Nível de disclosure nos relatórios de sustentabilidade em conformidade com o Global Reporting Initiative (GRI)

Abstract

Objetivo: Analisar o nível de disclosure nos relatórios de sustentabilidade em conformidade com o Global Reporting Initiative (GRI), por meio de um estudo descritivo, com análise documental e procedimento quantitativo. Metodologia: A população da pesquisa compreendeu todas as empresas listadas na B3 que publicaram os relatórios de sustentabilidade por meio dos seus respectivos sites, nos anos de 2015 a 2020, sendo a amostra composta por 103 empresas. Resultados: O estudo aponta que o grupo de indicadores do perfil organizacional apresentou maior média de evidenciação com 96,34%. Sob outra perspectiva, os grupos de itens relacionados à presença no mercado, práticas de segurança, direito dos povos indígenas e marketing e rotulagem apresentaram o menor índice de evidenciação 26,10%. Conclui-se que à medida em que há maior complexidade nos itens relacionados aos indicadores dos relatórios de sustentabilidade em conformidade ao modelo GRI, é reduzido o nível de evidenciação pelas empresas. Desta forma, a complexidade das informações de determinados itens está relacionada à probabilidade de não divulgação. Contribuições do estudo: Diante disso, neste estudo foram analisados todos os indicadores tanto de maior quanto de menor complexibilidade, podendo destacar que a medida em que há maior complexidade e esforço por parte das empresas nos itens relacionados aos indicadores dos relatórios de sustentabilidade em conformidade ao modelo GRI, a um menor nível de evidenciação pelas empresas. Desta forma, a complexidade das informações de determinados itens é relacionada à probabilidade de não divulgação

    Similar works