Location of Repository

Perfis de distribuição volumétrica de pontas XR 11003 e TXVK-4 em diferentes condições de pulverização Spray distribution patterns of the XR 11003 and TXVK-4 hydraulic nozzles under different conditions

By Fernando C. Bauer and Carlos G. Raetano

Abstract

Com o objetivo de avaliar a uniformidade da distribuição volumétrica e o efeito da angulação dos bicos na barra em pulverizações, foi conduzido experimento em laboratório, com dez unidades de cada uma das pontas de jato plano XR 11003 e de jato cônico vazio TXVK-4, fabricadas pela Spraying Systems Co. As pontas XR 11003 foram avaliadas, isoladamente, em mesa de prova para bicos construída conforme a Norma ISO 5682-1:1996, a 0,30; 0,40 e 0,50 m de altura, submetidas à pressão de 200 e 300 kPa e posicionadas com ângulos de 30º e 45º no sentido horário e anti-horário e na vertical; as pontas TXVK-4 foram avaliadas nas mesmas alturas, porém a 300 e 400 kPa, e somente na vertical. A distribuição média do volume coletado em cada configuração, das dez unidades de cada ponta, foi inserida num programa computacional, desenvolvido para o estudo, que permitiu a simulação do padrão de deposição de uma barra pulverizadora, com 24 bicos, com sobreposições variáveis, obtendo-se, ao final, o coeficiente de variação da sobreposição, o desvio- padrão e a média do volume aplicado. Os resultados sugerem a necessidade de ajustes no espaçamento entre bicos para a obtenção de melhor uniformidade na distribuição, principalmente quando se utiliza ângulo na barra; há menor influência da variação da altura da barra sobre a uniformidade da distribuição quando o espaçamento entre bicos é reduzido.<br>The objective of this study was to evaluate the uniformity of spray distribution as well as the angle effect of hydraulic nozzles in a spray boom. Ten units of flat fan nozzle XR 11003 and hollow cone TXVK-4 (Spraying Systems Co) were tested in a patternator table built in accordance to the standard ISO 5682-1:1996. Each one of the units was tested separately, at the height of 0.30, 0.40 and 0.50 m, at 200 and 300 kPa and angles of 30º and 45º , clockwise and counterclockwise and in the vertical position. TXVK-4 nozzles were tested at same heights but at 300 and 400 kPa and only in the vertical position. The mean of the collected spray volume distribution of each nozzle type tip was entered in a computer program developed. This program simulated the distribution pattern of 24 nozzles boom at different overlapping and calculated the coefficient of variation corresponding to each configuration. The results pointed out to the necessity of the adaptation in nozzles spacing especially if any angle is in use and that the distribution uniformity is less vulnerable to boom height variation at reduced nozzle spacing

Topics: ponta de pulverização, coeficiente de variação, ângulo de pulverização, nozzles, coefficient of variation, spray angle, Agriculture (General), S1-972, Agriculture, S, DOAJ:Agriculture (General), DOAJ:Agriculture and Food Sciences
Publisher: Sociedade Brasileira de Engenharia Agrícola
Year: 2004
DOI identifier: 10.1590/S0100-69162004000200015
OAI identifier: oai:doaj.org/article:562a2600ead341a9b2caaa2d152bbc6c
Journal:
Download PDF:
Sorry, we are unable to provide the full text but you may find it at the following location(s):
  • https://doaj.org/toc/0100-6916 (external link)
  • http://www.scielo.br/scielo.ph... (external link)
  • https://doaj.org/article/562a2... (external link)
  • Suggested articles


    To submit an update or takedown request for this paper, please submit an Update/Correction/Removal Request.