Skip to main content
Article thumbnail
Location of Repository

Selamento Marginal em Lesões Cervicais Não Cariosas Escleróticas

By Marina Zanin

Abstract

TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências da Saúde. Odontologia.Lesões não cariosas, originadas por erosão, abrasão ou abfração, provocam na polpa uma reação adversa que resulta na hipermineralização da dentina, deixando-a esclerótica. Este trabalho revisou publicações científicas que abordassem o tratamento restaurador de lesões cervicais não cariosas com presença de dentina esclerótica, como o intuito de sugerir quais sistemas adesivos teriam melhor desempenho no selamento marginal dessas restaurações. Realizou-se uma busca nas bases de dados PubMed, Lilacs e Scienc Direct, combinando os descritores sclerotic dentin e adhesive. Os artigos encontrados apontaram lesões cervicais como o melhor substrato para testar a eficiência dos sistemas adesivos. Mostraram grande aceitação por parte dos autores e eficiência clínica dos adesivos autocondicionantes no selamento marginal de lesões escleróticas, pois há baixa taxa de falhas e coloração marginal dessas restaurações. No entanto, muitos autores ressaltam a necessidade de se desenvolverem mais pesquisas na área, principalmente para investigar o sucesso clínico a longo prazo.Non-carious cervical lesions are caused by erosion, abrasion or abfraction, and they stimulate an adverse reaction in the pulp resulting in hypermineralized dentin, leaving it sclerotic. This paper reviewed scientific publications that approached the restorative treatment of non-carious cervical lesions in the presence of sclerotic dentin, in order to suggest which adhesive system would perform better in marginal sealing of these restorations. We conducted a research in the databases PubMed, Lilacs and Scienc Direct, with the keywords sclerotic dentin and adhesive. The articles found pointed cervical lesions as the best substrate to test the efficiency of adhesive systems. They showed great acceptance by authors and clinical efficiency of the self-etching adhesives on the microleakage of sclerotic lesions, and there are low failure rate and marginal staining in these restorations. However, many authors emphasize the need to develop further research in this area, mainly about long-term results

Topics: Dentina, Esclerótica, Adesivos
Year: 2016
OAI identifier: oai:repositorio.ufsc.br:123456789/163667

Suggested articles


To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.