Location of Repository

Usuários de habitação de interesse social e adoção de sistemas de aquecimento solar de água - estudo de caso em Londrina-PR

By Maria Alessandra Bacaro Boscoli

Abstract

Este trabalho se dedica a investigar os motivos pelos quais os sistemas de aquecimento solar de água não são implantados em larga escala nas habitações de interesse social brasileiras. Existe uma tendência mundial de reduzir a dependência dos recursos energéticos fósseis, no entanto, a influência e o poder econômico dos oligopólios que mantém os custos do uso final das energias tradicionais demonstram a vulnerabilidade das tecnologias que ainda necessitam alcançar um maior poder de mercado. No Brasil, a introdução de tecnologias de energias limpas não é considerada nas projeções de demanda de energia elétrica e os programas de eficiência energética acontecem em função do interesse das concessionárias de energia, deixando o usuário em segundo plano. Algumas ONGs recorrem diretamente a este usuário para introduzir os Sistemas de Aquecimento Solar de Água nas residências brasileiras, seja o aquecedor de baixo custo ou o convencional. Através de iniciativas voluntárias, as ONGs incentivam o cidadão a montar seu próprio aquecedor com materiais alternativos ou a exigir, por meios políticos, a introdução dos sistemas nas habitações. Diante da política governamental falha, dos incentivos inexistentes, e partindo da idéia das ONGs de apostar em iniciativas individuais do cidadão, estruturou-se o estudo de caso, que buscou traçar o perfil do usuário da Habitação de Interesse Social. A caracterização socioeconômica e cultural, além da relação deste usuário com o uso final de energia elétrica revela um cidadão aberto a novos tipos de apropriação de energia, mas que teria que ser estruturada não por ele, pois existe o comodismo provocado pelo sistema tarifário da energia elétrica. Assim, os fatores que determinam a introdução destes sistemas em Habitações de Interesse Social constituem um paradoxo entre economia e cultura. Os esforços para que ocorra a implantação teriam que partir da sociedade como um todo, sendo embasados em conceitos de eficiência energética e sustentabilidade, e não apenas em condicionantes econômicos.This research is dedicated to investigate the reasons why the solar water heating systems are not used in large scale on low-income housing in Brazil. There is a global tendency to reduce dependence on fossil energy resources, however, the influence and economic ruling of oligopolies that holds the end-use traditional energy costs demonstrate the vulnerability of technologies that still need to achieve greater market power. In Brazil, the introduction of clean energy technologies is not considered in projections of electricity demand and energy efficiency programs focus in the best interests for energy companies, leaving the user in the background. Some NGOs call upon user to directly enter the solar water heating systems in brazilian homes, being the low cost or conventional heater. Through voluntary initiatives, NGOs encourage citizens to build your own heater with alternative materials, or requiring, for political means, the introduction of systems in houses. Faced with failure of government policy, incentives absent, and based on the idea of NGOs to bet on individual initiatives of citizens, was structured case study that characterize user's Social Housing profile. The cultural and socioeconomic characteristics and the relation of the end-use electric power reveals a citizen open to new types of purchase energy, but it would have to be structured not by him, as there is a convenience caused by the energy pricing system. Thus, the factors that determine the introduction of these systems in low-income housing are a paradox between economy and culture. Efforts to ensure that the deployment would occur may come from society as a whole, being grounded in concepts of energy efficiency and sustainability, not only in economic conditions

Topics: Habitações - Aquecimento solar, Aquecedores solares de água, Housing, Solar water heating systems
Publisher: Universidade Estadual de Londrina. Centro de Tecnologia e Urbanismo. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Edificações e Saneamento.
Year: 2010
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.BDTD_UEL:oai:uel.br:vtls000163257
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.