Location of Repository

Aquatic macrophytes in natural and managed wetlands of Rio Grande do Sul State, Southern Brazil Macrófitas aquáticas em áreas úmidas naturais e manejadas do Rio Grande do Sul, sul do Brasil

By Ana Silvia Rolon, Henrique Flores Homem and Leonardo Maltchik

Abstract

AIM: This study gathers the main results obtained from studies regarding dynamic of aquatic macrophyte community in natural and managed wetlands of Southern Brazil. We analyzed the aquatic macrophytes diversity in wetlands of Southern Brazil, the environmental factors that determine the structure of the aquatic macrophyte community in fragmented wetlands, the effects of floods on the dynamics of macrophytes, and the contributions to the rice field for the conservation of aquatic macrophytes; METHODS: The information was obtained from several researches carried in several spatial scales and different wetlands types over the last 10 years in Southern Brazil; RESULTS: The studies have reported the occurrence of approximately 250 species of aquatic macrophytes. Wetland area, habitat diversity, altitude and hydroperiod were determinant for macrophyte richness and composition in wetlands of Southern Brazil. Furthermore, flood events, long or short-term ones, are strongly associated to the structure of the aquatic macrophyte community. The rice field systems of Southern Brazil (crops and irrigation channel) shelter a representative number of species of macrophyte found at natural wetlands in this region. The agricultural practices adopted over rice cultivation cycle in the rice fields have influenced the macrophyte richness and biomass. The different hydrological management practices adopted after the harvesting period (presence or lack of water surface) did not influence the macrophyte richness and biomass, however it influenced the species composition; CONCLUSIONS: The increasing process of wetland degradation (e.g. fragmentation, flood control and rice field expansion) presents a threat to the conservation aquatic macrophyte species.<br>OBJETIVO: Este estudo reúne os principais resultados obtidos em trabalhos sobre a dinâmica da comunidade de macrófitas aquáticas em áreas úmidas naturais e manejadas do sul do Brasil. Nós analisamos a diversidade de macrófitas aquáticas do sul do Brasil, os fatores ambientais que determinam a estrutura da comunidade de macrófitas aquáticas nas áreas úmidas, o efeito das inundações na dinâmica da comunidade e a contribuição dos arrozais para a conservação das macrófitas aquáticas; MÉTODOS: As informações foram obtidas de vários trabalhos realizados em diversas escalas espaciais e diferentes tipos de áreas úmidas ao longo dos últimos 10 anos no sul do Brasil; RESULTADOS: Os estudos têm reportado a ocorrência de aproximadamente 250 espécies de macrófitas aquáticas. O tamanho da área úmida, diversidade de habitats, altitude e hidroperíodo foram determinantes para a riqueza e a composição de espécies em áreas úmidas do sul do Brasil. Além disso, os eventos de inundação, de longa ou curta duração, estão fortemente relacionados à estrutura da comunidade de macrófitas. Os sistemas orizícolas sul do Brasil (lavouras e canais de irrigação) abrigam um número representativo de espécies de macrófitas aquáticas encontradas em áreas úmidas naturais dessa região. As práticas agrícolas adotadas ao longo do ciclo de cultivo nos arrozais influenciaram a biomassa e a riqueza de macrófitas. As práticas de manejo adotadas no período pós-colheita (presença ou ausência de água superficial) não influenciaram a riqueza e a biomassa de macrófitas, mas influenciaram a composição de espécies; CONCLUSÕES: O aumento do processo de degradação das áreas úmidas (e.g. fragmentação, controle de inundações e expansão de arrozais) constitui uma ameaça a conservação das espécies de plantas aquáticas

Topics: planta aquática, diversidade, conservação, região Neotropical, aquatic plant, diversity, conservation, Neotropical region, Biology (General), QH301-705.5, Science, Q, DOAJ:Biology, DOAJ:Biology and Life Sciences, Ecology, QH540-549.5
Publisher: Associação Brasileira de Limnologia
Year: 2010
DOI identifier: 10.4322/actalb.02202003
OAI identifier: oai:doaj.org/article:08cd135bd63549599c8ba3319bea022f
Journal:
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • https://doaj.org/toc/2179-975X (external link)
  • https://doaj.org/toc/0102-6712 (external link)
  • http://www.scielo.br/scielo.ph... (external link)
  • https://doaj.org/article/08cd1... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.