Location of Repository

N??mero de insemina????es artificiais por estro em f??meas su??nas: associa????o com o perfil estral e impacto sobre o desempenho reprodutivo

By Marcus Vinicius Figueira de Alvarenga, Ivan Bianchi, Antonio Sergio Varela Junior, Odirlei Calderam, Eduardo Schmitt, Marcio Nunes Corr??a, Jo??o Carlos Deschamps and Thomaz Lucia Junior

Abstract

Em su??nos, ?? comum realizar m??ltiplas insemina????es artificiais (IA) por estro, em fun????o da longa dura????o do estro. Este estudo observacional teve o objetivo de verificar a associa????o entre o n??mero de IA realizadas por estro com a dura????o do estro e o desempenho reprodutivo subsequente, em uma granja comercial. Ap??s avalia????o do perfile estral e da din??mica folicular por ultrassonografia, por equipes independentes, o n??mero de IA por estro foi registrado, sem interfer??ncia no manejo da granja. A primeira IA era realizada no momento da detec????o do estro e as IA subsequentes eram realizadas em intervalos de 12 horas, enquanto a f??mea mostrasse sinais de estro. Compararam-se a taxa de pari????o e o tamanho total da leitegada em fun????o do n??mero de IA por estro. Tamb??m foi estimado o risco da realiza????o de mais de 3 IA por estro, em fun????o da dura????o do estro. A taxa de pari????o das f??meas que receberam duas IA (92,0%) foi maior (p < 0,05) do que a observada para f??meas que receberam tr??s (77,5%) ou quatro a seis IA (79,6%). O tamanho total da leitegada n??o diferiu (p > 0,05) entre f??meas que receberam duas, tr??s ou quatro a seis IA (10,6, 12,0 e 12,0, respectivamente). Para as f??meas com dura????o do estro superior a 78 horasoras, o risco de receberem quatro a seis IA durante o estro foi 6,1 vezes maior do que o risco para f??meas com dura????o do estro inferior a 50 horasoras (p < 0,05) e 3,4 vezes maior do que o risco para f??meas com dura????o do estro entre 50 a 74 horasoras (p < 0,05). Ainda que a longa dura????o do estro permita um maior n??mero de IA por estro, pode-se concluir que um n??mero de IA por estro superior a tr??s n??o ?? recomendado, pois n??o h?? benef??cio para o desempenho reprodutivo

Topics: Dura????o do estro, Taxa de pari????o, Tamanho da leitegada, Su??nos
Year: 2010
OAI identifier: oai:agregador.ibict.br.RI_UFPEL:oai:repositorio.ufpel.edu.br:123456789/102
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.