research

Compreendendo a experiência do cuidador de um familiar com câncer fora de possibilidade de cura

Abstract

Este estudo buscou compreender a experiência do cuidar de um familiar com câncer fora de possibilidade de cura. Trata-se de estudo de abordagem qualitativa. Participaram cinco cuidadores familiares de pacientes oncológicos fora de possibilidade de cura, internados em um Hospital do interior de São Paulo. Os dados foram coletados no período de outubro a janeiro de 2009/2010, por meio de entrevistas, e utilizou-se análise de conteúdo. Identificaram-se as categorias: Motivo para ser cuidador; Mudanças com o papel de cuidador; Ambiente para morte; Sentimentos gerados no ser cuidador; e Redes de apoio para o cuidador. O presente estudo possibilitou a compreensão dos cuidadores familiares no seu contexto histórico e sociocultural que é particular, relativo e condicional. Observou-se que o cuidador familiar precisa ser alvo de atenção da equipe de saúde, incluindo o significado atribuído à doença e tratamento paliativo para o planejamento da assistência da unidade familiar na fase final da vida

    Similar works