Location of Repository

Prevalência dos hábitos de sucção não nutritiva e sua relação com a idade, gênero e tipo de aleitamento em pré-escolares da cidade de Araraquara Prevalence of nonnutritive sucking habits and their relationship to age, gender and type of feeding in preschool children from Araraquara-Brazil

By Karina Eiras Dela Coleta Pizzol, Samuel da Silva Montanha, Edson Tenca Fazan, Eloisa Marcantonio Boeck and Alessandra Nara de Souza Rastelli

Abstract

OBJETIVO: avaliar a prevalência dos hábitos de sucção não nutritiva presentes em crianças pré-escolares do município de Araraquara-SP, buscando conhecer melhor suas características, distribuição e relação com o aleitamento materno. MÉTODO: aplicação de um questionário enviado aos pais ou responsáveis. A amostra foi composta por 1371 crianças com idades entre seis meses e cinco anos, na qual 702 crianças (51,2%) apresentavam hábitos deletérios, num total de 812 hábitos relatados. RESULTADOS: de acordo com os resultados, os hábitos foram mais prevalentes no gênero feminino (55%) e na faixa etária entre seis meses e dois anos. O hábito mais comumente encontrado foi o de sucção chupeta (30%), seguido pela sucção de mamadeira (18,4%) e sucção digital (7,6%), não havendo associação entre o tipo de hábito e condição sócio-econômica. Das crianças participantes, 1.239 (90,4%) receberam aleitamento materno, sendo que o tempo de maior prevalência de amamentação foi entre seis meses e 12 meses (43%), não necessariamente de forma exclusiva, mas por um período igual ou superior ao preconizado pela OMS. CONCLUSÃO: houve associação entre o tempo de amamentação com a presença e o tipo de hábito, visto que as crianças que receberam o aleitamento natural por um período superior a 12 meses tenderam a não desenvolver hábitos deletérios. Os resultados comprovam que quanto maior é o tempo de amamentação, menor é a prevalência de hábitos.<br>PURPOSE: to evaluate the prevalence of nonnutritive sucking habits in preschool children from Araraquara-SP, seeking to better understand their characteristics, distribution and relation to breastfeeding. METHOD: application of a questionnaire sent to parents or guardians. The sample comprised 1371 children aged between 6 months and 5-year old, where 702 children (51.2%) had deleterious habits, from a total of 812 reported habits. RESULTS: the habits were more prevalent in women (55%) and aged between 6 months and 2 years. The most commonly found practice was sucking a pacifier (30%), followed by suction bottle (18.4%) and sucking (7.6%), there was no association between the type of habit and socioeconomic status. From the participating children, 1,239 (90.4%) were breastfed, and the length of breastfeeding was most prevalent between 6 months and 12 months (43%), not necessarily exclusive but for a period not less than the recommended by WHO. CONCLUSION: there was an association between duration of breastfeeding in the presence and type of habit, since children who received breastfeeding for a period exceeding 12 months tended not to develop harmful habits. The results show that the greater the duration of breastfeeding is, the lower becomes the prevalence of habits

Topics: Aleitamento Materno, Hábitos, Prevalência, Breastfeeding, Habits, Prevalence, Otorhinolaryngology, RF1-547, Medicine, R, DOAJ:Otorhinolaryngology, DOAJ:Medicine (General), DOAJ:Health Sciences, Philology. Linguistics, P1-1091, Language and Literature, P, DOAJ:Linguistics, DOAJ:Languages and Literatures
Publisher: CEFAC Saúde e Educação
Year: 2012
OAI identifier: oai:doaj.org/article:0a9bb9a9be6240d48f62ed11c969d3ec
Journal:
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • https://doaj.org/toc/1982-0216 (external link)
  • https://doaj.org/toc/1516-1846 (external link)
  • http://www.scielo.br/scielo.ph... (external link)
  • https://doaj.org/article/0a9bb... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.