Skip to main content
Article thumbnail
Location of Repository

MÉTODO RPA RENORMALIZADO PARA O MODELO DE HUBBARD ESTENDIDO

By LOURIVAL MANOEL DA SILVA FILHO

Abstract

Neste trabalho aplicamos o método RPA renormalizada ao modelo de Hubbard estendido para a cadeia unidimensional com preenchimento meio. Inicialmente verificamos a inúncia do termo de interação entre primeiros vizinhos, V , nas susceptibilidades de carga e longitudinal de spin e comparamos com os resultados de Hubbard puro. Para pequenas interações entre os primeiros vizinhos, a influência de V é muito pequena. À medida que V cresce, seu efeito é de diminuir a frequência dos plasmons e dificultar o aparecimento de magnons. Em seguida determinamos as susceptibilidades de spin e de carga, numericamente, para U = 3,4 e 5 comV entre 0 e próximo de U. Partindo da fase de onda de densidade de spin (SDW) e quando V cresce, o pico de plasmon na susceptibilidade de cargas em 2kF se aproxima de ! = 0, indicando uma instabilidade para formação de uma onda de densidade de carga (CDW). Isto permite determinar a fronteira de separação entre as duas fases. De acordo com a RPA convencional, esta transformação ocorre em U = 2V mas o processo de renormalização desloca esta fronteira ligeiramente para o interior da região da fase CDW, em conformidade com outros métodos que não fazem a aproximação de campo médio.In this work we apply the Random Phase Approximation (RPA) to the Extended Hubbard Model in one dimension. Initially we investigate the e®ect of the first neighbor interaction term, V , on the spin and charge susceptibilities. When V is small, its influence is also very small but as it grows, it tends to lower the plasmon frequency and to inhibit the condition for the existence of magnons. We also have calculated numerically both the spin and the charge susceptibilities for U = 3,4 and 5 with V in the region (0; U). Starting from the SDW region and increasing V we found that the plasmon peak in the charge susceptibility for 2kF tends to ! = 0, indicating an instability against the formation of a CDW ground state. This allows us to determine the phase separation line between the two phases. According to the conventional RPA, this transition occurs for U = 2V but due to the renormalization process, we nd that this frontier shifts slightly to the interior of the CDW region, in agreement with methods not using the mean eld approximation

Topics: RPA RENORMALIZADO, RENORMALIZED RPA, MODELO DE HUBBARD ESTENDIDO, EXTENDED HUBBARD MODEL, RPA, RPA, FÍSICA DA MATÉRIA CONDENSADA
Publisher: PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO
Year: 2003
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.BDTD_PUC_RIO:oai:MAXWELL.puc-rio.br:4247
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.