3 research outputs found

    Escala diagramática para quantificação da severidade de manchas em folhas de Eucalyptus globulus Labill. causadas por Teratosphaeria nubilosa (Cooke) Crous & U. Braun

    Get PDF
    http://dx.doi.org/10.5902/198050989296The leaf spot (Mycosphaerella leaf disease = MLD) caused by Teratosphaeria nubilosa has caused damage in eucalypt plantations in southern and southeastern Brazil. The need to assess the disease in the field to evaluate of this damage, efficiency control, evaluation of germplasm induces to the necessity of having a visual scale for evaluation of disease. The objective was to develop a diagrammatic scale for young leaves and one for adult leaves of Eucalyptus globules for MLD. To do so, the leaves collected in the field were scanned for image analysis. The damaged area, the healthy leaf area and the external area of the same scale RGB (Red, Green, Blue) were determined. Subsequently, it was determinate the levels of severity depending on the sample distribution with seven levels for young leaves and six for adult leaves. For the visual acuity test and validate the scale, the leaves were evaluated for severity, with and without scale. With this proposed scales, the assessors showed good accuracy both for young and adult leaves with R2=0,98 and R2=0,80, respectively. The importance of the development of diagrammatic scales for assessing MLD in eucalyptus must to the fact that allows quantification of the symptoms accurately and precisely.http://dx.doi.org/10.5902/198050989296A mancha foliar (mancha de micosferela) causada por Teratosphaeria nubilosa tem acarretado prejuízos em plantios de eucalipto na região Sul e Sudeste do Brasil. A necessidade de avaliar a doença no campo e os danos causados pela mesma, bem como a busca de formas eficientes de controle e a utilização de germoplasma, leva à necessidade em ter uma escala visual para quantificação da severidade da doença. O objetivo deste trabalho foi elaborar uma escala diagramática com folhas jovens e com folhas adultas de Eucalyptus globulus, para avaliação de mancha de micosferela. Para tal, as folhas coletadas em campo foram escaneadas para digitalização da imagem. Determinou-se a área lesionada, área foliar sadia e área total em escala RGB (Red, Green, Blue). Posteriormente, determinaram-se os níveis de severidade em função da distribuição da amostra, sendo sete níveis para folhas jovens e seis para folhas adultas. Para o teste de acuidade visual e validação da escala, as folhas foram submetidas à avaliação da severidade, com e sem escala. Com a adoção das escalas propostas, a totalidade dos avaliadores apresentou boa acurácia, tanto para folhas jovens como para adultas com R2=0,98 e R2=0,80, respectivamente. A importância da elaboração de escalas diagramáticas para quantificar a severidade de mancha em eucalipto deve-se ao fato de permitir a quantificação dos sintomas de forma acurada e precisa
    corecore