Location of Repository

NO PAÍS DA FICÇÃO: NARRATIVA E VIAGEM NA LITERATURA BRASILEIRA E ARGENTINA CONTEMPORÂNEAS.

By RENATA FERNANDES MAGDALENO

Abstract

Os relatos de viagem marcaram a história da América Latina e, consequentemente, a literatura e os escritores da região. A presente pesquisa procura pensar se a viagem continua sendo um tema recorrente na literatura contemporânea produzida no local. Nesses relatos o deslocamento veloz e a mobilidade constante são traços pertinentes, que alguns teóricos consideram como marcas da contemporaneidade. Tais características afetariam de forma diferente os escritores latino-americanos e seus escritos, já acostumados a um ponto de vista periférico, a ter como referência outras culturas? Ainda é possível detectar resquícios e heranças da tradição dos relatos de viagem na produção contemporânea? Para pensar esta questão, quatro diários de viagem ficcionalizados foram selecionados, de escritores argentinos e brasileiros: Una luna, de Martín Caparrós; Nove noites, de Bernardo Carvalho; Mis dos mundos, de Sergio Chejfec, e Lorde, de João Gilberto Noll. Todos os textos tratam de autoficções, em que o protagonista, com as mesmas características do autor do livro, cruza fronteiras em uma viagem a trabalho. Assim como os escritos dos navegantes e muitos dos relatos de viagem que marcaram a região, há um outro que estimula e pauta aquele deslocamento. A construção de uma figura de escritor, o lugar ou a forma de inserção encontrados pelo autor latino-americano no mundo contemporâneo são alguns temas recorrentes dessas narrativas.The travel texts are a mark for the history of Latin America, and, consequently, the literature and the writers from there. This work analyses if the travel still a recurring theme in contemporary latin america literature. In this narratives the displacement and the mobility are relevant characteristics, that some thinkers consider as a brand of the contemporanity. The latin american writers feel it in a diferent way? It is still possible to detected remnants and legacies of the tradition of travel accounts in contemporary production? To think about that, four fictionalized travel diaries were analyses, from brazilian and argentine writers: Una luna, from Martín Caparrós; Nove noites, from Bernardo Carvalho; Mis dos mundos, from Sergio Chejfec, and Lorde, from João Gilberto Noll. In all of them the character seems like the author of the book, and go to other countries in a work travel. Like many travel texts that marks the latin america, there is an other that estimulate the displacement. The construction of a writer figure, the place of the latin america writer in the contemporary world are some recurring themes of those narratives

Topics: VIAGEM, TRAVEL, LITERATURA BRASILEIRA CONTEMPORANEA, CONTEMPORARY BRAZILIAN LITERATURE, LITERATURA ARGENTINA, ARGENTINE LITERATURE, DESLOCAMENTO, DISPLACEMENT, ESTUDOS DE LITERATURA
Publisher: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO
Year: 2011
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.BDTD_PUC_RIO:oai:MAXWELL.puc-rio.br:17825
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.