Skip to main content
Article thumbnail
Location of Repository

The ordinary psychosis and his inventions

By Simone Lessa Chaves

Abstract

Esta dissertação tem como proposta investigar as psicoses ordinárias e suas invenções. Partimos dos impasses de nossa prática clínica relativo ao diagnóstico diferencial, buscando identificar quais seriam os principais conceitos utilizados em referência ao mesmo. Sobretudo, apuramos de que maneira estes conceitos se mostram operativos no tratamento possível das psicoses. De forma que o esclarecimento da noção da psicose em psicanálise favorece a compreensão das psicoses ordinárias. Deduzimos que as psicoses, de forma ampla, possuem um aspecto multifacetário e, neste sentido, que as psicoses ordinárias pertencem à diversidade do campo. Estas últimas possuem uma apresentação discreta de fenômenos elementares. Embora a psicose ordinária não seja uma categoria de Jacques Lacan, averiguamos que pode ser depreendida da clínica lacaniana, extraída de uma perspectiva original do autor. Lacan nos faz avançar na ideia de uma direção de tratamento que privilegia a invenção de um significante novo que cumpre a função de sinthoma, exemplificado a partir das elaborações sobre James Joyce e o nó borromeano. O sinthoma é um artifício inventado para dar sustentação ao nó borromeano que é composto pelas instâncias separadas do imaginário, simbólico e real. Supomos que o mais específico das psicoses ordinárias se encontra no modo pelo qual ocorrem suas invenções de amarração do nó borromeano, ou seja, como surgem as compensações da foraclusão do Nome-do-Pai. Nossos dados indicam que a noção de compensação ou suplência que comportam as psicoses ordinárias produz uma forma inédita de apurar suas singularidades, facilitando não apenas o diagnóstico como também a direção do tratamento.This dissertation is proposed to investigate the common psychoses and their inventions. We left the impasses of our clinical practice for the differential diagnosis in order to identify what are the main concepts used in reference to it. Especially apuramos how these concepts are shown operating in possible treatment of psychosis. In order to clarify the concept of psychosis in psychoanalysis favors the common understanding of psychosis. We deduce that the psychoses, broadly, have a multifaceted aspect and in this sense, that the ordinary psychoses belong to the diversity of the field. The latter have a presentation discrete elementary phenomena. Although psychosis is not an ordinary category of Jacques Lacan, then used to establish what can be deduced from the Lacanian clinic, extracted from a unique perspective of the author. Lacan makes us move towards the idea of a treatment that focuses on a significant new invention that fulfills the function of sinthome exemplified from elaborations on James Joyce and the Borromean knot. The sinthome is a device invented to sustain the Borromean knot which is composed of separate instances of imaginary, symbolic and real. We assume that the more specific psychoses ordinary is occurring in the way of his inventions mooring Borromean knot, or arise as compensation the foreclosure of the Name of the Father. Our data indicate that the notion of compensation or substitutive that involve psychosis ordinary produces a unique way of ascertaining their singularities, facilitating not only the diagnosis but also the direction of treatment

Topics: Psicoses ordinárias, TRATAMENTO E PREVENCAO PSICOLOGICA, Invenções, Clínica borromeana, Ordinary psychoses, Inventions, Borromean clinic, TRATAMENTO E PREVENCAO PSICOLOGICA
Publisher: Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Year: 2013
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.BDTD_UERJ:oai:www.bdtd.uerj.br:3428
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.