research

Influência de diferentes concentrações de óxido de bismuto na solubilidade e desintegração do cimento portland branco

Abstract

TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Curso de Odontologia.O MTA apresenta como radiopacificador o óxido de bismuto (Bi2O3), que tem recebido criticas por não participar da presa do material e torná- lo mais poroso. Por apresentar composição química semelhante e menor preço, o cimento Portland tem substituído o MTA nas pesquisas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a solubilidade e desintegração do cimento Portland branco com diferentes concentrações de Bi2O3 (10, 15, 20 e 30%). Foram utilizados 12 anéis de teflon, com 4 mm de espessura e 12 mm de diâmetro, preenchidos com os cimentos. Após a presa, as amostras foram pesadas (peso hidratado inicial = PH0) e depois de 24 h, em dessecador, foram pesadas novamente (peso desidratado inicial = PD0). Em seguida as amostras foram divididas e imersas em água deionizada por 7 e 30 dias. Passados os períodos, os mesmos procedimentos foram realizados obtendo novos pesos (PH7d, PD7d, PH30d e PD30d). A solubilidade e esintegração dos cimentos corresponderam à perda de massa identificada pelo peso de cada amostra, expressa como percentual de peso perdido em comparação ao peso original. Para analise estatística foi empregado o teste ANOVA two-way, em cada período, e o de Tukey HSD para localizar as diferenças entre os grupos (a=5%). Não foi observado desintegração dos cimentos. Houve diferença entre os grupos na avaliação de 7 dias (hidratados e desidratados) e entre os períodos para o cimento Portland puro quando pesado desidratado (p<0,05). Apesar de haver diferença estatística na solubilidade dos cimentos aos 7 dias, todos apresentaram comportamento semelhante após 30 dias de armazenamento em água

    Similar works