A morte de Ana Bolena, rainha de Inglaterra

Abstract

Em 19 de Maio de 1536 a rainha Ana Bolena, 2ª mulher de Henrique VIII, foi decapitada na Torre de Londres, acusada de traição, adultério, incesto e feitiçaria. Dois dias antes tinham sido supliciados cinco cortesãos igualmente condenados por traição ao rei, entre os quais o irmão da rainha. Estes trágicos acontecimentos culminavam um tumultuoso processo político e diplomático iniciado em 1527, quando Henrique VIII solicitou à Santa Sé a declaração de nulidade do seu casamento com Catarina de Aragão, decisão que precipitou a ruptura com Roma e conduziu à fundação de uma nova Igreja da qual o chefe supremo era o próprio monarca. Estes acontecimentos foram testemunhados por um português em Londres. Do conjunto de cartas que se sabe ter enviado a um nobre em Portugal, uma delas, que aqui publicamos, relata circunstanciadamente a morte de Ana Bolena, testemunho inédito, e um dos mais completos testemunhos coevos, de um momento-chave da história de Inglaterra

    Similar works