research

Diversidade e adversidade urbana, uma oportunidade de retorno da atividade agrícola em meio urbano. O caso estudo de Évora

Abstract

A expansão dos perímetros urbanos determinou a prática de transformação de solo rural em solo urbano, fazendo aumentar, entre outros, as áreas impermeabilizadas e a dispersão e fragmentação funcional e espacial. Évora não foi exceção. Atualmente, muitas das áreas previstas para habitação, terciário e indústria estão expectantes e/ou abandonadas ou em processo de decadência. Em contraponto, assiste-se a uma nova procura de funções em meio urbano, nomeadamente as designadas hortas sociais ou urbanas. Pretende-se observar tais dinâmicas, analisando os solos agrícolas envolventes ao recinto muralhado de Évora (potenciais solos Reserva Agrícola Nacional) e quantificam-se as áreas que, nessa categoria e nesse perímetro, passaram de solo rural para solo urbano. Comparam-se ainda estas áreas com as previstas para responder à procura das referidas hortas. Este análise leva a uma proposta de reconversão funcional de muitas áreas construídas bem como ao retorno às funções produtivas, ligadas à atividade agrícola em meio urbano

    Similar works