Location of Repository

Perfil da assistência farmacêutica na atenção primária do Sistema Único de Saúde Pharmacist care in the Brazilian Primary Health Care System

By Aílson da Luz André de Araújo, Leonardo Régis Leira Pereira, Julieta Mieko Ueta and Osvaldo de Freitas

Abstract

Este artigo apresenta uma revisão e análise da assistência farmacêutica como parte integrante do sistema de atenção primária à saúde, no qual a qualidade do uso de medicamentos está diretamente relacionada à qualidade do serviço de saúde e aos elementos para a avaliação desta. As Unidades Básicas de Saúde constituem a principal porta de entrada do sistema de assistência à saúde estatal em nosso país. Entretanto, o vínculo do serviço farmacêutico está relacionado com o modelo curativo, centrado na consulta médica e pronto atendimento, com a farmácia apenas atendendo a essas demandas. A atividade de orientação aos usuários na farmácia das Unidades Básicas de Saúde torna-se praticamente impossível, pois na farmácia deságuam quase todas as mazelas do sistema de saúde, por estar no elo final do processo de atendimento. A solução do problema, no âmbito geral, não será simples, se mantida a forma como o serviço está estruturado, pois grande parte das pressões de demanda não depende do serviço de saúde em si, mas de políticas sociais inclusivas, as quais têm impacto direto nas condições de saúde da população. No âmbito específico, é fundamental que os gestores racionalizem a utilização dos medicamentos desde a prescrição até a utilização por parte do usuário.<br>This paper presents a review and analysis of Pharmacist Care as an integrated part of the Primary Health Care System, in which quality use of medicines is directly related to quality health service and to elements for its evaluation. In our country the Basic Health Units represent the main entrance to the public health care system. The pharmaceutical services however are still linked to the care model centered in medical consultation and emergency care, with the pharmacy just satisfying their needs. Provide orientation to the users of a Basic Unit pharmacy is almost impossible because nearly all sore spots of the health system end up at the pharmacy as the final step in the care process. The solution of the problem will not be easy if the present structure of the service is maintained. Great part of the pressure resulting from the demand does not depend on the health service itself but on inclusive social policies with direct impact on the health conditions of the population. Rational use of medicines from the prescriber to the user is fundamental in this specific environment

Topics: Assistência farmacêutica, SUS, Atenção primária, Pharmaceutical care, Brazilian Primary Health Care System, Primary care, Public aspects of medicine, RA1-1270, Medicine, R, DOAJ:Public Health, DOAJ:Health Sciences
Publisher: Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva
Year: 2008
DOI identifier: 10.1590/S1413-81232008000700010
OAI identifier: oai:doaj.org/article:1d13f10f32bc42e79f09a6a5259370da
Journal:
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • https://doaj.org/toc/1678-4561 (external link)
  • https://doaj.org/toc/1413-8123 (external link)
  • http://www.scielo.br/scielo.ph... (external link)
  • https://doaj.org/article/1d13f... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.