Skip to main content
Article thumbnail
Location of Repository

Como realizar o correto descarte de resíduos de medicamentos?

By Elda Falqueto, Débora Cynamon Kligerman and Rafaela Facchetti Assumpção

Abstract

A destinação final dos resíduos de origem farmacêutica é tema relevante para a saúde pública, devido às diferentes propriedades farmacológicas dos medicamentos que inevitavelmente se tornarão resíduos. Dessa forma, não poderão mais ser utilizados e deverão receber um tratamento específico. No Brasil, o correto descarte dos resíduos sólidos de origem farmacêutica é normatizado tanto pelo Ministério da Saúde quanto pelo do Meio Ambiente, que devem fornecer instrumentos para que os atores envolvidos em atividades que geram resíduos dessa natureza possam dar-lhes a disposição final adequada. No entanto, existem dificuldades que apenas poderão ser superadas com a integração de todos os envolvidos nessa questão. O objetivo deste artigo é fazer um levantamento crítico dos instrumentos legais disponibilizados pelos órgãos reguladores, situando cada ator e suas responsabilidades para o correto descarte de resíduos de medicamentos, protegendo assim a saúde pública e o meio ambiente

Topics: Resíduo, Medicamento, Saúde pública, Fiscalização sanitária e meio ambiente, Public aspects of medicine, RA1-1270
Publisher: Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva
OAI identifier: oai:doaj.org/article:73f70843f4554a86ab10fee71baec908
Journal:
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • https://doaj.org/toc/1678-4561 (external link)
  • http://www.scielo.br/scielo.ph... (external link)
  • https://doaj.org/article/73f70... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.