Skip to main content
Article thumbnail
Location of Repository

Treinamento em Primatologia no Brasil

By Milton Thiago Mello

Abstract

O Brasil é o país do mundo que tem a maior diversidadede primatas. Até meados de 1994 existiam 16 gêneros,com 69 espécies, a maioria delas endêmicas e algumas ameaçadas de extinção (Fonseca et a/., 1994).Os números exatos são ainda assunto para discussão entre especialistas por causa das subespécies e porque novas espécies estão sendo descobertas (quatro,desde 1990). Apesar disso, como acontece na maioria dos países habitat, até 12 anos atrás o número de pessoas no Brasil com alguns conhecimentos sobre primata sera muito baixo, comparado com o de países sem primatas mas com primatologistas. Para preencher essa lacuna seria necessário ensinar ou treinar pessoas em Primatologia.O treinamento em serviço era tradicional no Brasil (como em outros países habitat) para formação de profissionais especializados em Primatologia. Os pouquíssimos candidatos a treinamento eram agregados,sem nenhuma seleção, a uma das raras pessoas ativas, em geral usuários de primatas (geneticistas, psicólogos, microbiólogos, neurobiólocos) ou aconservacionistas existentes no país, a maioria deles autodidatas. Os resultados foram precários: menos de meia dúzia de pessoas com algum treinamento em campos limitados. Visitas esporádicas de primatologistas de outros países, para seus trabalhos de campo, não resultam na especialização dos nativos que, na maioria dos casos, eram simples ajudantes. É claro que umas poucas pessoas conseguiram fugir deste círculo vicioso e foram para o estrangeiro para fazer estágios ou cursos avançados de Mestrado ou Doutorado. Esse era o quadro

Publisher: Universidade Federal Fluminense
Year: 2005
OAI identifier: oai:periodicos.ibict.br.Revista_Brasileira_de_Ciencia_UFF:oai:ojs.www.uff.br:article/1006
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www.rcaap.pt/detail.jsp... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.