504 research outputs found

    CALCULANDO A AREA DA REGIAO LIMITADA POR UM POLINOMIO DE SEGUNDO GRAU CALCULATING THE AREA BOUNDED BY A SECOND DEGREE POLYNOMIAL

    Get PDF
    Este trabalho tem por objetivo apresentar uma construc¬ł ňúao intuitiva e geom¬īetrica do conceito de integral. Intuitiva por que nňúao h¬īa apresentac¬ł ňúao de definic¬ł ňúoes ou teoremas. Para isso, considerouse o problema de se obter a ¬īarea da regiňúao delimitada por uma superf¬īńĪcie curva, a par¬īabola, e a t¬īecnica conhecida como m¬īetodo da exaustňúao, precursora do C¬īalculo Integral. Ao final, demonstrou-se sua aplicac¬ł ňúao na obtenc¬ł ňúao da variac¬ł ňúao da entalpia para uma dada reac¬ł ňúao qu¬īńĪmica. Conclui-se que o objeto de estudo ¬īe acess¬īńĪvel a n¬īńĪvel intuitivo e contribui com elementos importantes para o aprendizado de matem¬īatica, como a ideia de infinito e continuidade

    MANIFESTA√á√ēES PATOL√ďGICAS EM ESTRUTURAS DE A√áOS: ESTUDO DE CASO DA FEIRA DA 304 SUL EM PALMAS/TO

    Get PDF
    Este artigo tem por finalidade o estudo das manifesta√ß√Ķes patol√≥gicas em estrutura met√°lica, procurando identific√°-las e indicar suas poss√≠veis causas e solu√ß√Ķes. Como objeto de estudo tem-se a edifica√ß√£o de uma feira de alimentos, localizada na quadra da 304 Sul na cidade de Palmas no estado do Tocantins. A estrutura da edifica√ß√£o √© toda em material met√°lico, possuindo o local grande import√Ęncia tur√≠stica e econ√īmica para a cidade de Palmas, em raz√£o¬† da vasta variadade de alimentos locias e regionais. Al√©m disso, fornece meios de divulga√ß√£o de forma direta aos pequenos produtores, gerando assim renda para as fam√≠lias desses e circula√ß√£o de capital. Ao tratarmos de patologias, estamos¬† referindo-se a "doen√ßa", falhas no sistema estrutural de uma edifica√ß√£o, em virtudes de varias a√ß√Ķes decorridas. Na edifica√ß√£o foram identificadas regi√Ķes cujos elementos estruturais em a√ßo foram danificados com processo de corros√£o, sem no entanto, comprometer a capacidade resistente. Para a resolu√ß√£o destes defeitos √© necess√°rio a remo√ß√£o do produto oriundo da corros√£o e recupera√ß√£o da pintura, garantindo maior est√©tica e vida √ļtil para a estrutura

    An√°lise Preliminar dos √ćndices de Instabilidade a Partir de Simula√ß√Ķes Realizadas com o Modelo Weather Research and Forecasting (WRF) para o Sul do Brasil

    Get PDF
    Este trabalho teve por objetivo avaliar a capacidade do modelo WRF em simular os √≠ndices de instabilidade em situa√ß√Ķes de tempestades durante primaveras com o fen√īmeno El Ni√Īo/Oscila√ß√£o Sul no Sul do Brasil em quatro cidades: Curitiba, Florian√≥polis, Foz do Igua√ßu e Porto Alegre. O modelo WRF foi utilizado para a realiza√ß√£o das simula√ß√Ķes, sendo que os valores dos √≠ndices K e TT foram simulados de forma satisfat√≥ria pelo WRF e razoavelmente para o LI. Os valores da CAPE simulados pelo WRF foi o que apresentaram as maiores diferen√ßas em rela√ß√£o √†s observa√ß√Ķes. Com rela√ß√£o ao comportamento dos √≠ndices K, TT e LI em rela√ß√£o √†s mensagens METAR, observou-se que os valores extremos simulados ocorreram muito pr√≥ximos aos registros de tempo inst√°vel nos aeroportos

    Efeito de adjuvantes em solu√ß√Ķes com fungicida na tens√£o superficial e na √°rea de molhamento de gotas depositadas nas faces foliares da soja

    Get PDF
    The aim of this study was to investigate the effect of concentrations of nonionic adjuvant and mineral oil in the spray volume of fungicide, in superficial tension and wetting area of drops deposited on soybean leaves. Two experiments were performed under completely randomized 6x2 factorial design, with seven replicates. For the first experiment Energic® was used as the nonionic adjuvant, and for the second one, mineral oil Joint Oil®. For both cases, the primary factor concerns the concentrations of the surfactant (0.00, 0.05, 0.10, 0.15, 0.20 and, 0.25% (v v-1) of Energic®; 0.00, 0.25, 0.50, 0.75, 1.00 and 1.25% (v v-1) of Joint Oil®), and the second factor, the spray volume with and without use of fungicide. We deposited drops (15 µL) on the adaxial and abaxial surface leaves of soybean cv. BMX Força RR. It was concluded that the lower surface tension of spray volume of fungicide were obtained in concentrations up 0.1% and 0.5% to nonionic adjuvant and mineral oil, respectively. The concentrations of 0.2% and 0.75% of nonionic adjuvant and mineral oil, respectively, resulted in larger areas of wetting on soybean surface leaves.O objetivo desse trabalho foi verificar o efeito de concentrações de adjuvante não iônico e óleo mineral em calda com fungicida, na tensão superficial e área de molhamento de gotas depositadas nas faces de folhas de soja. Foram conduzidos dois experimentos instalados sob o delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 6x2, com sete repetições. Para o primeiro experimento utilizou-se como adjuvante não iônico Energic® e, para o segundo, o óleo mineral Joint Oil®. Para os dois casos o primeiro fator refere-se às concentrações dos surfactantes (0,00; 0,05; 0,10; 0,15; 0,20 e; 0,25% v v-1 de Energic® e; 0,00; 0,25; 0,50; 0,75; 1,00 e 1,25% v v-1 de Joint Oil®), e o segundo fator à calda com e sem utilização de fungicida Priori Xtra® (0,18% v v-1). Para a determinação da área de molhamento foram depositadas gotas (15 µL) nas faces adaxial e abaxial das folhas de soja cv. BMX Força RR. Concluiu-se que as menores tensões superficiais das soluções com o fungicida foram obtidas nas concentrações a partir de 0,1% e 0,5% do adjuvante não iônico e do óleo mineral, respectivamente. Enquanto que, as concentrações de 0,2% e 0,75% do adjuvante não iônico e do óleo mineral, respectivamente, proporcionaram as maiores áreas de molhamento nas faces foliares de soja

    The second knee in the cosmic ray spectrum observed with the surface detector of the Pierre Auger Observatory

    Get PDF

    First results from the AugerPrime Radio Detector

    Get PDF

    Update of the Offline Framework for AugerPrime

    Get PDF

    Combined fit to the spectrum and composition data measured by the Pierre Auger Observatory including magnetic horizon effects

    Get PDF
    The measurements by the Pierre Auger Observatory of the energy spectrum and mass composition of cosmic rays can be interpreted assuming the presence of two extragalactic source populations, one dominating the flux at energies above a few EeV and the other below. To fit the data ignoring magnetic field effects, the high-energy population needs to accelerate a mixture of nuclei with very hard spectra, at odds with the approximate E‚ąí2^{-2} shape expected from diffusive shock acceleration. The presence of turbulent extragalactic magnetic fields in the region between the closest sources and the Earth can significantly modify the observed CR spectrum with respect to that emitted by the sources, reducing the flux of low-rigidity particles that reach the Earth. We here take into account this magnetic horizon effect in the combined fit of the spectrum and shower depth distributions, exploring the possibility that a spectrum for the high-energy population sources with a shape closer to E‚ąí2^{-2} be able to explain the observations

    Event-by-event reconstruction of the shower maximum XmaxX_{\mathrm{max}} with the Surface Detector of the Pierre Auger Observatory using deep learning

    Get PDF
    • ‚Ķ
    corecore