Skip to main content
Article thumbnail
Location of Repository

Linguagem e significado nas investigações filosóficas de Wittgenstein : uma análise do argumento da linguagem privada

By Mirian Donat

Abstract

A tese analisa a concepção de significado como uso da linguagem, desenvolvida por Wittgenstein nas Investigações Filosóficas, mas com o objetivo específico de compreender o papel desempenhado pelo assim chamado argumento da linguagem privada na elaboração dessa concepção. A concepção de significado como uso da linguagem, que se assenta nos conceitos de jogos de linguagem, formas de vida, semelhança de família e seguir regras é apresentada por Wittgenstein como alternativa às concepções de significado que tinham como fundamento experiências subjetivas e privadas, que Wittgenstein considerou como uma das imagens que têm provocado os maiores equívocos para a correta compreensão do funcionamento da linguagem. Segundo Wittgenstein, a aceitação dessa imagem leva ao ceticismo acerca da significação, pois se temos que aceitar que o fundamento da significação é a experiência subjetiva, temos também que aceitar que a associação entre palavra e experiência acontece privadamente e, com isso, aceitar também a existência de critérios subjetivos de discriminação e identificação das experiências, portanto, critérios subjetivos para a correção ou não do uso das palavras correspondentes. Ora, segundo Wittgenstein, um critério subjetivo na verdade não é critério algum e, contra essa noção, afirma que a linguagem tem sempre uma origem e um uso comuns e que, por isso, o significado é sempre dependente desse uso comum das palavras, que acontece dentro de jogos de linguagem que, por sua vez se desenvolvem contra o pano de fundo das formas de vida. O argumento da linguagem privada tem um papel fundamental para a elaboração da concepção de significado como uso, pois com esse argumento Wittgenstein pretende demonstrar que mesmo para as experiências subjetivas, para aquilo que parece absolutamente privado, temos necessidade de critérios públicos de discriminação e identificação.This thesis analyzes the idea of meaning as language use, developed by Wittgenstein in the Philosophical Investigations, with the specific purpose of understanding the role played by the so-called private language argument in the elaboration of this concept. The concept of meaning as language use, which is based on the language games concepts, forms of life, family resemblance and the rules-following, is presented by Wittgenstein as an alternative to the concepts of meaning that were based on subjective and private experiences, that Wittgenstein considered as one of the images that has caused the greatest misunderstandings for the correct understanding of the language functioning. According to Wittgenstein, the acceptance of this image leads to skepticism concerning meaning, for if we have to accept that the basis of meaning is the subjective experience, we also have to accept that the association between word and experience takes place privately as well as accept the existence of subjective criteria of discrimination and identification of experiences, consequently subjective criteria for the correction or not of the use of the corresponding words. Now, according to Wittgenstein, a subjective criterion is not in fact a criterion and, opposing to this notion, he states that language has always a common origin and use and that, because of this, meaning always depends on this common use of words that happens in language games that, in turn, are developed in opposition to the forms of life background. The private language argument plays an important role for the elaboration of the concept of meaning as use, because with this argument Wittgenstein intends to demonstrate that, even for subjective experiences, for that which seems absolutely private, it is necessary to have public criteria of discrimination and identification

Topics: Linguagem, Significado, Wittgenstein, Ludwig Josef Johann, 1889-1951, FILOSOFIA, FILOSOFIA
Publisher: Universidade Federal de São Carlos
Year: 2008
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.BDTD_UFSCAR:oai:ufscar.br:2136
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.