Location of Repository

Análise morfohistométrica do padrão de formação óssea utilizando membranas de poliácido lático-co-glicólico (PLGA) associado ou não à hidroxiapatita em calota craniana de ratos.

By Suzeli Dias

Abstract

TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências da Saúde. Odontologia.O objetivo deste estudo foi avaliar in vivo o reparo ósseo usando membranas de poliácido lático-co-glicólico (PLGA), associado ou não a hidroxiapatita (HA). Foram utilizados 9 ratos (Rattus novergicus albinus, Wistar) adultos machos (20-24 semanas) pesando aproximadamente 180g. Os animais foram distribuídos em 3 grupos: Controle negativo, no qual foram realizados os defeitos ósseos sem recobrimento com membrana; grupos PLGA e PLGA+HA, nos quais os defeitos ósseos foram recobertos com membrana de PLGA e PLGA+HA, respectivamente. Em cada animal foi realizado um defeito circular de 5mm de diâmetro em cada osso parietal. Os defeitos foram tratados aleatoriamente de acordo com os grupos propostos, totalizando 18 defeitos. As amostras foram coletadas após um período experimental de 60 dias, foram descalcificadas e, em seguida, processadas histologicamente. Sequencialmente foi realizada a análise morfométrica para avaliação do reparo ósseo. Após 60 dias observou-se formação óssea em todos os grupos do estudo. O controle negativo apresentou uma média de 4472823,33 ± com um desvio padrão de 2981606,58, o grupo PLGA+HA apresentou uma média de área de 5936871,00 ± e um desvio padrão de 3147235,01, enquanto que o grupo PLGA apresentou uma média de 3658131,60 ± com um desvio padrão de 3484787,33. Não foi possível estabelecer significância no processo de neoformação óssea entre os grupos da pesquisa (p=0,541). Uma amostra mais representativa poderá revelar ou não o efeito osseoindutor associado a HA, assim como a associação com uma análise imunohistoquimica de marcadores da formação óssea.The aim of this study was to evaluate in vivo bone repair using a polylactic acid membrane-co-glycolic acid (PLGA), associated with hydroxyapatite (HA). Nine (Rattus norvegicus albinus, Wistar) adult males (20-24 weeks) rats weighing approximately 180g were used. The animals were divided into 3 groups: Control group in which the bone defects were realized without covering membrane; PLGA and PLGA + HA groups in which the bone defects were covered with a membrane of PLGA and PLGA + HA, respectively. In each animal a circular diameter 5mm in each parietal bone defect was made. The defects were randomly treated according to the proposed groups, totaling 18 defects. The samples were collected after a trial period of 60 days, decalcified and were followed for histological processing. Sequentially morphometric analysis was performed for evaluation of bone repair. After a period of 60 days bone formation in all study groups was observed. The negative control showed an average of 4,472,823.33 ± with a standard deviation of 2,981,606.58 , the PLGA + HA group had a mean area of 5,936,871.00 ± and a standard deviation of 3,147,235.01 , while the PLGA group presented 3658131.60 an average ± standard deviation with a 3484787.33. Unable to establish the significance of bone formation process among groups in this research (p=0,541). A representative sample can reveal whether or not the bone inductor effect is associated with HA, well as the association with an immunohistochemical analysis of markers of bone formation

Topics: Regeneração óssea, Membranas, Polímeros
Year: 2014
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.RI_UFSC:oai:repositorio.ufsc.br:123456789/127199
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.