Location of Repository

Garantindo os benefícios de uma moratória Lavouras transgênicas no Brasil: especialmente a de soja (1995 - 2004)

By Martin W. Bauer

Abstract

Em maio de 2003 os Estados Unidos protocolaram na Organização Mundial do Comércio um processo contra a União Européia por violação do livre-comércio. Desde 1998 a UE adota, não de direito, mas de fato, uma moratória relativa à importação e à comercialização de safras transgênicas.1 Para proteger os consumidores, muitos comerciantes europeus, no varejo de alimentos, estão comprometidos em evitar ou rotular produtos que contenham ingredientes geneticamente modificados. Tal política só é factível na medida em que o Brasil não siga os Estados Unidos e a Argentina na adoção de culturas geneticamente modificadas. Neste capítulo**, demonstraremos como o Brasil seguiu uma prática cautelar com relação a essas lavouras e lucrou com isso. Essa é uma história política de inovação tecnológica, repleta de paradoxos e mudanças súbitas

Topics: Q Science (General)
Publisher: Câmara dos Deputados
Year: 2006
OAI identifier: oai:eprints.lse.ac.uk:4753
Provided by: LSE Research Online
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • http://www2.camara.gov.br/publ... (external link)
  • http://eprints.lse.ac.uk/4753/ (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.