda. Sua experiência naqueles eventos deve ter forjado, de alguma maneira, sua visão sobre o tema. Por outro lado, é possível pensar que o convite para participar destas comissões deve ter decorrido das suas contribuições ao assunto. O segundo anexo é mais do que a bibliografia desta tese. Ele inclui a lista completa da obra de Joan Robinson (tanto quanto se conhece) e a bibliografia principal sobre sua obra.This dissertation analyses Joan Robinson's contributions to the development of the concepts of oligopoly and technical progresso It consists offour chapters, each ofthem focusing her views on the main theme, as they evolved in her main writings on economic theory. The first chapter examines the manner by which she created and used the concept of imperfect competition. It also analyses the way she dealt with itin the theory of employment. It stresses that the problems of unemployment, both of "capital" and of "labor" were Joan Robinson's main concerns. From this point of view she was already expanding Keyne' s analysis of The General Theorv. It also shows that she used the concept of imperfect competition similarly to the modern use of the concept of oligopoly. Oligopoly became one ofher main theoretical assumptions. The second chapter discusses her views on Marxist theory. It calls attention to the basic elements she amassed from the Marxist approach to economics in order to develop a more comprehensive framework on the influence of technical progress on unemployment. It also indicates that her ideas on the subject were very much inspired by many other authors such as Michal Kalecki, Nicholas Kaldor and Roy Harrod. Partly because of those influences and partly in spite of them, her main contribution was to highlight the relation of technical progress and unemployment by means of the distribution theory. To do so, she extended the use of the principle of effective demand in a long term theory. The third chapter considerates her efforts to deal with the subject of technical progress in close connection tq the subject of accumulation of capital. It shows that Joan Robinson was not very successful in building the framework she wanted to, and that the results were somewhat confusing. The fourth chapter analyses Joan Robinson's views on technical progress both at the microeconomic and macroeconomic levels. It reveals that on the first level she clearly assumed the oligopoly hypothesis. At the macroeconomic level, the chapter deals with some ofher various and different models, which she built on different assumptions. It also shows how she applied her classification of technical progress on the topic of planning. Joan Robinson did not develop a complete theory oftechnical progresso Nevertheless, she left as a legacy to the profession some very interesting insights on the issue. This dissertation presents two annexes. The first one partially retrieves Joan Robinson' s experience at the Monopolies and Restrictive Practices Commission, at the Swan Committee on Patents and at the Committee on Resale Price Maintenance. Her experience at those events might have shaped, in some way, her views on the theme. On the other hand, it is possible to think that the invitation to take part on those commissions may have been due to her contribution to the subject. The second annex comprises more than the bibliography of this dissertation. It includes the whole list of Joan Robinson's writings (as fur as it is known) and ofthe main bibliography on her contribution to modern economic theory

Topics: Teoria economica, Concorrencia imperfeita, Economia - Historia
Publisher: Universidade Estadual de Campinas . Instituto de Economia
Year: 1996
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.BDTD_UNICAMP:oai:unicamp.br:000894436
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.