Skip to main content
Article thumbnail
Location of Repository

Properties of the wood of species from Cerrado Mineiro and its potentiality for energy generation

By Tattiane Gomes Costa

Abstract

Existe uma grande demanda de carvão vegetal para suprir a indústria siderúrgica e boa parte do carvão produzido é de madeiras nativas provenientes em grande parte do Cerrado. O governo estipulou prazo até 2013 para que as indústrias deixem de comprar carvão de mata nativa. Assim a indústria somente poderá usar este recurso natural através de planos de manejo sustentável, para manter o seu suprimento de madeira para produção de carvão vegetal. Para que isso seja possível é necessário fomentar pesquisas cientificas envolvendo espécies nativas, levantar informações sobre os recursos florestais disponíveis e o uso sustentável desses recursos. Portanto, o objetivo deste trabalho foi determinar as propriedades químicas, físicas e térmicas de cinco espécies de ocorrência no Cerrado Mineiro e a avaliar sua potencialidade para geração de energia. As espécies estudadas foram: Luehea divaricata, Casearia sylvestris, Guazuma ulmifolia, Rapanea ferruginea e Trema micrantha. Foram amostradas quatro árvores de cada espécie, das quais foram retirados um torete de 75 cm, este foi seccionado em discos que foram divididos em quatro pares de cunhas opostas. Foram realizadas análises para determinação da densidade básica das madeiras, teores de lignina, extrativos e cinzas nas várias amostras, análises térmicas (TG, DTA e DSC) da madeira. O material foi carbonizado, posteriormente foram realizados análises imediatas do carvão, análise elementar (CHNSO) e poder calorífico da madeira e do carvão. A Casearia sylvestris foi à espécie que apresentou as melhores características para produção e qualidade do carvão, por apresentar elevada densidade básica, teor de lignina, alta estabilidade térmica, alto rendimento em carvão, alto teor de carbono e poder calorífico na madeira. A Trema micrantha apesar de possuir a menor densidade básica da madeira e baixa densidade do carvão, apresentou alto teor de carbono fixo e gerou o carvão com maior poder calorífico. A Rapanea ferruginea apresentou os menores teores de lignina, extrativos e menor rendimento em carvão. A madeira da espécie Guazuma ulmifolia apresentou o maior teor de extrativos, menor teor de cinzas, e alta estabilidade térmica. A espécie que apresentou o carvão com menor poder calorífico foi a Luehea divaricata, essa espécie se destacou quanto à estabilidade térmica na faixa de temperatura de 200 a 380º C, apresentando a menor perda de massa nestas temperaturas

Topics: Madeira nativa, Carvão vegetal, Análise térmica, Charcoal, Thermal analysis
Year: 2014
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.RI_UFLA:oai:localhost:1/2777
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.