research

Presença feminina na atividade voluntária : uma leitura a partir da bioética

Abstract

O artigo trata do significado atribuído à presença feminina majoritária em associações voluntárias. Esta é uma das temáticas que emergiu de pesquisa de doutorado, que teve como objetivo conhecer as motivações para o exercício do voluntariado e propor a solidariedade crítica como valor no campo da bioética e referência aos que exercem a atividade voluntária. A atividade voluntária como alvo que especifica uma atividade eminentemente feminina, tem a ver com as construções de voluntariado que pautaram a história. O enfrentamento e a desconstrução da visão e do papel assistencial atribuído ao voluntariado e a introdução do modelo orgânico de voluntariado implicam o reconhecimento da atividade voluntária no seu papel social, independente do sujeito, masculino ou feminino, que o pratica.The article addresses the meaning ascribed to the prevalent female presence in volunteer associations. This is a topic that emerged from one doctorate research, of which the purpose was to determine the motivations for volunteering and propose critical solidarity as a value in the field of bioethics and a guideline for those who participate in voluntary activities. The voluntary work as a target that outlines an eminently female activity is related to volunteering constructs pervading history. Dealing with and deconstructing the view and the assisting role attributed to volunteering and the introduction of an organic volunteering model imply the acknowledgment of voluntary work in its social role, regardless of the volunteer´s gender, male or female

    Similar works