1 research outputs found

    AVALIA√á√ÉO DA CAPACIDADE DE AUTOCICATRIZA√á√ÉO DE ARGAMASSAS ESPECIAIS CONTENDO ADI√á√ēES POZOL√āNICAS E AGENTES BIOL√ďGICOS INCORPORADOS EM CASCA DE ARROZ

    Get PDF
    Disserta√ß√£o apresentada ao Programa de P√≥s-Gradua√ß√£o em Engenharia Civil da Universidade Federal da Integra√ß√£o Latino-Americana, como parte integrante dos requisitos para obten√ß√£o do t√≠tulo de Mestre em Engenharia Civil.A autocicatriza√ß√£o se apresenta como uma solu√ß√£o tecnol√≥gica inovadora e sustent√°vel em comp√≥sitos ciment√≠cios, bem como frente aos processos de fissura√ß√£o. Ainda que a autocicatriza√ß√£o aut√≥gena ocorra naturalmente, uma maneira de aprimorar este processo √© adicionando ao proporcionamento materiais minerais, fibras polim√©ricas ou biomateriais que contribuam para a autocicatriza√ß√£o aut√īnoma de fissuras da matriz ciment√≠cia ao longo do tempo. Neste cen√°rio, a proposta desta pesquisa √© avaliar o potencial de autocicatriza√ß√£o de argamassas especiais com e sem a incorpora√ß√£o de agentes biol√≥gicos, aditivo autocicatrizante e casca de arroz (CA) in natura, para aplica√ß√Ķes em reparos superficiais, prote√ß√£o mec√Ęnica em lajes, enchimento, dentre outros. Foi produzida uma argamassa de refer√™ncia (MREF) com rela√ß√£o a/c de 0,40, cimento Portland CPV-ARI (400 kg/m¬≥), s√≠lica ativa (10%), cinza volante (25%), areia natural quartzosa, aditivo superplastificante (0,7% em massa de aglomerante) e fibra de polipropileno (1,4 kg/m¬≥). A partir deste, foram proporcionadas quatros misturas, sendo uma com a incorpora√ß√£o de bact√©rias Bacillus subtilis AP91 (MB) e outra com aditivo mineral autocicatrizante (MMAD) dispon√≠vel no mercado. Duas argamassas foram produzidas bact√©rias Bacillus subtilis AP91 incorporadas √† casca de arroz (CA), nos teores de 1% (MBRH1) e 5% (MBRH5) em substitui√ß√£o √† areia natural, em volume. O potencial de autocicatriza√ß√£o e o desempenho das argamassas em estudo foram avaliados ao longo do tempo por meio de inspe√ß√£o visual, ensaios f√≠sicos (ultrassom), mec√Ęnicos (ensaio de resist√™ncia √† tra√ß√£o na flex√£o e √† compress√£o e an√°lise microsc√≥pica de imagem (microscopia √≥ptica), em amostras previamente fissuradas e n√£o fissuradas. Observou-se que os agentes autocicatrizantes, tanto biol√≥gicos quanto minerais, possuem atua√ß√£o positiva na matriz √† base de cimento, promovendo o fechamento parcial de fissuras com abertura inferior a 0,25 mm. Ainda, as argamassas com CA obtiveram grande incremento de resist√™ncias mec√Ęnicas ao longo do tempo, obtendo aos 120 dias resultados semelhantes √†s demais, sem bio-agregados. O potencial de autocicatriza√ß√£o por agentes biol√≥gicos √© promissor, ambientalmente correto, sendo necess√°rios estudos complementares que envolvem vari√°veis de cura, nutrientes, bem como avan√ßos na metodologia de incorpora√ß√£o das bact√©rias √† casca de arroz e matriz ciment√≠cia para que seja poss√≠vel torn√°-las pr√°ticas na constru√ß√£o
    corecore