Portuguese Rehabilitation Nursing Journal

    Editorial - RPER v4n2

    No full text
    Nursing in general, Rehabilitation Nursing in particular and Environmental Sustainability Environmental Sustainability is a topic that concerns us every day. Are we actually having an appropriate behavior and even in small gestures is this concern present?We all have to make a big effort to change habits, with a particular focus on the health professions and their “environmental footprints”.Analyzing the daily lives of nurses in general in this perspective, we realize that there is a lot of room for improvement to avoid ecological disasters.How much waste do we manufacture daily? Can we change some practices? Do we properly sort waste and try to reduce its volumes? These are some of the issues that can make a difference in environmental impact.Rehabilitation Nurses, due to the essence of their practice, are professionals who are close to concepts such as reusing, reinventing, restoring, repairing and, without a doubt, with low-polluting natural resources.They use their hands and imagination. They take advantage of and sometimes invent simple instruments, with a low environmental footprint, to give back autonomy to the citizen.They are professionals who, in the essence of their activity, assess and plan according to the patient's potential, making the most of resources with a focus on their autonomy, calling for a healthier, more quality and more sustainable life.We all have goals to meet by 2030 to ensure a better world and ensure a quality future for our descendants. As health professionals, we have an obligation to introduce these concepts into our daily dynamics, as part of the quality of care. Education has an important role in this matter. Ecological issues must form an integral part of academic syllabus as well as training in a professional context.Here I leave you the challenge to investigate how to improve our practice in the ecological aspect, doing better with “conscious consumption”.I have no doubts that we, Rehabilitation Nurses, have the potential not only to rehabilitate the person but also their environment in an exemplary mission for society in general.I look forward to your contribution on how to reinvent Nursing practice in terms of environmental sustainability. Happy and Ecological Parties.   Kind regards,   Isabel Ribeiro  University Hospital Center of S. João, EPE, PortugalEnfermería en general, Enfermería de Rehabilitación en particular y Sostenibilidad Ambiental La Sostenibilidad Ambiental es un tema que nos preocupa todos los días. ¿Realmente estamos teniendo un comportamiento adecuado e incluso en pequeños gestos está presente esta preocupación?Todos tenemos que hacer un gran esfuerzo para cambiar los hábitos, con especial atención a las profesiones sanitarias y sus “huellas medioambientales”.Analizando la vida cotidiana de las enfermeras en general en esta perspectiva, nos damos cuenta de que hay mucho margen de mejora para evitar desastres ecológicos.¿Cuántos residuos producimos a diario? ¿Podemos cambiar algunas prácticas? ¿Clasificamos adecuadamente los residuos e intentamos reducir sus volúmenes? Estos son algunos de los problemas que pueden marcar la diferencia en el impacto ambiental.Las Enfermeras de Rehabilitación, por la esencia de su práctica, son profesionales cercanos a conceptos como reutilizar, reinventar, restaurar, reparar y, sin duda, con los recursos naturales poco contaminantes.Usan sus manos e imaginación. Aprovechan y en ocasiones inventan instrumentos sencillos, de baja huella ambiental, para devolver la autonomía al ciudadano.Son profesionales que, en la esencia de su actividad, evalúan y planifican según el potencial del paciente, aprovechando los recursos con un enfoque en su autonomía, abogando por una vida más sana, de más calidad y más sostenible.Todos tenemos metas que cumplir para 2030 para asegurar un mundo mejor y asegurar un futuro de calidad para nuestros descendientes. Como profesionales de la salud, tenemos la obligación de introducir estos conceptos en nuestra dinámica diaria, como parte de la calidad de la atención. La educación tiene un papel importante en este asunto. Las cuestiones ecológicas deben formar parte integral del programa académico, así como de la formación en un contexto profesional.Aquí les dejo el reto de investigar cómo mejorar nuestra práctica en el aspecto ecológico, haciéndolo mejor con el “consumo consciente”.No tengo ninguna duda de que las Enfermeras de Rehabilitación tenemos el potencial no solo para rehabilitar a la persona sino también a su entorno en una misión ejemplar para la sociedad en general.Espero su contribución sobre cómo reinventar la práctica de la enfermería en términos de sostenibilidad ambiental.   Fiestas felices y ecológicas.   Abrazo,   Isabel Ribeiro, Centro Hospitalar Universitário de S. João, EPE, PortugalEnfermagem em geral, Enfermagem de Reabilitação em particular e a Sustentabilidade Ambiental   Sustentabilidade Ambiental é um tema que nos inquieta todos os dias. Será que efetivamente estamos a ter um comportamento adequado e mesmo nos pequenos gestos esta preocupação está presente? Temos todos que fazer um grande esforço para mudar hábitos, com foco particular nas profissões da saúde e nas suas “pegadas ambientais”. Analisando nesta vertente o quotidiano dos enfermeiros em geral, percebemos que há muito espaço de melhoria para evitar desastres ecológicos. Quantos resíduos fabricamos diariamente? Podemos mudar algumas praticas? Fazemos uma separação correcta de resíduos e procuramos reduzir os seus volumes? Estas são algumas das questões que podem fazer diferença no impacto ambiental. Os Enfermeiros de Reabilitação pela essência da sua pratica,são profissionais que estão próximos de conceitos como reutilizar, reinventar, restaurar, reparar e sem duvida com recursos naturais pouco poluentes. Utilizam as mãos e a imaginação. Aproveitam e por vezes inventam instrumentos simples, de baixa pegada ambiental, para devolver a autonomia ao cidadão. São profissionais que na essência da sua atividade avaliam e planeiam de acordo com o potencial do doente, rentabilizando os recursos com o foco na sua autonomia, apelando a uma vida saudável, com mais qualidade e mais sustentável. Temos todos metas a cumprir até 2030 para garantir um mundo melhor e garantir um futuro com qualidade para os nossos descendentes. Como profissionais de saúde, temos obrigação de introduzir estes conceitos na nossa dinâmica diária sendo parte da qualidade assistencial. O ensino tem um papel relevante nesta matéria. As questões ecológicas devem fazer parte integrante dos conteúdos programáticos académicos bem como da formação em contexto profissional. Deixo-vos aqui o desafio para investigarem como melhorar a nossa pratica na vertente ecológica, fazendo melhor com “consumo consciente”. Não tenho dúvidas que nós, Enfermeiros de Reabilitação temos potencial não só para reabilitar a pessoa mas também o seu ambiente numa missão exemplar para a sociedade em geral. Fico a aguardar com a melhor expectativa, o vosso contributo sobre o modo como reinventar a prática da Enfermagem na vertente da sustentabilidade ambiental.   Festas Felizes e Ecológicas.   Abraço,   Isabel Ribeiro Centro Hospitalar Universitário de S. João, EPE, Portuga

    EDITORIAL

    Get PDF
    Passam dois anos desde o lançamento da Revista Portuguesa de Enfermagem de Reabilitação. Dois anos de um percurso que obrigou a dedicação e trabalho redobrados por parte de uma vasta equipa, mas dois anos de um percurso que conduziu a uma aprendizagem constante e frutífera. É com muito orgulho que o afirmo: estamos de parabéns; a Enfermagem de Reabilitação está de parabéns! Ao longo destes dois anos a qualidade dos artigos publicados é evidente. Para isto, muito tem contribuído a dedicação de um grupo profissional que investiga muitas vezes em circunstâncias adversas. A Pandemia que nos assola colocou a nu alguns dos problemas existentes no Serviço Nacional de Saúde em Portugal, com a necessidade de retirada de horas de cuidados especializados a enfermeiros especialistas e respetiva alocação dessas horas para cuidados de enfermagem gerais. Esta necessidade, para além de clara demonstração da falta de enfermeiros em alguns contextos, impediu que muitos cidadãos acedessem a cuidados de enfermagem de reabilitação e que se viram, assim, coartados de um direto constitucional de acesso equitativo a cuidados de saúde, particularmente de reabilitação, como definido no artigo 64º ponto 3.a) da Constituição da República Portuguesa. Quando o país precisou que os Enfermeiros de Reabilitação estivessem presentes, estivemos. Aguardamos a devida e merecida reciprocidade. Urge a definição clara, por parte das instituições de saúde, das horas específicas de cuidados de enfermagem de reabilitação. A par desta definição, de forma a criar um corpo de conhecimento próprio ainda mais forte, será determinante que nos próximos meses os enfermeiros de reabilitação sejam capazes de: Aumentar a investigação fora do contexto académico para atribuição de grau, com investigação específica aplicada aos contextos da prática clínica; Fomentar que a investigação de âmbito académico seja produzida nos contextos clínicos; Ver aprovados projetos de investigação de aplicação clínica; Aumentar ainda mais a produção científica e respetiva publicação em revistas científicas da especialidade.   Que o sucesso destes dois anos da Revista Portuguesa de Enfermagem de Reabilitação seja a rampa de lançamento para muitos mais anos de publicação de artigos de referência no âmbito das competências específicas da Enfermagem de Reabilitação

    Terapia vibro-oscilatória na reabilitação da função respiratória da pessoa com atelectasia pulmonar: Relato de Caso

    Get PDF
    Introduction: A person with pulmonary atelectasis can present significant changes in respiratory function, and a specialized rehabilitation intervention is essential to enhance the person's quality of life, optimize respiratory function, enable the person and respiratory symptom management.Objective: Evaluate the sensible gains of rehabilitation nursing care in optimizing the respiratory function of a person with a clinical diagnosis of pulmonary atelectasis using vibro-oscillatory therapy.Methodology: Descriptive case report study prepared in accordance with the guidelines of the CAse REports. Applied the nursing process using the Documentary Standard of Care of the Rehabilitation Nursing Specialty. A 73-year-old male, admitted to the pulmonology service with impaired respiratory function and impaired sputum capacity.Results: With the implementation of the Rehabilitation Nursing intervention program, gains were evidenced in the reduction of dyspnea, culminating in the person's discharge and reintegration into community.Conclusion: With the systematization and implementation of an individualized rehabilitation nursing care plan, it’s possible to record the effectiveness of interventions in controlling and reducing the person's dyspnea.Introducción: Una persona con atelectasia pulmonar puede presentar cambios importantes en la función respiratoria, que pueden comprometer su calidad de vida, y una intervención rehabilitadora especializada es fundamental para mejorar la calidad de vida de la persona, optimizar la función respiratoria, capacitar a la persona y manejar los síntomas respiratorios. Objetivo: Evaluar los beneficios sensibles de la atención de enfermería de rehabilitación en la optimización de la función respiratoria de una persona con un diagnóstico clínico de atelectasia pulmonar usando terapia vibro-oscilatoria. Metodología: Estudio descriptivo tipo reporte de caso elaborado de acuerdo con los lineamientos del CAse REports (CARE). Aplicó el proceso de enfermería utilizando el Estándar Documental de Atención de la Especialidad de Enfermería en Rehabilitación. Varón de 73 años, ingresado en el servicio de neumología con deterioro de la función respiratoria y deterioro de la capacidad de esputo. Resultados: Con la implementación del programa de intervención de Enfermería de Rehabilitación se evidenciaron avances en la reducción de la disnea, culminando con el alta de la persona y su reintegración a la comunidad. Conclusión: Con la sistematización e implementación de un plan de atención de enfermería rehabilitadora individualizada, es posible registrar la efectividad de las intervenciones en el control y reducción de la disnea de la persona.Introdução: A pessoa com atelectasia pulmonar pode apresentar alterações significativas na função respiratória, sendo de carácter imprescindível uma intervenção especializada de reabilitação com os objetivos de potenciar a qualidade de vida da pessoa, otimizar a função respiratória, capacitar a pessoa e gerir os sintomas respiratórios. Objetivo: Avaliar os ganhos sensíveis aos cuidados de enfermagem de reabilitação na otimização da função respiratória de uma pessoa com o diagnóstico clínico de atelectasia pulmonar com recurso a terapia vibro-oscilatória. Metodologia: Estudo descritivo do tipo relato de caso elaborado de acordo com as guidelines da CAse REports. Aplicado o processo de enfermagem com recurso ao Padrão Documental dos Cuidados da Especialidade de Enfermagem de Reabilitação. Pessoa do sexo masculino, com 73 anos de idade, admitido no internamento de pneumologia com alteração da função respiratória e capacidade de expetorar comprometida. Resultados: Com a implementação do programa de intervenção de Enfermagem de Reabilitação evidenciaram-se ganhos na diminuição da dispneia, culminando com a alta da pessoa e reinserção na comunidade. Conclusão: Com a sistematização e implementação de um plano de cuidados de enfermagem de reabilitação individualizado é possível registar a efetividade das intervenções no controlo e redução da dispneia da pessoa

    Enfermagem de Reabilitação: diferenciação na promoção da autonomia do idoso

    Get PDF
    Introduction: The promotion of autonomy, through the use of nursing interventions that promote physical, cognitive and social integration skills, are added competencies of nurses specialized in rehabilitation nursing, so it is important to realize whether these professionals invest in this area in their practices. Objectives: To identify and compare the perception of nurses who are specialists in rehabilitation nursing and nurses who are specialists in other specialty areas. Methodology: A descriptive, correlational, cross-sectional, quantitative study with non-probabilistic snowball sampling. For data collection, the Self-Assessment Scale of Elderly Autonomy was used between September and October 2020. Results: The sample consists of 151 specialist nurses, 72 specialists in rehabilitation nursing, and 79 specialists in other specialty areas. All specialist nurses promote the autonomy of the elderly with less visibility in the development of interventions for instrumental activities of daily living. It is perceived that the nurse specialist in rehabilitation nursing promotes more autonomy of the elderly on a broader scale (p <0.05), with a more significant difference concerning the development of physical and cognitive interventions (<0.001). Conclusion: All specialist nurses perceive that they promote the elderly's autonomy but have weaknesses in interventions that promote instrumental activities of daily living. The specialist nurses in rehabilitation nursing realize that they promote more autonomy for the elderly, probably due to the implementation of rehabilitation programs aimed at this promotion.Introducción: La promoción de la autonomía, mediante el uso de intervenciones de enfermería que promuevan las habilidades de integración física, cognitiva y social, son competencias agregadas de los enfermeros especializados en rehabilitación de enfermería, por lo que es importante darse cuenta de si estos profesionales invierten en esta práctica. Objetivos: Identificar y comparar la percepción de enfermeros especialistas en rehabilitación de enfermería y enfermeros especialistas en otras áreas de especialidad. Metodología: Estudio descriptivo, correlacional, transversal, cuantitativo con muestreo no probabilístico de bola de nieve. Para la recogida de datos se utilizó la Escala de Autoevaluación de la Autonomía del Anciano, entre septiembre y octubre de 2020 Resultados: Se trata de una muestra de 151 enfermeros especialistas, 72 especialistas en rehabilitación de enfermería y 79 especialistas de otras áreas de especialidad. Todas las enfermeras especializadas promueven la autonomía del anciano, sin embargo, con menor visibilidad en el desarrollo de intervenciones para actividades instrumentales de la vida diaria. Los enfermeros especialistas en rehabilitación en enfermería perciben mayor promoción de la autonomía del anciano en la escala total (p <0.05), con una mayor diferencia en relación al desarrollo de intervenciones físicas y cognitivas (<0.001). Conclusión: Todos los enfermeros especialistas perciben que promueven la autonomía del anciano, pero tienen debilidades en cuanto a intervenciones que promueven actividades instrumentales de la vida diaria. Los enfermeros especialistas en rehabilitación de enfermería perciben que promueven una mayor autonomía para los ancianos, probablemente debido a la implementación de programas de rehabilitación orientados a esta promoción.Introdução: A promoção da autonomia, através do recurso a intervenções de enfermagem que promovem a capacidade física, cognitiva e de integração social, são competências acrescidas dos enfermeiros especialistas em enfermagem de reabilitação, pelo que importa perceber se nas suas práticas estes profissionais, investem nesta promoção. Objetivos: Identificar e comparar a perceção dos enfermeiros especialistas em enfermagem de reabilitação e enfermeiros especialistas de outras áreas de especialidade. Metodologia: Estudo descrito-correlacional, transversal, quantitativo e com amostragem não probabilística em bola de neve. Para a colheita de dados foi utilizado a Escala de Autoavaliação da Autonomia dos Idosos, entre setembro e outubro de 2020. Resultados: Trata-se de uma amostra de 151 enfermeiros especialistas, 72 especialistas em enfermagem de reabilitação e 79 especialistas de outras áreas de especialidade. Todos os enfermeiros especialistas promovem a autonomia dos idosos, contudo, com menos visibilidade no desenvolvimento de intervenções de atividades instrumentais de vida diárias. Os enfermeiros especialistas em enfermagem de reabilitação percecionam promover mais a autonomia dos idosos no total da escala (p<0,05), verificando-se uma diferença maior em relação ao desenvolvimento de intervenções físicas e cognitivas (<0,001). Conclusão: Todos os enfermeiros especialistas percebem que promovem a autonomia do idoso, mas apresentam fragilidades em termos de intervenções que promovam atividades instrumentais de vida diária. Os enfermeiros especialistas em enfermagem de reabilitação percebem que promovem mais a autonomia dos idosos, provavelmente devido à implementação de programas de reabilitação voltados para essa promoção

    Reabilitação Respiratória em idosos, em contexto de cuidados agudos: Revisão Sistemática da Literatura

    Get PDF
    Introduction: The multiorgan changes present in the aging process associated with a disease situation can intensify the functional decline and cause greater cardiorespiratory frailty.Objectives: Identify interventions likely to improve respiratory performance and functional capacity in elderly people in an acute setting.Methodology: Systematic literature review according to the Joanna Briggs Institute protocol through research in scientific articles databases by the EBSCOhost platform, including articles published from 2015 to 2021, using the Medical Subject Heading.Results: After the search, 144 articles were found, of which seven responded to the defined inclusion criteria. Four randomized clinical trials, two prospective quasi-experimental studies and one cross-sectional study were identified.Conclusion: According to the authors of the studies included in the literature review, respiratory rehabilitation interventions, such as the breathing control technique, the use of devices to train the respiratory muscles, allowed for a reduction in fatigue, an increase in effort tolerance, the improvement of lung volumes and capacities, with favorable results in functional performance.Introducción: Los cambios multiorgánicos presentes en el proceso de envejecimiento asociados a una situación patológica pueden intensificar el deterioro funcional y provocar una mayor fragilidad cardiorrespiratoria. Objetivos: Identificar intervenciones que puedan mejorar el rendimiento respiratorio y la capacidad funcional en personas mayores en un entorno agudo. Metodología: Revisión sistemática de la literatura según el protocolo del Instituto Joanna Briggs a través de la investigación en bases de datos de artículos científicos por la plataforma EBSCOhost, incluyendo artículos publicados desde 2015 hasta 2021, utilizando el Medical Subject Heading. Resultados: Tras la búsqueda se encontraron 144 artículos, de los cuales siete respondieron a los criterios de inclusión definidos. Se identificaron cuatro ensayos clínicos aleatorios, dos estudios cuasiexperimentales prospectivos y un estudio transversal. Conclusión: Según los autores de los estudios incluidos en la revisión de la literatura, las intervenciones de rehabilitación respiratoria, como la técnica de control de la respiración, el uso de dispositivos para entrenar la musculatura respiratoria, permitieron una reducción de la fatiga, un aumento de la tolerancia al esfuerzo, la mejora de la volúmenes y capacidades pulmonares, con resultados favorables en el desempeño funcional.Introdução: As alterações multiorgânicas presentes no processo de envelhecimento associadas a uma situação de doença podem intensificar o declínio funcional e provocar uma maior fragilidade cardiorrespiratória. Objetivo: Identificar as intervenções suscetíveis de melhorarem o desempenho respiratório e a capacidade funcional nas pessoas idosas em contexto de agudização. Metodologia: Revisão sistemática da literatura segundo o protocolo Joanna Briggs Institute através de pesquisa nas bases de dados de artigos científicos pela plataforma EBSCOhost, sendo incluídos artigos publicados de 2015 a 2021, através da utilização dos Medical Subject Heading. Resultados: Após a pesquisa realizada foram identificados 144 artigos, dos quais sete respondiam aos critérios de inclusão definidos: quatro estudos clínicos randomizados, dois estudos prospetivos quase experimentais e um estudo de corte transversal. Conclusão: De acordo com os autores dos estudos incluídos nesta revisão da literatura, as intervenções de reabilitação respiratória, como a técnica de controlo da respiração e o uso de dispositivos para treino dos músculos respiratórios permitiram a redução da fadiga, o aumento da tolerância ao esforço e a melhoria dos volumes e das capacidades pulmonares, com resultados favoráveis no desempenho funcional

    Fadiga na pessoa com sequelas da COVID-19, uma proposta de reabilitação: Estudo de Caso

    Get PDF
    Background: COVID-19 can cause persistent sequelae, being fatigue the most described. Specialist nurses in rehabilitation nursing have specialized knowledge in the control and reduction of fatigue. Objective: It is intended to identify the gains sensitive to respiratory rehabilitation in the focus of ventilation and activity intolerance; analyze the effort tolerance in the person after infection with-COVID-19 and verify the effectiveness of the interventions of the specialist nurse in rehabilitation nursing in the control and reduction of fatigue in people with sequelae of COVID-19. Method: Case study with quantitative and qualitative data collection. We present the case of a person with post-COVID sequelae and muscle weakness acquired in intensive care, characterized by ineffective ventilation and activity intolerance. Results: The nursing process, integrated the respiratory rehabilitation recommendations of the Chinese Society of Rehabilitation Medicine. With 14 rehabilitation sessions, it was found: reduced fatigue, increased vital capacity, and increased distances covered and increased autonomy in performing ADLs. Conclusions: With the implementation of an individualized rehabilitation nursing care plan, it is possible to act in the control and reduction of fatigue in people with sequelae of COVID-19, providing health gains that are sensitive to the care of rehabilitation nursing care.Introducción: COVID-19 puede causar secuelas persistentes, siendo la fatiga la más descrita. Los enfermeros especialistas en rehabilitación de enfermería cuentan con conocimientos especializados en el control y reducción de la fatiga. Objetivo: Se pretende identificar las ganancias sensibles a la rehabilitación respiratoria en el foco de la ventilación y la intolerancia a la actividad; analizar la tolerancia al esfuerzo en la persona después de la infección por COVID-19 y verificar la efectividad de las intervenciones de la enfermera especialista en rehabilitación de enfermería en el control y reducción de la fatiga en personas con secuelas de COVID-19.. Método: Estudio de caso con recopilación de datos cuantitativos y cualitativos. Presentamos el caso de una persona con secuelas post-COVID y debilidad muscular adquirida en cuidados intensivos, caracterizada por ventilación ineficaz e intolerancia a la actividad. Resultados: Utilizando el proceso de enfermería integrando las recomendaciones de rehabilitación respiratoria de la Sociedad China de Medicina de Rehabilitación, con 14 sesiones de rehabilitación se encontró: reducción de fatiga, aumento de capacidad vital, aumento de las distancias recorridas y aumento de la autonomía en la realización de la ADL. Conclusiones: Con la implementación de un plan de atención de enfermería rehabilitadora individualizada, es posible actuar en el control y reducción de la fatiga en personas con secuelas de COVID-19, brindando ganancias en salud sensibles al cuidado de la enfermería rehabilitadora.Introdução: A COVID-19 pode causar sequelas persistentes, sendo a mais descrita a fadiga. Os enfermeiros especialistas em enfermagem de reabilitação são portadores de conhecimento especializado no controlo e redução da mesma. Objetivo: Pretende-se identificar os ganhos sensíveis à reabilitação respiratória no foco de ventilação e intolerância à atividade; analisar a tolerância ao esforço na pessoa após infeção com-COVID-19 e verificar a efetividade das intervenções do enfermeiro especialista em enfermagem de reabilitação no controlo e redução da fadiga em pessoas com sequelas de COVID-19. Método: Estudo de caso com recolha de dados quantitativos e qualitativos. Apresenta-se o caso de uma pessoa com sequelas pós-COVID e fraqueza muscular adquirida nos cuidados intensivos, caracterizada por uma ventilação ineficaz e intolerância à atividade. Resultados: O processo de enfermagem, integrou as recomendações de reabilitação respiratória da Sociedade Chinesa de Medicina de Reabilitação, com 14 sessões verificou-se: redução de fadiga, aumento da capacidade vital, aumento das distâncias percorridas e aumento da autonomia na realização das AVD. Conclusões: Com a implementação de um plano de cuidados de enfermagem de reabilitação individualizado é possível atuar no controlo e redução da fadiga em pessoas com sequelas da COVID-19, proporcionando ganhos em saúde sensíveis aos cuidados aos cuidados de enfermagem de reabilitação

    EDITORIAL

    Get PDF
    EDITORIAL Ao fim do segundo ano de edição da revista importa deixar alguns resultados desta experiência, que se pretende que cada novo número, venha a ser melhor e mais centrados nos objetivos desta área de intervenção. Sabemos que nem todos os enfermeiros de reabilitação têm refletido sobre a importância deste meio de divulgação para os seus trabalhos, não só na promoção de boas práticas, mas também, do desenvolvimento do conhecimento na área, logo alguma sustentação para a sua autoformação. Por outro lado, sabemos que há dificuldade em nos expormos quando escrevemos, até porque temos que ser humildes quando iniciamos uma proposta de publicação, pois outros vão ter olhares diferentes sobre o que nós consideramos o melhor.Temo-nos pautado por um esforço de encontrar credibilidade para a revista, por isso seguimos um processo de revisão cego e já temos ISSN desde a primeira revista e DOI desde a terceira o que torna a produção dos autores já acessível em outras bases de dados e assim com a possibilidade de referenciação maior.Quando olhamos para o publicado identificamos que temos em Artigo de Revisão integrativa 9,43%; Artigo de revisão sistemática20,75%; Artigo original 62,26%; Estudo teórico 1,89% e Relato de experiência profissional 5,66% , o que nos garante uma grande margem de crescimento considerando que apenas 28,30% dos primeiros autores têm a sua afiliação em escolas ou universidades e 71,70% são de instituições de saúde e ainda que 88,7% têm a sua origem em Portugal o restante de outos países.Queremos ser um contributo numa sociedade de conhecimento e de informação, para a consolidação do papel do enfermeiro especialista em reabilitação, enquanto detentor de competências acrescidas diferenciadas, não só nos conhecimentos específicos de que são detentores, mas também as suas habilidades e atitude na pratica profissional.Esperemos que cada Enfermeiro Especialista de Reabilitação se sinta convidado a partilhar neste espaço o seu conhecimento e a sua experiência para demonstrarmos que temos contributos significativos para as pessoas nos seus processos de promoção, prevenção e reabilitação dos estados de saúde de bem estar e de sucesso nas suas vidas. PROF. DOUTORA MARIA MANUELA MARTINS EDITORIAL Ao longo dos 4 números da Revista Portuguesa de Enfermagem de Reabilitação fica evidente a qualidade da produção científica produzida. Aliás, só com produção científica consistente, sólida e regular é que a profissão se afirma. Ao longo do tempo, entre pares, algumas expressões ganharam praticamente a dimensão de dogmas: que a investigação é difícil, que investigar é uma perda de tempo ou, ainda, que se podem obter resultados negativos. A Enfermagem de Reabilitação só se poderá continuar a afirmar pelo conhecimento produzido, pela prática baseada em evidência e pela resolução de problemas suscitada por inquietações. Sabemos que muito deste trabalho produzido tem sido como resultado de trabalhos desenvolvidos em contexto de obtenção de grau académico. Agora, todos os Enfermeiros de Reabilitação temos uma responsabilidade acrescida: o de desenvolver projetos de investigação em contexto da atividade profissional diária. Continuar a investigar é a demonstração da permanente insatisfação e da constante procura por respostas. Para isso, temos condições preferenciais para o continuar a fazer: resolvemos problemas todos os dias e utilizamos o método científico várias vezes ao longo dessa tomada de decisão. Para facilitar essa procura de respostas é importante sistematizar e objetivar as avaliações e as intervenções. Essa sistematização e objetivação pode passar pela apresentação de exemplos de boas práticas, por relatos de casos, por reflexões sobre as intervenções da profissão, por desenhos simples, de situações práticas que ajudem a responder a problemas de todos os dias ou, de forma mais elaborada, por ensaios clínicos randomizados que ajudem a validar determinado dispositivo ou intervenção. Se o foco estiver voltado para o método e não para o resultado, a produção de conhecimento novo em Enfermagem de Reabilitação será uma consequência natural. Por isso, será determinante continuar a desenvolver mais estudos nas áreas de competência específicas da Enfermagem de Reabilitação. ANDRÉ FILIPE MORAIS PINTO NOV

    Olhares sobre os processos formativos em Enfermagem de Reabilitação

    Get PDF
    Introduction: Over the last 50 years, postgraduate training within the scope of specialization in Rehabilitation Nursing has followed a path of technical and disciplinary development in order to anticipate societal challenges. In the last decade, we have had a training model in use that will be replaced by the training model published in March 2021 by the Portuguese Order of Nurses. Objective: To analyze the results related to the last decade of the training process considering the specific competences of specialist nurses in rehabilitation nursing. Methodology: Case study of mixed nature: quantitative for the results of the learning process and qualitative for the organizational processes. In the quantitative evaluation, the average scores were calculated from a 5-point Likert scale (where 1 represents the worst opinion and 5 the best opinion). Data were collected from public reports of specialization and master degree of a nursing education institution in the North of Portugal. Presentation and interpretation of results: Between the academic years 2009/2010 and 2019/2020, 289 students completed the Specialization course in Rehabilitation Nursing, and 64 students completed the Master's Degree in Rehabilitation Nursing. There is evidence of an approximation of the curricular units to the specific competences of Rehabilitation Nurses and an average assessment performed by students of 4 for interest, 3.7 for functioning and 4.2 for teachers. Conclusion: The results show the specialization course in rehabilitation nursing as a successful training and framed in the legislative articulations of the competences of specialists in rehabilitation nursing, as well as a very positive global average assessment of the learning processes.Introducción: Durante los últimos 50 años, la formación de posgrado en el ámbito de la especialización en Enfermería de Rehabilitación ha seguido un camino de desarrollo técnico y disciplinar para anticipar los desafíos de la sociedad. En la última década, hemos tenido un modelo de formación en uso que será sustituido por el modelo de formación publicado en marzo de 2021 por la Ordem dos Enfermeiros. Objetivo: Analizar los resultados relacionados con la última década del proceso de formación considerando las competencias específicas de los enfermeros especialistas en enfermería de rehabilitación. Metodología: Estudio de caso de carácter mixto: cuantitativo para los resultados del proceso de aprendizaje y cualitativo para los procesos organizacionales. En la evaluación cuantitativa, las puntuaciones medias se calcularon a partir de una escala Likert de 5 puntos (donde 1 representa la peor opinión y 5 la mejor opinión). Los datos se obtuvieron de informes públicos de un curso en una institución de educación de enfermería en el norte de Portugal. Presentación e interpretación de resultados: Entre los años académicos 2009/2010 y 2019/2020, 289 estudiantes completaron el curso de Especialización Post-Licenciatura en Enfermería de Rehabilitación y 64 estudiantes completaron el Máster en Enfermería de Rehabilitación. Se evidencia una aproximación de las unidades curriculares a las competencias específicas de las Enfermeras de Rehabilitación y una valoración media realizada por los alumnos de 4 por interés, 3,7 por funcionamiento y 4,2 por docente. Conclusión: Los resultados muestran el curso de especialización y el Máster en enfermería Rehabilitación como una formación exitosa y enmarcada en las articulaciones legislativas de las competencias de los especialistas en enfermería de Rehabilitación, así como una valoración media global muy positiva de los procesos de aprendizaje.Introdução: Nos últimos 50 anos, a formação pós-graduada no âmbito da especialização em Enfermagem de Reabilitação tem percorrido um trajeto de desenvolvimento técnico e disciplinar de forma a antecipar os desafios societais. Na última década tivemos um modelo de formação em uso que será substituído pelo modelo formativo publicado em março de 2021 pela Ordem dos Enfermeiros. Objetivo: Analisar os resultados relativos à última década do processo formativo considerando as competências especificas dos enfermeiros especialistas em enfermagem de reabilitação. Metodologia: Estudo de caso de natureza mista: quantitativa para os resultados do processo de aprendizagem e qualitativa para os processos organizativos. Na avaliação quantitativa, os scores médios, foram calculados a partir de uma escala de Likert de 5 pontos (onde 1 representa a pior opinião e 5 a melhor opinião). Os dados foram recolhidos a partir dos relatórios públicos de um curso de uma instituição de ensino de Enfermagem do Norte de Portugal. Apresentação e interpretação dos resultados: Entre os anos letivos 2009/2010 e 2019/2020 concluíram o curso de Pós-Licenciatura de Especialização em Enfermagem de Reabilitação 289 estudantes e o de Mestrado em Enfermagem de Reabilitação 64 estudantes. Realçam-se uma aproximação das unidades curriculares às competências específicas dos Enfermeiros de Reabilitação e uma avaliação média, realizada pelos estudantes, de 4 para o componente interesse, 3,7 para o componente funcionamento e 4,2 para o componente desempenho dos professores. Conclusão: Os resultados evidenciam que o curso de especialização e o mestrado em enfermagem de reabilitação são formações de sucesso, enquadradas nos articulados legislativos das competências dos especialistas em enfermagem de reabilitação, bem como realçam uma avaliação global média, dos processos de aprendizagem, muito positiva

    Exercício físico na pessoa com depressão: Revisão Sistemática da Literatura

    Get PDF
    Background: Depressive disorder is one of the most common forms of mental disorder and one of the greatest causes of health problems nowadays. There has been a need to combine the pharmacological approach with adjuvant treatment such as psychoterapy and physical exercise in the treatment of this disorder. Objective: To identify the benefits of physical exercise in the person with depressive disorder. Method: Systematic Review of Literature that was based on the recommendations of the Joanna Briggs Institute on PICO strategy and based on PRISMA, the research question raised was “What are the benefits of physical exercise in people with Depressive Disorder?”. The research was carried out using the electronic database platforms: EBSCOHost and B-on. Results: A sample of nine studies were included that fulfilled the eligibility and methodological quality criteria, where the type, volume, frequency and duration of the physical exercise practiced in each of the studies were described and analyzed. Conclusions: The results obtained allow us to conclude that regardless of the frequency, duration and intensity of physical exercise in depressive disorder, this decreases the depressive symptoms, improving also the physical fitness, the cognitive function and the well-being of the person with this disorder.Introducción: El trastorno depresivo es una de las formas más comunes de trastorno mental y una de las mayores causas de problemas de salud en la actualidad. Ha surgido la necesidad de aliar al tratamiento farmacológico, tratamientos adyuvantes tales como la psicoterapia y la práctica de ejercicio físico en este trastorno. Objetivo: Identificar cuales son los beneficios del ejercicio físico en una persona con un trastorno depresivo. Método: Revisión sistemática de la literatura, que utiliza las recomendaciones de Joanna Briggs Institute con la estrategia PICO y las recomendaciones PRISMA, se formuló la cuestión de investigación “ ¿cuáles son los beneficios del ejercicio físico en una persona con trastorno depresivo?” La búsqueda se realizó con recursos a plataformas de bases de datos electrónicas EBSCOhost y B-on. Resultados: Se incluyeron nueve estudios que cumplían los criterios de inclusión, y donde se describieron y analizaron el tipo, frecuencia y duración del ejercicio físico practicado en cada uno de los estudios. Conclusiones: Los resultados obtenidos permiten concluir que independientemente de la frecuencia, duración, volumen e intensidad de la práctica de ejercicio físico en el tratamiento depresivo, ésta disminuye los síntomas depresivos, mejorando también la forma física, función cognitiva y el bienestar de la persona con trastorno depresivo.Introdução: A depressão é das formas mais comuns de distúrbio mental e uma das maiores causas de problemas de saúde da atualidade. Tem surgido a necessidade de aliar ao tratamento farmacológico, tratamentos adjuvantes tais como a psicoterapia e a prática de exercício físico, no tratamento deste transtorno. Objetivo: identificar quais os benefícios do exercício físico na pessoa com depressão. Método: Revisão Sistemática da Literatura, que utiliza as recomendações do Joanna Briggs Institute na estratégia PICO e as recomendações PRISMA, foi formulada a questão de pesquisa “quais os benefícios do exercício físico na pessoa com transtorno depressivo?” A pesquisa foi realizada com recurso a plataformas de bases de dados eletrónicas EBSCOhost e B-on. Resultados: Foram incluídos nove estudos que cumpriam os critérios de inclusão, e onde se descreveram e analisaram o tipo, frequência, volume e duração de cada modalidade de exercício físico praticado em cada um dos estudos. Conclusões: Os resultados obtidos permitem concluir que independentemente da frequência, duração e intensidade da prática de exercício físico no transtorno depressivo, esta diminui os sintomas depressivos, melhorando também a forma física, função cognitiva e bem-estar da pessoa com transtorno depressivo

    Acessibilidade dos edifícios destinados à prática de desporto nas pessoas com deficiência - intervenção dos/as enfermeiros/as especialistas em reabilitação

    Get PDF
    Background: The nurse specialist in rehabilitation nursing is essential in the involvement of people with disabilities in sports practices. Its role is to intervene in deviations of health of the person and to evaluate the accessibility of the building. Objectives: Analyze architectural barriers in the building and analyze the differences taking into account the typology of the building and their location. Methodology: Quantitative paradigm of descriptive and transversal nature. A universe composed of 9 public sports buildings of a Municipality. The data collection instrument is an observation grid built from the legislation in force. The treatment of data using simple descriptive statistics and chi-square. Results: There are architectural barriers in buildings, but there have been no significant differences in accessibility conditions between pool and field buildings or between buildings located in the city or periphery Conclusion: In the municipality under study, people with disabilities have difficulty accessing suitable places to practice some sports activities. Rehabilitation nurses should evaluate the enclosures in relation to architectural barriers to make proper counseling and sensitization to the local authority in order to make it more inclusive.Enmarcado: El enfermero especialista en enfermería de rehabilitación es imprescindible en la participación de la persona con discapacidad en prácticas deportivas. Su papel es intervenir en desvíos de salud de la persona y aún evaluar las accesibilidades del edificado. Objetivos: Analizar las barreras arquitectónicas y comprobar si la tipología del edificio (con piscina y con campo) el la ubicación de los pueblos (ciudad y periferia) interfiere en las condiciones de accesibilidad. Metodología: Paradigma cuantitativo de naturaleza descriptiva y transversal. Universo compuesto por 9 edificios deportivos públicos de un Municipio. El instrumento de recolección de datos es una rejilla de observación construida a partir de la legislación vigente. El tratamiento de datos con la estadística descriptiva simple y chi-cuadrada Resultados: Existen barreras arquitectónicas en los edificios, pero no se observaron diferencias significativas con respecto a las condiciones de accesibilidad entre edificios con piscina y con campos ni entre edificios ubicados en la ciudad o periferia Conclusión: En el municipio en estudio las personas con discapacidad tienen dificultades de acceso a lugares adecuados para la práctica de algunas actividades deportivas. Las enfermeras de rehabilitación deben evaluar los recintos sobre las barreras arquitectónicas para hacer el debido asesoramiento y sensibilización ante el municipio, a fin de hacerla más inclusiva.Enquadramento: O/A enfermeiro/a especialista em enfermagem de reabilitação tem um papel fundamental no envolvimento da pessoa com deficiência em práticas desportivas. O seu papel é intervir em desvios de saúde da pessoa e ainda avaliar as acessibilidades do edificado. Objetivos: Analisar barreiras arquitetónicas no edificado e analisar as diferenças tendo em conta a tipologia do edifício e a localização dos mesmos. Metodologia: Paradigma quantitativo de natureza descritiva e transversal. Universo composto por 9 edifícios desportivos públicos dum Município Português. O instrumento de colheita de dados é uma grelha de observação construída a partir da legislação em vigor. O tratamento de dados fez-se com recurso a estatística descritiva simples e qui-quadrado. Resultados: Existem barreiras arquitetónicas nos edifícios como escadas com degraus e corrimãos inadequados, instalações sanitárias com lavatórios e sanitas sem alturas corretas, entre outras, mas não se verificaram diferenças significativas relativamente às condições de acessibilidade entre edifícios com piscina e com campos nem entre edifícios localizados na cidade ou periferia.  Conclusão: No município em estudo as pessoas com deficiência têm dificuldades de acesso a locais adequados para a prática de algumas atividades desportivas. As/os enfermeiros/as de reabilitação devem avaliar os recintos relativamente às barreiras arquitetónicas para fazer o devido aconselhamento e sensibilização junto da autarquia, a fim de a tornar mais inclusiva
    Portuguese Rehabilitation Nursing Journalis based in PT
    Access Repository Dashboard
    Do you manage Portuguese Rehabilitation Nursing Journal? Access insider analytics, issue reports and manage access to outputs from your repository in the CORE Repository Dashboard! CORE Repository Dashboard!