Location of Repository

O processo de aquisição de habilidades motoras convencionais em indivíduos com baixa visão

By Vera Felicidade Dias

Abstract

O processo de desenvolvimento varia em termos de velocidade, ou seja, cada sujeito pode apresentar atrasos ou avanços, dependendo das restrições orgânicas do sujeito, restrições da tarefa e do ambiente (HAYWOOD, 2004). Logo, os atrasos ou avanços influem diretamente nas habilidades da vida diária como, por exemplo: caminhar, correr, saltar, arremessar, etc. Todos os sujeitos podem apresentar avanços ou atrasos nos níveis de desenvolvimento, o que também se aplica às pessoas com deficiência visual (baixa visão). O foco central deste estudo foi analisar o efeito de uma proposta de estimulação motora em indivíduos de 6 a 12 anos com baixa visão, tendo como amostra 10 crianças de ambos os sexos com baixa visão, com idade média de 9±1,7 anos, que participam dos CAEDVs e AEE das escolas públicas de Maringá. Para a avaliação destas crianças, utilizou-se o prontuário médico e a ficha de matricula das escolas especializadas, e o Teste TGMD2 (ULRICH, 2000). Os alunos foram avaliados no início e ao final de um programa de 32 sessões, construído especialmente para a desejada estimulação. Os resultados foram significativos nas variáveis salto horizontal (p=0,01) e no quicar (p= 0,01), cuja intervenção resultou em melhoras no desempenho geral na ordem de 19,7%. Entretanto, apesar de revelar resultados significativos também no quociente motor gera l(p≤0,04), este se configurou muito pobre para ainda pobre. Assim, dados os indicadores de melhora encontrados, torna-se possível concluir que, com um processo de estimulação regular, pode ser possível suprir necessidades desses sujeitos, bem como promover a sua autonomia.The development process varies in terms of velocity and each individual can show delays or advances, depending on the organic, task and environment constraints of the individual (HAYWOOD, 2004). Thus, delays or advances influence directly on daily life skills, as walking, run, jump and throw. All individuals may show advances or delays in their levels of development, what also apply for those individuals with visual impairment (low vision). The aim of this study was to analyze the effect of an intervention program, in 10 individuals of both gender, aged between 6 and 12 years (mean age 9±1,7) with low vision, which were enrolled in the CAEDVs and AEE of public schools in Maringá. Medical records, children enrollment form from schools and TGMD-2 test (ULRICH, 2000) were used to evaluate all children. All students were evaluated at the beginning and end of the program with 32 sessions, built especially for the desired stimulation. Results were significant for variables such as horizontal jump (p=0,01) and stationary dribble (p=0,01), which means that the intervention improved the overall performance in 19,7%. However, despite the significant results in the motor quotient (p≤0,04), this came from very poor to poor. Thus, due to indicator of improvement found, it is possible to conclude that with a process of regular stimulation, it can be possible to supply the needs of these individuals as soon as promote their autonomy

Topics: Educação física, Aprendizagem motora, Crianças deficientes visuais, Motor learning, Visually handicapped children, Physical education
Publisher: Universidade Estadual de Londrina. Centro de Educação Física. Programa de Pós-Graduação em Educação Física.
Year: 2012
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.BDTD_UEL:oai:uel.br:vtls000181357
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.