Location of Repository

Características ecológicas dos anuros ameaçados de extinção na Floresta Atlântica subtropical do Brasil

By Erica Naomi Saito

Abstract

Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, Florianópolis, 2013.O declínio populacional de anfíbios levou o status desse grupo a um dos mais ameaçados de extinção mundialmente. No Brasil, grande parte das espécies ameaçadas de extinção ocorrem na Floresta Atlântica, onde nenhum estudo sobre anuros avaliou o risco de extinção das espécies e relacionou com as características ecológicas. O objetivo desse estudo é identificar características ecológicas dos anuros da região subtropical da Floresta Atlântica do Brasil que as indiquem como susceptíveis à extinção. Para cada espécie foram coletadas informações sobre endemismo, altitude, frequência de ocorrência, tendência de crescimento populacional, índice de vida aquática, período de atividade do adulto, tamanho corporal e tamanho da desova. Os dados das variáveis ecológicas foram obtidos em artigos científicos, guias de campo e material depositado em coleções herpetológicas. As espécies foram agrupadas de acordo com suas características ecológicas através da Análise de Agrupamento pela similaridade de Gower. A relação de cada variável com o risco de extinção foi testada com regressões logísticas. A região em estudo compreende 238 espécies conhecidas, das quais 24 possuem desenvolvimento direto e 214 possuem desenvolvimento indireto, dentre essas, 116 foram analisadas por terem informações ecológicas conhecidas. As espécies ameaçadas ocorreram em seis dos sete grupos ecológicos formados, indicando que o risco de extinção não esteve relacionado a um determinado grupo de anuros, com características ecológicas específicas. As espécies mais ameaçadas são as de ocorrência em baixas altitudes, onde a perda e degradação de hábitat representam a maior causa de declínio, diferindo das espécies ameaçadas em outras florestas pluviais que tendem a ser de topos de morros. Outras características como endemismo, dependência aos ambientes de riacho, tamanho, hábitat e período de atividade não estiveram relacionadas ao risco de extinção. Com este estudo buscou-se contribuir para o entendimento do risco de extinção dos anfíbios no país, comparando com outras florestas pluviais no mundo. Para a conservação dos anfíbios no Brasil, é necessário proteger as espécies por meio de Unidades de Conservação, além de continuar e melhorar as pesquisas acerca do risco de extinção, sobretudo a nível populacional. <br>Abstract : The worldwide decline of amphibian populations led this group to one of the most endangered vertebrates. In Brazil, most endangered species occur in the Atlantic Forest, where there is no study evaluating ecological traits and extinction risk. The objective of the present study is to identify the ecological characteristics of frogs from subtropical Atlantic Forest in Brazil that would indicate them as susceptible to extinction. For each species were collected information about endemism, altitude, frequency of occurrence, population trend, aquatic life index, activity period, body and clutch size. These data were obtained from literature, field guides and specimens held by herpetological collections. The species were classified according to their ecological characteristics using a Cluster Analysis based on the similarity of Gower. The relationship between each variable and the extinction risk was tested using logistic regressions. The study area comprises 238 species, of which 24 have direct development and 214 have indirect development. 116 species were considered in the analysis for having reliable information. Endangered species have occurred in six of the seven ecological groups formed, indicating that the extinction risk was not related to a particular group of frogs with specific ecological traits. The most threatened species occur at low altitudes, where the habitat loss and degradation represent the major cause of decline, differing from endangered species in another rain forests that occur in uplands areas. Other features such as endemism, dependence on stream environments, small size, habitat and activity period were not related to extinction risk. This study contributes to the understanding the extinction risk of amphibians in the country, comparing to other rain forests in the world. For the conservation of amphibians in Brazil, it is necessary to protect the species through Conservation Units, in addition to continuing and improving researchs on extinction risk, especially at the population level

Topics: Ecologia, Anfibio, Anuro, Animais, Extinção, Conservação da natureza
Year: 2013
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.RI_UFSC:oai:repositorio.ufsc.br:123456789/107389
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.