3 research outputs found

    O ENQUADRAMENTO DAS √ĀGUAS DOCES SUPERFICIAIS BRASILEIRAS EM RIOS DE DOM√ćNIO DA UNI√ÉO: DESAFIOS E PERSPECTIVAS PARA A GEST√ÉO DA QUALIDADE H√ćDRICA

    Get PDF
    O enquadramento de corpos h√≠dricos superficiais √© um instrumento presente na Pol√≠tica Nacional de Recursos H√≠dricos que tem por objetivo delinear a meta de qualidade h√≠drica a ser mantida ou alcan√ßada dos corpos h√≠dricos, de acordo com seus usos preponderantes e pretendidos pela sociedade. Tendo em vista a import√Ęncia do enquadramento para o planejamento da qualidade h√≠drica e as dificuldades e possibilidades para sua efetiva√ß√£o relatadas na literatura, este trabalho teve por objetivo identific√°-las nas bacias hidrogr√°ficas dos rios de dom√≠nio da Uni√£o. Nesse sentido, buscou-se analisar, nos planos mais recentes das nove bacias com Comit√™s institu√≠dos, os aspectos afeitos ao enquadramento; e, no intuito de diagnosticar as perspectivas dos √≥rg√£os gestores sobre o assunto, foram aplicados question√°rios eletr√īnicos aos Comit√™s das bacias analisadas e √† Ag√™ncia Nacional de √Āguas. Como resultado, verificou-se a aus√™ncia de enquadramento de acordo com a normativa vigente, qual seja, a Resolu√ß√£o¬†CONAMA n¬ļ 357/05, em todas as situa√ß√Ķes. Os principais problemas identificados para tanto foram: car√™ncia de dados fluviom√©tricos, distribui√ß√£o de pontos de monitoramento da qualidade h√≠drica nas bacias de tal forma que dificultam as an√°lises, diversidade de legisla√ß√Ķes aplic√°veis ao enquadramento nos estados em que se encontram, polui√ß√£o h√≠drica, e falta de articula√ß√£o institucional entre os √≥rg√£os de gest√£o h√≠drica, os estados e os munic√≠pios. Em contrapartida, algumas potencialidades para a consecu√ß√£o do enquadramento foram verificadas, como a implanta√ß√£o da outorga de uso dos recursos h√≠dricos em todas as situa√ß√Ķes, a exist√™ncia de cobran√ßa pelo uso de recursos h√≠dricos em cinco das nove bacias em quest√£o e uma maior intera√ß√£o entre os √≥rg√£os gestores de recursos h√≠dricos, estados e munic√≠pios em duas das bacias analisadas

    Desenvolvimento de sabonete líquido de Aloe Vera: extração, purificação do extrato ativo e manipulação da forma farmacêuticadoi: http://dx.doi.org/10.5892/ruvrv.2012.102.251259

    No full text
    A utiliza√ß√£o de plantas medicinais na medicina alternativa vem sendo uma pr√°tica comum. A Aloe barbadensis miller, popularmente conhecida como babosa, √© uma planta utilizada desde os tempos antigos, datando sua primeira utiliza√ß√£o no Egito, no ano de 400 a.C.¬† Esta planta possui em sua composi√ß√£o entidades qu√≠micas que atuam como agentes coadjuvantes para o tratamento de in√ļmeras patologias, alem de possuir propriedades antibacterianas, antif√ļngicas e antiflamat√≥ria.¬† A proposta central do presente estudo foi desenvolver um sabonete antial√©rgico para uso dermatol√≥gico, mediante valida√ß√£o de um novo m√©todo de extra√ß√£o utilizando o extrato ativo de Aloe barbadensis Miller em propilenoglicol e glicerina. Para isso, foram realizadas macera√ß√Ķes utilizando-se propilenoglicol e glicerina como reagentes extratores. O extrato obtido a partir de Glicerina apresentou elevada viscosidade em rela√ß√£o ao extrato utilizando Propilenoglicol. Em ambas macera√ß√Ķes realizadas obtiveram-se resultados favor√°veis ao seguimento qu√≠mico/farmac√™utico. Entretanto, observou-se que o produto final obtido a partir do reagente propilenoglicol, apresentou maior facilidade de homogeneiza√ß√£o, sendo, portanto, mais vi√°vel economicamente ao mercado. Sugere-se a realiza√ß√£o de testes biol√≥gicos espec√≠ficos que efetivamente comprovem a efici√™ncia antimicrobiana do sabonete desenvolvido

    Desenvolvimento de sabonete líquido de Aloe Vera: extração, purificação do extrato ativo e manipulação da forma farmacêutica

    No full text
    A utiliza√ß√£o de plantas medicinais na medicina alternativa vem sendo uma pr√°tica comum. A Aloe barbadensis miller, popularmente conhecida como babosa, √© uma planta utilizada desde os tempos antigos, datando sua primeira utiliza√ß√£o no Egito, no ano de 400 a.C.¬† Esta planta possui em sua composi√ß√£o entidades qu√≠micas que atuam como agentes coadjuvantes para o tratamento de in√ļmeras patologias, alem de possuir propriedades antibacterianas, antif√ļngicas e antiflamat√≥ria.¬† A proposta central do presente estudo foi desenvolver um sabonete antial√©rgico para uso dermatol√≥gico, mediante valida√ß√£o de um novo m√©todo de extra√ß√£o utilizando o extrato ativo de Aloe barbadensis Miller em propilenoglicol e glicerina. Para isso, foram realizadas macera√ß√Ķes utilizando-se propilenoglicol e glicerina como reagentes extratores. O extrato obtido a partir de Glicerina apresentou elevada viscosidade em rela√ß√£o ao extrato utilizando Propilenoglicol. Em ambas macera√ß√Ķes realizadas obtiveram-se resultados favor√°veis ao seguimento qu√≠mico/farmac√™utico. Entretanto, observou-se que o produto final obtido a partir do reagente propilenoglicol, apresentou maior facilidade de homogeneiza√ß√£o, sendo, portanto, mais vi√°vel economicamente ao mercado. Sugere-se a realiza√ß√£o de testes biol√≥gicos espec√≠ficos que efetivamente comprovem a efici√™ncia antimicrobiana do sabonete desenvolvido
    corecore