Skip to main content
Article thumbnail
Location of Repository

Yield and quality criteria in organically and conventionally grown tomatoes in Turkey Produção e qualidade de tomates cultivados sob sistemas orgânico e convencional na Turquia

By Ersin Polat, Halil Demir and Fedai Erler

Abstract

The term 'organically grown food' denotes products that have been produced in accordance with the principles and practices of organic agriculture. The use of alternatives to synthetic fertilizers is an important issue in organic systems. A two-year field experiment to evaluate effects of organic fertilizers on the yield and quality of open field grown tomatoes (Lycopersicon esculentum Mill.) was carried out in Southern Turkey in 2000 and 2001. Combinations of manure, blood flour and micronutrient preparations were used for fertilization, and conventional mineral fertilization was included as the control. Yield did not differ between the fertilization and the Conventional treatments in the first year of the study, but the highest yield was obtained from conventional in the second year. No differences were found between treatments in terms of fruit soluble sugar content or citric acid. The application of organic fertilizers positively affected the micronutritional element content of tomato fruits compared to the conventional treatment. Organic fertilization results in improved yield and fruit quality compared to conventional fertilization. In addition, organic fertilization should be supported in order to facilitate reuse and disposal of organic wastes and to maintain and/or increase soil fertility.<br>O termo "alimentos cultivados organicamente" denota produtos que tenham sido produzidos em conformidade com os princípios e práticas da agricultura orgânica. O uso de alternativas para fertilizantes sintéticos é uma questão importante em sistemas orgânicos. Um experimento de campo foi conduzido no sul da Turquia em 2000 e 2001 para avaliar os efeitos da adubação orgânica na produtividade e na qualidade de tomates (Lycopersicon esculentum Mill), cultivados em campo aberto. Combinações de esterco, farinha de sangue e preparações de micronutrientes foram utilizados para a fertilização, e adubações minerais convencionais foram incluídas como controle. A produção não diferiu entre a fertilização e os tratamentos convencionais no primeiro ano do estudo, porém uma maior produtividade foi obtida a partir do sistema convencional, no segundo ano. Não foram encontradas diferenças entre os tratamentos em termos de teor de açúcares solúveis ou ácido cítrico em frutos. A aplicação de fertilizantes orgânicos afetou positivamente o conteúdo dos elementos micronutritionais dos frutos do tomateiro em relação ao tratamento convencional. A adubação orgânica resultou em maior produtividade e qualidade dos frutos, quando comparada à adubação convencional, e deve ser apoiada, a fim de facilitar a reutilização e eliminação de resíduos orgânicos bem como para manter e/ou aumentar a fertilidade do solo

Topics: Lycopersicon esculentum, agricultura orgânica, aagricultura convencional, Lycopersicon esculentum, organic growing, conventional growing, Agriculture (General), S1-972, Agriculture, S, DOAJ:Agriculture (General), DOAJ:Agriculture and Food Sciences
Publisher: Universidade de São Paulo
Year: 2010
DOI identifier: 10.1590/S0103-90162010000400008
OAI identifier: oai:doaj.org/article:28a7511983fa4dd2924154471477775c
Journal:
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • https://doaj.org/toc/1678-992X (external link)
  • https://doaj.org/toc/0103-9016 (external link)
  • http://www.scielo.br/scielo.ph... (external link)
  • https://doaj.org/article/28a75... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.