Repositório Digital IPBeja

    Os impactos da institucionalização para a saúde mental das pessoas idosas

    Get PDF
    Esta investigação tem como objetivo geral investigar as consequências da institucionalização para a saúde mental das pessoas idosas. Considerando diversas perspetivas teóricas, este estudo propõe-se analisar e discutir os efeitos da institucionalização na saúde mental do idoso e contribuir com a busca de alternativas para se repensar o processo de institucionalização e as práticas utilizadas pelas várias instituições que trabalham nesta problemática. Este estudo consiste numa investigação de carácter exploratório, do tipo quantitativo, realizado através de uma amostra por conveniência de vinte e cinco participantes, Os participantes nesta investigação tinham idades compreendidas entre os 55 e 95 anos, situando-se a maioria entre os 70-80 anos, sendo que catorze são do sexo feminino e onze do sexo masculino. Todos eles eram à data da investigação, utentes do Centro de dia da Associação de Beneficência de Pedrogão do Alentejo. Como instrumento de recolha de dados, aplicou-se um inquérito de avaliação psicossocial e um questionário de avaliação de bem-estar subjetivo Deste modo, conclui-se que por motivos sociais ou de saúde as pessoas idosas passam várias horas do dia sozinhas. Neste âmbito, o Centro de Dia vem dar resposta a esta situação, verificando-se uma melhoria considerável da saúde mental nos seus utilizadores. No entanto, o idoso ao ser institucionalizado, ainda que parcialmente, por vezes tem um sentimento de inadaptação ao novo meio, perda de objetivos de vida, afastamento dos familiares e amigos, fazendo surgir sentimentos de solidão, de inutilidade e falta de motivação. Perante este cenário, propôs-se um projeto de intervenção que vise realizar atividades que desenvolvam o equilíbrio sócio-emocional, as relações interpessoais e a inserção no meio sociocultural, promovendo a inovação e novas descobertas na perspetiva da formação ao longo da vida, valorizando capacidades e competências que reforcem a auto-estima e auto-confiança do idoso

    A new approach to walking in place

    Get PDF
    14th IFIP TC 13 International Conference, Cape Town, South Africa, September 2-6, 2013, Proceedings, Part IIIWalking in Place (WIP) is an important locomotion technique used in virtual environments. This paper proposes a new approach to WIP, called Speed-Amplitude-Supported Walking-in-Place (SAS-WIP), which allows people, when walking along linear paths, to control their virtual speed based on footstep amplitude and speed metrics. We argue that our approach allows users to better control the virtual distance covered by the footsteps, achieve higher average speeds and experience less fatigue than when using state-of-the-art methods based on footstep frequency, called GUD-WIP. An in-depth user evaluation with twenty participants compared our approach to GUD-WIP on common travel tasks over a range of short, medium and long distances. We measured task performance using four distinct criteria: effectiveness, precision, efficiency and speed. The results show that SAS-WIP is both more efficient and faster than GUD-WIP when walking long distances while being more effective and precise over short distances. When asked their opinion via a post-test questionnaire, participants preferred SAS-WIP to GUD-WIP and reported experiencing less fatigue, having more fun and having a greater level of control when using our approach

    Caracterização das habilidades motoras fundamentais em crianças do 1º ciclo do ensino básico público do Baixo Alentejo

    Get PDF
    Introdução: Nas últimas décadas o desempenho das habilidades motoras nas crianças tem vindo a decrescer. Além deste facto, a subestimação do papel da atividade física e as baixas oportunidades de prática de atividade diária resultam em menores oportunidades de aprendizagem das habilidades motoras fundamentais. As evidencias cientificas revelam que a proficiência na realização das habilidades motoras fundamentais é um fator fundamental na realização de habilidades motoras complexas, participação em jogos, em desportos e atividades desportivas recreativas, e está relacionada com uma maior probabilidade de um estilo de vida ativo. Apesar das evidências apresentadas, em Portugal são escassos os estudos que caraterizam as habilidades motoras fundamentais, com recurso a um instrumento estandardizado, que seja utilizado internacionalmente e cujos dados possam ser comparados. Objetivo: Este estudo teve como objetivo geral caracterizar as habilidades motoras fundamentais, especificamente as habilidades motoras de locomoção e de controlo de objetos, de crianças do 1º ciclo do Ensino Básico Publico do Baixo Alentejo, inseridas no “Projeto Lancheira Sorriso em Movimento”. Métodos: Estudo transversal, quantitativo, que decorreu entre o ano de 2015 e 2016, com uma amostra de 417 crianças (214 raparigas e 203 rapazes, Midade=6,9 ± 0,5 anos) do 1º ciclo do Ensino Básico do distrito de Beja. O estudo contou com a participação de uma vasta equipa multidisciplinar, liderado pela Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo de Portugal onde, entre outros aspetos, foram avaliadas nas habilidades motoras fundamentais. Para a avaliação das habilidades motoras fundamentais recorreu-se à bateria Test of Gross Motor Development, Second Edition (Ulrich, 2000). Para a análise, descritiva e inferencial, dos dados recorreu-se ao SPSS, versão 24.0 para o Windows. O nível de significância foi colocado a 5% (p<0.05). Resultados: Através dos estudos consultados verificamos que existe um grande défice no que diz respeito à prática de atividade física, que por sua vez vai influenciar o desenvolvimento das HMF e valores mais baixos no desenvolvimento das HMF. O estudo implementado revelou que as crianças do Baixo Alentejo apresentam elevada proficiência ao nível das habilidades de locomoção e no sentido inverso apresentam níveis baixos nas habilidades de controlo de objetos. A baixa proficiência das habilidades de controlo de objetos é mais evidente, facto também evidenciado por uma idade motora equivalente inferior à idade cronológica. Conclusões: É importante fomentar a prática de atividade física, com foco no desenvolvimento das habilidades motoras fundamentais, mais concretamente as habilidades de controlo de objetos. O desenvolvimento de oportunidades de prática e a criação de experiências motoras deve ser dirigido a todas as crianças, mas, neste caso particular, ajustada em concreto ao género feminino

    Promoção da saúde mental em gerontes através da educação social: estamos juntos no caminho para a inclusão

    Get PDF
    O presente trabalho consiste num estudo caso e procura compreender “De que forma a Educação Social promove a Inclusão Social e Saúde Mental, das gerontes da ULDM (Unidade de Longa Duração e Manutenção). Insere-se no âmbito de uma investigação ação. A recolha de dados foi realizada através de técnicas de investigação, tais como: pesquisa documental, observação direta, conversas informais, entrevistas semidiretivas ou semiestruturadas, instrumentos de avaliação psicológica e de avaliação do nível de independência do sujeito para a realização de dez Atividades Básicas de Vida Diária (ABVD). Para realizar o estudo contou-se com a participação de quatro idosas, ambas do sexo feminino, com idades compreendidas entre os 65 e os 94 anos. Os instrumentos de avaliação utilizados foram: a entrevista semiestruturada sobre saúde mental e bem-estar em gerontes (Faria, et al, 2012, citado em Saturnino, Cruz & Faria, 2013), o Inventário de Saúde Mental adaptado do Mental Health Inventory (MHI; adaptado por Ribeiro, 2001) e a Escala modificada de Barthel (Apóstolo, 2012). Com a entrevista semiestruturada sobre saúde mental e bem-estar em gerontes (Faria, et al, 2012) recolheram-se os dados sociodemográficos; relativos ao historial de saúde; às dificuldades funcionais do sujeito; ao apoio social percecionado; à atividade; ao estado de saúde mental e à perceção de envelhecimento. Assim verificou-se que o envelhecimento das idosas não está a decorrer de forma ativa e bem-sucedida. Na aplicação do Inventário de Saúde Mental, duas utentes não apresentam sintomatologia, uma apresenta sintomas moderados com valores indicadores de depressão e a outra utente apresentou resultados totais de sintomas graves, apresentando valores indicativos de carência de afeto positivo, laços emocionais o que resulta na baixa pontuação a nível do bem-estar positivo. Porém, também este fator contribui para que o distress, a perda de controlo emocional/ comportamental apresentem um valor baixo. Na Escala modificada de Barthel a primeira pessoa apresenta uma dependência total. A segunda utente uma dependência severa. Por sua vez a terceira utente mostrou uma pontuação total de 51 pontos apontando para uma dependência entre os 51 e 75 pontos. A quarta utente revela uma pontuação total de 58 pontos apontando também para uma dependência entre os 51 e 75 pontos. Através dos dados recolhidos foi possível compreender o quanto importante é promover a Inclusão Social e a Saúde Mental, num momento em que as perdas a nível físico e psicológico influenciam tanto o bem-estar e a qualidade de vida. Para que fosse possível a obtenção de um maior conhecimento sobre a ULDM e sobre o trabalho que lá é desenvolvido, foram feitas cinco entrevistas semidiretivas ou semiestruradas à Direção Técnica/Assistente Social, ao Administrador, ao Enfermeiro, à Psicóloga e ao segundo Administrador/Diretor Clínico/Médico Fisiatra, para que fosse possível recolher mais informação sobre o objeto de estudo. Tendo como base os resultados do trabalho de investigação realizado e no sentido de ultrapassar as necessidades construi-se um projeto denominado de “Estamos Juntos no Caminho para a Inclusão” que tem como objetivo a Promoção da Inclusão Social e a Saúde Mental dos gerontes da ULDM através da Educação Social

    A necessária especificidade da avaliação de desempenho das Instituições de Ensino Superior Politécnico

    Get PDF
    No domínio da especificidade de atuação das Instituições de Ensino Superior (IES) com matriz dita mais profissionalizante ou tecnológica, nas quais se inserem as Universidades de Ciências Aplicadas (na Europa) ou as Universidades Tecnológicas (nos EUA), são vários os autores que defendem que o sistema de avaliação de desempenho centrado nas métricas tradicionais de valoração da citação científica é insuficiente. Tendo em conta os relatórios da OCDE (2006) e da ENQA (2006), e ulteriores estudos desenvolvidos no quadro da reforma do ensino superior encetada pelo atual governo, é consensual reconhecer o carácter específico e distintivo da missão e atuação do Ensino Superior Politécnico. O interesse desta comunicação é o de realçar que a especificidade das missões das IES, assim como, o contexto territorial em que se enquadram, devem ser marcadores obrigatórios a considerar na definição dos seus indicadores de avaliação de desempenho. Centramos a reflexão em torno da defesa e apresentação de indicadores transversais. Os indicadores de avaliação propostos permitem, por agregação sucessiva, tipificar e caracterizar a performance das IES nas atividades que distinguem e tipificam o perfil de ação do Ensino Superior Politécnico

    Condão e sedução: a arte de (fazer) ler

    Get PDF
    No branco do sul as cores dos livros: 5.º encontro sobre literatura para crianças e jovens: atas, Beja (Portugal), organização da Escola Superior de Educação. Instituto Politécnico de Beja, fevereiro 20-21, 2003

    O humor na Lij: leituras cúmplices

    No full text
    No branco do sul as cores dos livros: encontro sobre literatura para crianças e jovens: atas, Beja (Portugal), organização da Escola Superior de Educação. Instituto Politécnico de Beja, 2005/06

    O conto infantil no século XXI: novas tecnologias e valores emergentes

    Get PDF
    No branco do sul as cores dos livros: encontro sobre literatura para crianças e jovens: atas, Beja (Portugal), organização da Escola Superior de Educação. Instituto Politécnico de Beja, 2005/06

    Ecotoxicological efficiency of advanced ozonation processes with TiO2 and black light used in the degradation of carbamazepine

    Get PDF
    The aim of the present study was to evaluate the ecotoxicological efficiency of two advanced ozonation processes (AOzPs), the catalytic ozonation (O3/TiO2) and the photocatalytic ozonation (O3/TiO2/black light), in the remotion of carbamazepine. The ecotoxicological efficiency was assessed through the use of lethal and sublethal assays with species Vibrio fischeri and Daphnia magna. Results demonstrated that the AOzPs presented an efficiency of carbamazepine removal higher than 99% (carbamazepine < 2 μg/L) after 12 min of treatment. Relatively to ecotoxicological evaluation, application of acute assay to V. fischeri and chronic assay to D. magna allowed us to highlight that these technologies may form some transformation products that induce toxicity in the bacteria and the crustacean, once these organisms exposed to the undiluted solutions (100%) showed a decrease in the bioluminescence (vibrio) and end up dying before and during the first reproduction (daphnia). Despite that, when the chronic results obtained with the diluted solutions (50 and 25%; important to assess a more realistic scenario considering the dilution factor at the environment) were analyzed, no mortality at the mothers was observed. Compared to a carbamazepine solution (200 μg/L), diluted solutions improved of the reproduction parameters, and no toxic effects in the juvenoid system and in the embryonic development were observed. Relatively to the ecdysteroid effect of a carbamazepine solution (200 μg/L), only the photocatalytic ozonation treatment was able to remove the action of the drug. These results highlight the importance of complementing chemical analysis with ecotoxicological bioassays to assess the best technology to improve the surface water and effluent quality

    Capacitação de crianças com dificuldades intelectuais para práticas alimentares saudáveis

    Get PDF
    Dissertação de Mestrado em Educação especial no domínio cognitivo e motor. Instituto Politécnico de Beja. Escola Superior de Educação, 2014A obesidade é considerada pela Organização Mundial de Saúde uma epidemia do século XXI. Existe evidência científica suficientemente forte que associa práticas alimentares à obesidade. Os estudos acerca dos hábitos alimentares entre a população com necessidades educativas especiais escasseiam, em Portugal. Este trabalho parte do pressuposto que a capacitação de pessoas com dificuldades intelectuais contribui favoravelmente para as suas escolhas alimentares. Desenvolveu-se com seis alunas institucionalizadas, do 3.º ciclo do Ensino Básico, com dificuldades intelectuais, de um agrupamento de escolas do distrito de Portalegre, no ano letivo de 2013/2014. Fez-se avaliação antropométrica e observação não participante dos Sujeitos, relativamente aos seus hábitos e às suas práticas alimentares, em ambiente escolar. A análise da informação permitiu elaborar um plano de capacitação para escolhas alimentares saudáveis, desenvolvido em função da especificidade de cada Sujeito. Os resultados apontam para uma alteração nos comportamentos alimentares no período imediatamente decorrente à implementação do programa de capacitação
    Repositório Digital IPBejais based in PT
    Repository Dashboard
    Do you manage Repositório Digital IPBeja? Access insider analytics, issue reports and manage access to outputs from your repository in the CORE Repository Dashboard!