Conhecimento, legitimidade e formação na intersecção dos mundos do trabalho

Abstract

The objective of the article is to problematize the conception of the relationships between the world of work and training. It ends with a 'provisional order' of knowledge that are mobilized in the various spheres of work(s). The article starts with a brief characterization of the structure of paid work in Argentina, which is the legitimate reference to the knowledge for the work force; secondly, an approach to the diversity of worlds of work (paid, domestic and community) is organized where relationships and ways of knowing in production are developed; in the third step, the tensions between hierarchies of knowledge and production processes are presented whereof, in the following section, the intersections between spheres of work and the crossing of knowledge between them are elaborated; it ends with a provisional ordering of types of knowledge in relation to the different worlds of work.El artículo pretende problematizar la conceptualización sobre las relaciones entre mundo del trabajo y formación. El recorrido concluye en un ‘ordenamiento provisorio’ de saberes que se movilizan en las diversas esferas del(os) trabajo(s). El artículo comienza con una breve caracterización de la estructura del trabajo remunerado en Argentina, el cual es la referencia legitimada de saberes de la fuerza de trabajo; en segundo lugar se organiza un modo de aproximarse a la diversidad de mundos del trabajo (remunerado, doméstico y comunitario) donde se despliegan relaciones y formas de saber en la producción; en el tercer paso se expone las tensiones entre jerarquías de saberes y procesos productivos, a partir de lo cual, en la sección siguiente se elaboran las intersecciones entre esferas de trabajo y el atravesamiento de saberes entre ellas; se finaliza, con un ordenamiento provisorio de tipos de saberes en relación con los diversos mundos del trabajo.O artigo tem como objetivo problematizar a conceituação das relações entre o mundo do trabalho e a formação. A viagem termina numa 'ordenação provisória' de conhecimentos que são mobilizados nas diversas esferas de trabalho(s). O artigo começa com uma breve caracterização da estrutura do trabalho remunerado na Argentina, que é a referência legítima de conhecimento da força de trabalho; Em segundo lugar, organiza-se uma forma de abordagem à diversidade de mundos do trabalho (remunerado, doméstico e comunitário) onde se desenvolvem relações e formas de conhecer na produção; Na terceira etapa, são expostas as tensões entre hierarquias de conhecimento e processos produtivos, a partir das quais, na seção seguinte, são elaboradas as intersecções entre esferas de trabalho e o cruzamento de saberes entre elas; Termina com uma organização provisória de tipos de conhecimento em relação aos diversos mundos do trabalho

    Similar works