Location of Repository

Avaliação das condições estruturais para o trabalho das unidades de atendimento do SAMU

By André de Bastiani Lancini

Abstract

Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, Florianópolis, 2013.O processo de trabalho em saúde envolve a relação dos trabalhadores consigo e com os pacientes, resultando na produção do cuidado. Este campo é influenciado pelos modelos de atenção à saúde predominantes e pelo macrocenário econômico, político e social. Os aspectos estruturais do processo de trabalho são essenciais para a sua execução. Para o atendimento à alta demanda das urgências em saúde foi criada a Política Nacional de Atenção às Urgências (PNAU) que normatiza os serviços que prestam atendimento à população. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) é o componente pré-hospitalar móvel desta política.Tem como objetivos reduzir o tempo de chegada dos pacientes em situação de risco aos serviços de referência e ofertar um atendimento qualificado no momento da ocorrência, cujos efeitos esperados são: aumento da sobrevida da vítima, redução do tempo de internação nos hospitais e das sequelas pela falta de atendimento precoce. Este estudo propôs e aplicou um modelo de avaliação das condições estruturais para o trabalho das unidades de atendimento do SAMU, na grande Florianópolis. A pesquisa justifica-se pelo crescente aumento da demanda pelos serviços na área de urgência e emergência, devido o aumento do número de acidentes, violência, doenças cardiovasculares e outros fatores da vida moderna que aumentam o percentual de anos potenciais de vida perdidos, enfatizando a importância e necessidade de qualificação e ampliação do setor. O modelo teórico-lógico foi construído através da revisão bibligráfica de artigos científicos, teses e dissertações indexados nas bases de dados Scielo e LILACS, além das instruções normativas e da legislação existente acerca do assunto. O modelo avaliativo foi proposto e discutido com experts nas áreas de avaliação, processo de trabalho e SAMU, em oficinas de trabalho, e as decisões tomadas por consenso. O modelo final é composto pelas dimensões de Recursos Humanos, Recursos Materiais e Aspectos Normativos, configurando uma matriz de avaliação com onze indicadores. O modelo foi aplicado em uma macrorregião de Santa Catarina, nas Unidades de Suporte Básico (USB), e obteve a participação de 83,33% dos municípios. Verificou-se que 60% dos municípios apresentaram uma adequada estrutura de trabalho. Os indicadores que demonstraram maior deficiência foram os de turnover e vínculo empregatício, apontando para a necessidade de valorização e melhorias na forma de contratação dos profissionais. O modelo demonstrou viabilidade de aplicação em municípios de diferentes portes populacionais e estruturas administrativas e os resultados são coerentes com o encontrado na literatura.<br>Abstract : The healthcare labor process involves the relationship of staff with themselves and with patients resulting in production of care. This field is influenced by the models of health care prevalent, and by the economic, political and social picture The national policy on emergency care (PNAU) has been created for attending to medical emergencies and thereby regulates the services rendered to the population. The mobile emergency care service (SAMU) is the mobile pre-hospital part of this policy, and its aims are to reduce time to referral services of patients at risk and offer a skilled attendance at the time of the occurrence, improves the overall survival of these patients, reducing the length of stay in hospitals and mitigating the consequences by the lack of early care. This study proposed and implemented a model for assessing the structural conditions for the working of the health care units of SAMU in Florianopolis. The research is justified by the increasing demand for services in the area of emergency care due to the increasing number of accidents, violence, cardiovascular disease and other factors of modern life that help increase the percentage of potential years of life lost, emphasizing the importance and necessity of qualification and expansion of the sector. The logical theoretical research approach was carried out through scientific review articles, theses and dissertations indexed in the databases SciELO and LILACS, beyond the regulatory instructions and existing legislation on the subject. The evaluation model was proposed and discussed with experts in the areas of assessment, labor process and SAMU, in workshops with decisions made by consensus. The final model consists of the dimensions of human resources, material resources and regulatory aspects, setting up an evaluation matrix with eleven indicators. The model was applied to a macro-region of Santa Catarina, in Basic Life Support Units (USB) with the participation of 83.33% of the municipalities. It was found that 60% of municipalities have an appropriate working structure. The indicators that demonstrated greater disability were related to turnover and employment relationship, pointing to the need for recovery and improvement in the way of hiring professionals. The model showed feasibility of application in municipalities with different population sizes and administrative structures and the results are consistent with findings in the literature

Topics: Saúde pública, Emergencias medicas, Pessoal da saude publica, Santa Catarina
Year: 2013
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.RI_UFSC:oai:repositorio.ufsc.br:123456789/122686
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.