28,703 research outputs found

    "Precettistica oratoria e strategia forense: questioni vecchie e nuove. Brevi considerazioni a margine di due vicende processuali"

    No full text
    La presente indagine ha come obiettivo di verificare se e, eventualmente, fino a qual punto le tecniche argomentative della precettistica retorica possano avere una valenza pratica nell'attività. La ricerca ha preso avvio dalla ricognizione delle regole oratorie classiche, sviluppate - come noto - in un contesto propedeutico e scolastico. Questo non deve, tuttavia, indurre a ritenere che esse per gli antichi avessero una valenza meramente teorica e formativa; al contrario, esse rappresentavano una precisa guida per la costruzione della concreta architettura delle orazioni, un esempio chiave è l'orazione di Lisia "Per l'uccisione di Eratostene" che in questo lavoro viene analizzata secondo le regole retoriche. Tutto questo rimane, per così dire, "sopito" nella consapevolezza della maggior parte dei moderni operatori giuridici, ma ciò non vuol dire che la retorica giudiziaria sia "morta" ,infatti la ritroviamo nei nostri processi , in particolare in questa indagine si analizza il caso Cappato secondo lo schema del modello retorico

    Ukraine, Poland

    No full text
    Tese de Doutoramento em Arquitetura, com a especialização em Conservação e Reabilitação apresentada na Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa para obtenção do grau de Doutor.Na complexidade deste fenómeno, único na história da arquitetura renascentista, a origem do palácio fortificado representa um problema específico. Apesar de extensas destruições ao longo dos séculos, motivadas por guerras, transformações e as chamadas restaurações, um número considerável de exemplos ainda subsiste pela Europa fora. Não é possível apontar para qualquer outra região da Polónia que possa gabar-se de ter tantos exemplos de palácios fortificados como a Galícia. Quando procuramos saber quais os factos históricos a que este fenómeno poderia estar ligado, ou pelo menos com os quais poderíamos explicá-lo em parte, encontramos escassas informações sobre esse assunto. Pensava-se que os castelos medievais do século XVII já não eram adequados para a vida de luxo e para a proteção contra as armas de pólvora, e é por isso que eles se decompuseram em dois tipos. Um corresponde a estruturas defensivas tais como fortes modernos e fortalezas com bastiões, o outro a edifícios abertos (sem características defensivas e com forte conexão com a paisagem) que são palácios. No entanto, naquela época, apareceu também o tipo híbrido que combina esses dois tipos e mostra que uma espécie de castelo ainda poderia existir e fornecer a proteção e boa qualidade de vida ao mesmo tempo. Este tipo híbrido apareceu em Itália com os primeiros exemplos construídos para a família Medici, mas ganhou outras características tipológicas na República da Polónia no século XVII, e foi difundido especialmente na Galícia. Não tem havido um único nome específico para este tipo na teoria arquitetónica, e faltou conhecimento sobre suas variedades tipológicas ou características precisas. A maioria destas estruturas já desapareceu ou foi convertida em palácios, perdendo as suas defesas militares. Apenas alguns exemplos podem ainda ser estudados. Mas com uma vantagem significativa na nossa seleção de casos em dois países diferentes, Ucrânia e Polónia, com a Galícia foi dividida entre eles desde meados do século XX. Tal implica uma variedade que ajudou a ter diferentes visões sobre o fenómeno do palácio fortificado e estudar os respetivos complexos arquitetónicos em diferentes estados e transformações, já que a parte polaca da Galícia era um pouco mais calma que a da Ucrânia. Ao mesmo tempo, provavelmente, esta divisão da região entre dois países diferentes, cada uma com a sua língua, resultou até agora em estudos, pelos investigadores, de exemplos separados em cada parte da região e não em toda a região. O objetivo desta pesquisa foi estabelecer a classificação tipológica destes específicos complexos arquitetónicos (palácio fortificado) e sua possível origem e história. A metodologia apresentada aqui não se baseia apenas em documentação pura e evidência histórica, mas também no próprio complexo arquitetónico como fonte primária e no contexto sociopolítico e arquitetónico. A investigação partiu de uma procura dos casos de estudo mais adequados, analisando as melhores fontes para encontrar os palácios fortificados na Galícia: o primeiro levantamento militar realizado no século XVIII, focando as estruturas militares. Todos os palácios fortificados encontrados foram revisados, aqueles que permanecem pelo menos em ruínas foram examinados, e suas condições foram descritas. Os seis mais diversos e os mais bem preservados foram escolhidos para posterior estudo detalhado: Brody, Pidhirtsi, Zbarazh, Zheshov, Lanchut e Lodygovice. A investigação sobre os casos selecionados incluiu a história dos complexos arquitetónicos, análise das proporções das fortificações abaluartadas e da parte civil, composição das partes residenciais e das defesas, comparação com os modelos dos tratados de Arquitetura encontrados, que descrevem palácios fortificados, e descrição do complexo arquitetónico no respetivo sítio e paisagem, com conclusões finais sobre a classificação tipológica. As fontes primárias para análise foram os materiais originais dos arquivos de Cracóvia, Varsóvia, Zheshov e Viena e observações de campo. A definição de padrões semelhantes ajudou a entender os principais modelos que representam esse tipo, e as diferenças ajudaram a detectar as variedades no tipo (subtipos). A partir de várias fontes percebe-se que o principal corpo residencial (palácio), cercado pelas fortificações, foi construído seguindo as proporções de Palladio e Serlio, pelo menos em planta. No entanto, ninguém tentou definir quais as relações de proporção utilizados dentro dos edifícios residenciais dos palácios fortificados até esta pesquisa. Além disso, muitos pesquisadores afirmaram que os palácios fortificados na Galícia foram feitos de acordo com o sistema holandês antigo, mas as análises comparativas proporcional e de ângulos das fortificações não tinha sido feita até ao presente estudo. Além disso, a componente jardim nos palácios fortificados nunca foi abordada por outros investigadores, exceto numa pesquisa do ucraniano Remeshylo-Rybchynska, que estudou as componentes principais dos conjuntos de residências nobres, mencionando os jardins do palácio fortificado de Pidhirtsi como característica importante. Nenhum dos pesquisadores ucranianos e polacos antes do presente estudo interessou-se pela conexão visual dos espaços internos dos palácios com os respetivos jardins. O estudo crítico, de casos bem preservados, usando a análise complexa, revelou as características fundamentais dos palácios fortificados na Galícia, as semelhanças e diferenças de padrões, nos casos estudados e palácios fortificados projetados ou construídos noutros países europeus. Antes deste estudo, apenas dois exemplos eram conhecidos e citados como fonte entre os estudiosos, que abordaram os palácios fortificados na Galícia. Um é a villa Caprarola, construída na Itália, e o outro um projeto para o palácio fortificado de Zbarazh, na Galícia, descrito no tratado de Vincenzo Scamozzi L'Idea della Architettura Universale. No entanto, encontrámos os manuscritos originais de seis tratados que se referem aos palácios fortificados e oferecem uma visão geral, bem como vários exemplos de projetos, construídos ou não, dos palácios fortificados que pertencem ao tipo italiano “palazzo in forteza”. Além disso, revelamos as diferenças entre o tipo italiano e o palácio fortificado na Galícia. A maioria dos palácios fortificados da Galícia tomou como modelo para a sua componente defensiva, dos Países Baixos, o bem desenvolvido sistema de fortificações abaluartadas holandesas (exceto Zbarazh, o exemplo projetado segundo o tipo italiano "palácio em fortezza") é por isso que a forma daqueles é diferente. Ainda mais, se compararmos os exemplos italianos e sicilianos de palácios fortificados do século XVII com os da Galícia, a ligação entre palácio e baluartes é diferente. As semelhanças que podem ser encontradas com exemplos da Galícia são apenas em aparência geral e somente em três casos (um sub-tipo): Pidhirtsi, Zheshov e Zbarazh. O palácio fortificado do tipo italiano “palazzo in fortezza”, em contraste com aqueles três na Galícia, não tem uma cortina separada, e as paredes do palácio formam defesas. O palácio fortificado de Pidhirtsi tem semelhanças mais aparentes com o tipo italiano “palazzo no fortezza” porque as paredes traseiras da sua parte residencial situam-se diretamente sobre da fortificação como no tipo italiano. No entanto, a parte da frente de Pidhirtsi tem um sistema de bastiões bem desenvolvido, e a componente residencial é desviada para trás. Os palácios fortificados de Zheshov e Zbarazh têm ainda menos semelhanças. Os seus corpos residenciais não ficam diretamente sobre as muralhas, eles recuam. Os outros três casos de estudo, ou seja, Brody, Lanchut e Lodygovice, pertenciam a um tipo totalmente diferente: o seu palácio é separado das fortificações. Após as análises, classificámos os palácios fortificados na Galícia em dois tipos principais: um complexo integrado que consiste num palácio ligado a baluartes bem desenvolvidos; e um complexo com um palácio independente e cercado por fortificações maciças e robustas de baluartes construídos em terra e reforçadas por paredes de alvenaria. Cada um desses tipos tem dois subtipos. O primeiro subtipo integrado parte de um modelo francês projetado por Perret. Neste modelo, o corpo residencial está sobre a parede da fortificação em frente à entrada do complexo e tem um pátio em frente ao palácio. É semelhante à construída Palazzina del Forte di Belvedere da Medici no século XVI. O segundo subtipo integrado é baseado num exemplo francês projetado por Jacques Androuet du Cerceau (a primeira proposta para Verneuil). O projeto determina um palácio de planta retangular com um pátio interno que fica no topo da plataforma abaluartada e tem uma composição central. Este subtipo pode ser detetado até mesmo num exemplo mais antigo, a villa di Cafaggiolo da Medici, do século XV. O segundo tipo, a que chamamos de composto, tem também dois subtipos. Um subtipo baseado nos modelos de Serlio e outro nas regras prescritas, para o projeto do palácio fortificado, pelo arquiteto polonês Naronowicz-Naroński. A origem deste tipo pode ser encontrada até à villa di Poggio a Ciano, do século XV, projetada por Giuliano da Sangallo. Por último, mas não menos importante, definimos as razões para o aparecimento de palácios fortificados na Galícia e encontrámos semelhanças com as causas do aparecimento dos primeiros e ainda incipientes palácios fortificados em Itália. Eles são políticos - concentração do poder nas mãos de famílias nobres; insegurança - a possibilidade da rebelião de pessoas para se opor ao poder dessas famílias e o medo de assaltantes aleatórios ou ameaças militares; e também a vontade, por parte dos seus proprietários, em ter uma representatividade arquitetónica do seu estatuto social. Estes entendimentos trazem novos pontos de vista não somente à questão do palácio fortificado na Galícia, como contribuem para o conhecimento do fenómeno dos palácios fortificados na Europa antes do século XIX.ABSTRACT:Na complexidade deste fenómeno, único na história da arquitetura renascentista, a origem do palácio fortificado representa um problema específico. Apesar de extensas destruições ao longo dos séculos, motivadas por guerras, transformações e as chamadas restaurações, um número considerável de exemplos ainda subsiste pela Europa fora. Não é possível apontar para qualquer outra região da Polónia que possa gabar-se de ter tantos exemplos de palácios fortificados como a Galícia. Quando procuramos saber quais os factos históricos a que este fenómeno poderia estar ligado, ou pelo menos com os quais poderíamos explicá-lo em parte, encontramos escassas informações sobre esse assunto. Pensava-se que os castelos medievais do século XVII já não eram adequados para a vida de luxo e para a proteção contra as armas de pólvora, e é por isso que eles se decompuseram em dois tipos. Um corresponde a estruturas defensivas tais como fortes modernos e fortalezas com bastiões, o outro a edifícios abertos (sem características defensivas e com forte conexão com a paisagem) que são palácios. No entanto, naquela época, apareceu também o tipo híbrido que combina esses dois tipos e mostra que uma espécie de castelo ainda poderia existir e fornecer a proteção e boa qualidade de vida ao mesmo tempo. Este tipo híbrido apareceu em Itália com os primeiros exemplos construídos para a família Medici, mas ganhou outras características tipológicas na República da Polónia no século XVII, e foi difundido especialmente na Galícia. Não tem havido um único nome específico para este tipo na teoria arquitetónica, e faltou conhecimento sobre suas variedades tipológicas ou características precisas. A maioria destas estruturas já desapareceu ou foi convertida em palácios, perdendo as suas defesas militares. Apenas alguns exemplos podem ainda ser estudados. Mas com uma vantagem significativa na nossa seleção de casos em dois países diferentes, Ucrânia e Polónia, com a Galícia foi dividida entre eles desde meados do século XX. Tal implica uma variedade que ajudou a ter diferentes visões sobre o fenómeno do palácio fortificado e estudar os respetivos complexos arquitetónicos em diferentes estados e transformações, já que a parte polaca da Galícia era um pouco mais calma que a da Ucrânia. Ao mesmo tempo, provavelmente, esta divisão da região entre dois países diferentes, cada uma com a sua língua, resultou até agora em estudos, pelos investigadores, de exemplos separados em cada parte da região e não em toda a região. O objetivo desta pesquisa foi estabelecer a classificação tipológica destes específicos complexos arquitetónicos (palácio fortificado) e sua possível origem e história. A metodologia apresentada aqui não se baseia apenas em documentação pura e evidência histórica, mas também no próprio complexo arquitetónico como fonte primária e no contexto sociopolítico e arquitetónico. A investigação partiu de uma procura dos casos de estudo mais adequados, analisando as melhores fontes para encontrar os palácios fortificados na Galícia: o primeiro levantamento militar realizado no século XVIII, focando as estruturas militares. Todos os palácios fortificados encontrados foram revisados, aqueles que permanecem pelo menos em ruínas foram examinados, e suas condições foram descritas. Os seis mais diversos e os mais bem preservados foram escolhidos para posterior estudo detalhado: Brody, Pidhirtsi, Zbarazh, Zheshov, Lanchut e Lodygovice. A investigação sobre os casos selecionados incluiu a história dos complexos arquitetónicos, análise das proporções das fortificações abaluartadas e da parte civil, composição das partes residenciais e das defesas, comparação com os modelos dos tratados de Arquitetura encontrados, que descrevem palácios fortificados, e descrição do complexo arquitetónico no respetivo sítio e paisagem, com conclusões finais sobre a classificação tipológica. As fontes primárias para análise foram os materiais originais dos arquivos de Cracóvia, Varsóvia, Zheshov e Viena e observações de campo. A definição de padrões semelhantes ajudou a entender os principais modelos que representam esse tipo, e as diferenças ajudaram a detectar as variedades no tipo (subtipos). A partir de várias fontes percebe-se que o principal corpo residencial (palácio), cercado pelas fortificações, foi construído seguindo as proporções de Palladio e Serlio, pelo menos em planta. No entanto, ninguém tentou definir quais as relações de proporção utilizados dentro dos edifícios residenciais dos palácios fortificados até esta pesquisa. Além disso, muitos pesquisadores afirmaram que os palácios fortificados na Galícia foram feitos de acordo com o sistema holandês antigo, mas as análises comparativas proporcional e de ângulos das fortificações não tinha sido feita até ao presente estudo. Além disso, a componente jardim nos palácios fortificados nunca foi abordada por outros investigadores, exceto numa pesquisa do ucraniano Remeshylo-Rybchynska, que estudou as componentes principais dos conjuntos de residências nobres, mencionando os jardins do palácio fortificado de Pidhirtsi como característica importante. Nenhum dos pesquisadores ucranianos e polacos antes do presente estudo interessou-se pela conexão visual dos espaços internos dos palácios com os respetivos jardins. O estudo crítico, de casos bem preservados, usando a análise complexa, revelou as características fundamentais dos palácios fortificados na Galícia, as semelhanças e diferenças de padrões, nos casos estudados e palácios fortificados projetados ou construídos noutros países europeus. Antes deste estudo, apenas dois exemplos eram conhecidos e citados como fonte entre os estudiosos, que abordaram os palácios fortificados na Galícia. Um é a villa Caprarola, construída na Itália, e o outro um projeto para o palácio fortificado de Zbarazh, na Galícia, descrito no tratado de Vincenzo Scamozzi L'Idea della Architettura Universale. No entanto, encontrámos os manuscritos originais de seis tratados que se referem aos palácios fortificados e oferecem uma visão geral, bem como vários exemplos de projetos, construídos ou não, dos palácios fortificados que pertencem ao tipo italiano “palazzo in forteza”. Além disso, revelamos as diferenças entre o tipo italiano e o palácio fortificado na Galícia. A maioria dos palácios fortificados da Galícia tomou como modelo para a sua componente defensiva, dos Países Baixos, o bem desenvolvido sistema de fortificações abaluartadas holandesas (exceto Zbarazh, o exemplo projetado segundo o tipo italiano "palácio em fortezza") é por isso que a forma daqueles é diferente. Ainda mais, se compararmos os exemplos italianos e sicilianos de palácios fortificados do século XVII com os da Galícia, a ligação entre palácio e baluartes é diferente. As semelhanças que podem ser encontradas com exemplos da Galícia são apenas em aparência geral e somente em três casos (um sub-tipo): Pidhirtsi, Zheshov e Zbarazh. O palácio fortificado do tipo italiano “palazzo in fortezza”, em contraste com aqueles três na Galícia, não tem uma cortina separada, e as paredes do palácio formam defesas. O palácio fortificado de Pidhirtsi tem semelhanças mais aparentes com o tipo italiano “palazzo no fortezza” porque as paredes traseiras da sua parte residencial situam-se diretamente sobre da fortificação como no tipo italiano. No entanto, a parte da frente de Pidhirtsi tem um sistema de bastiões bem desenvolvido, e a componente residencial é desviada para trás. Os palácios fortificados de Zheshov e Zbarazh têm ainda menos semelhanças. Os seus corpos residenciais não ficam diretamente sobre as muralhas, eles recuam. Os outros três casos de estudo, ou seja, Brody, Lanchut e Lodygovice, pertenciam a um tipo totalmente diferente: o seu palácio é separado das fortificações. Após as análises, classificámos os palácios fortificados na Galícia em dois tipos principais: um complexo integrado que consiste num palácio ligado a baluartes bem desenvolvidos; e um complexo com um palácio independente e cercado por fortificações maciças e robustas de baluartes construídos em terra e reforçadas por paredes de alvenaria. Cada um desses tipos tem dois subtipos. O primeiro subtipo integrado parte de um modelo francês projetado por Perret. Neste modelo, o corpo residencial está sobre a parede da fortificação em frente à entrada do complexo e tem um pátio em frente ao palácio. É semelhante à construída Palazzina del Forte di Belvedere da Medici no século XVI. O segundo subtipo integrado é baseado num exemplo francês projetado por Jacques Androuet du Cerceau (a primeira proposta para Verneuil). O projeto determina um palácio de planta retangular com um pátio interno que fica no topo da plataforma abaluartada e tem uma composição central. Este subtipo pode ser detetado até mesmo num exemplo mais antigo, a villa di Cafaggiolo da Medici, do século XV. O segundo tipo, a que chamamos de composto, tem também dois subtipos. Um subtipo baseado nos modelos de Serlio e outro nas regras prescritas, para o projeto do palácio fortificado, pelo arquiteto polonês Naronowicz-Naroński. A origem deste tipo pode ser encontrada até à villa di Poggio a Ciano, do século XV, projetada por Giuliano da Sangallo. Por último, mas não menos importante, definimos as razões para o aparecimento de palácios fortificados na Galícia e encontrámos semelhanças com as causas do aparecimento dos primeiros e ainda incipientes palácios fortificados em Itália. Eles são políticos - concentração do poder nas mãos de famílias nobres; insegurança - a possibilidade da rebelião de pessoas para se opor ao poder dessas famílias e o medo de assaltantes aleatórios ou ameaças militares; e também a vontade, por parte dos seus proprietários, em ter uma representatividade arquitetónica do seu estatuto social. Estes entendimentos trazem novos pontos de vista não somente à questão do palácio fortificado na Galícia, como contribuem para o conhecimento do fenómeno dos palácios fortificados na Europa antes do século XIX.N/

    Gonçalo Byrne. Dwelling geographies

    No full text
    Oggetto centrale della presente ricerca è il rapporto che, attraverso il progetto, Byrne stabilisce di volta in volta con il territorio, identificando le origini di un atteggiamento di tipo geografico in una serie di esperienze e di sperimentazioni che maturano all’interno della cultura architettonica portoghese. La riflessione teorica e la pratica sono per Byrne strettamente legati nella definizione di una metodologia progettuale. Da questo punto di vista è determinante il suo interesse per le teorie sulla razionalizzazione delle metodologie del progetto sviluppate negli anni Sessanta in Inghilterra. L’architettura come strumento di conoscenza ha origine da un processo di analisi e di interpretazione che passa attraverso una lettura complessiva del territorio. Questo processo vede l’impiego di strumenti specifici come: il disegno, l’ordine dato dalla geometria, l’impiego di spazi matrice e la rispondenza a un programma preciso. La presente ricerca si concentra sul tema della residenza e propone di individuare una linea di continuità che, ben al di là dei caratteri linguistici esplorati attraverso ciascuno dei progetti oggetto di analisi, accompagni la riflessione attraverso cui Gonçalo Byrne si confronta con la geografia. Tali progetti sono indagati nella loro configurazione spaziale, concentrandosi nell’individuazione di soluzioni ricorrenti derivanti dalla relazione tra architettura ed elementi condizionanti locali, che trovano espressione in una serie di temi (frammentazione, imposizione, mimesi, innesto) costantemente presenti e indagati dall’autore attraverso il confronto con la ricerca progettuale, condotta negli stessi anni sia in ambito portoghese che europeo. Paradigmatici, a questo proposito, sono i progetti per Chelas (1972) e per Casal das Figueiras (1975), assunti come elementi di confronto e di verifica degli strumenti che l’architetto utilizza per l’interpretazione del luogo. La lettura e l’analisi del progetto mirano ad approfondire le relazioni fra architettura e geografia come elementi di originalità nell’opera di Byrne, individuandone le influenze socio-culturali e i riferimenti progettuali.The central object of this research is the relationship that, through the project, Byrne establishes from time to time with the territory, identifying the origins of a geographical attitude in a series of experiences and experiments that mature within the Portuguese architectural culture. For Byrne, theoretical reflection and practice are closely linked in defining a design methodology. From this point of view his interest in the theories on the rationalization of project methodologies developed in the 1960s in England is crucial. Architecture as a tool of knowledge originates from a process of analysis and interpretation that passes through an overall reading of the territory. This process involves the use of specific tools such as: the sketch, the order given by the geometry, the use of matrix spaces and the correspondence to a specific program. The present research focuses on the theme of residence and proposes to identify a line of continuity which, well beyond the linguistic characters explored through each of the projects being analyzed, accompanies the reflection through which Byrne confronts with geography. These projects are investigated in their spatial configuration, focusing on the identification of recurring solutions deriving from the relationship between architecture and local conditioning elements, which find expression in a series of themes (fragmentation, imposition, mimesis, grafting) constantly present and investigated by the author through the comparison with the project research, conducted in the same years both in the Portuguese and European context. In this regard, the projects for Chelas (1972) and Casal das Figueiras (1975) are paradigmatic, taken as elements of comparison and verification of the tools that the architect uses to interpret the place. The reading and analysis of the project aim to deepen the relationships between architecture and geography as elements of originality in Byrne's work, identifying its socio-cultural influences and design references

    Analisi di sensibilita' dei parametri indicati di un motore ad elevata potenza specifica ed elaborazione di un metodo real-time per la stima del rilascio di calore

    No full text
    Questo lavoro di tesi è stato svolto presso il Centro Prove della azienda HPE COXA, in particolare i dati raccolti per il seguente studio provengono dalla sperimentazione svolta su un motore ad alta potenza specifica. Il motore a ciclo Otto in dotazione è un sei cilindri con architettura a "V" biturbo, distribuzione a fasatura variabile delle valvole di aspirazione e scarico, iniezione diretta di combustibile in camera e con una potenza specifica compresa in un intervallo di 200-300 Cv=l. Il seguente lavoro di tesi nasce in primo luogo dall'esigenza di verificare quali parametri di processamento affliggono maggiormente i dati indicati che si ottengono dalle misure al banco e di stimarne quantitativamente la loro influenza. Il secondo obiettivo è quello di ricavare un metodo che permetta di ottenere il calcolo del rilascio di calore della combustione che tenga conto delle condizioni di funzionamento del motore e della perdita di calore a parete. Tale metodo deve essere implementato per un utilizzo real-time. Nella prima parte della seguente trattazione si effettua una breve panoramica sui dati indicati che normalmente vengono acquisiti in ambito sperimentale (precisamente nel Capitolo 1) e si illustrano i principali strumenti atti a misurarli (precisamente nel Capitolo 2). Successivamente nel Capitolo 3 si espone la procedura seguita per la replicazione dei dati indicati elaborati dal sistema di acquisizione (AVL IndiCom). Tale replicazione viene effettuata mediante uno script in linguaggio MATLAB per verificare gli scostamenti tra i dati ottenuti dal sistema di acquisizione e quelli riprodotti dallo script. In particolare si vanno a ricavare le curve di rilascio di calore, gli angoli corrispondenti ai percentili 10, 50 e 90 di frazione di massa bruciata, le pressioni medie indicate lorde e quelle di pompaggio. Tali dati vengono ottenuti per due condizioni di funzionamento del motore (la prima corrispondente ad una condizione a bassi giri/carico mentre la seconda ad alti giri/carico). Lo scopo di questo capitolo è quello di verificare il livello di accuratezza dei risultati ottenuti dai metodi utilizzati nello script in quanto non sono note tutte le procedure di calcolo per l'ottenimento dei dati indicati effettuati da IndiCom. Nel Capitolo 4 si va ad effettuare la replicazione del procedimento effettuato da IndiCom per stimare la pressione assoluta in camera e si analizza l'effetto dato dalla variazione di quei parametri che influiscono sulla sua stima. Si è preferito dedicare un capitolo intero a tale procedura in quanto rappresenta un passo importante nella riproduzione dei dati elaborati. Un errore sulla stima della pressione assoluta potrebbe alterare significativamente i dati indicati da cui dipendono dal valore della pressione in camera. Il valore della pressione assoluta presente in camera di combustione non è direttamente misurabile a causa dell'impiego di un trasduttore piezoelettrico che per il suo principio di funzionamento rende impossibile la misura del valore assoluto della pressione, come verrà specificato in modo maggiormente dettagliato in sezione 2.3. Diventa necessario quindi effettuare un riferimento alla pressione assoluta che in gergo viene detto pegging. Una volta verificato che gli scostamenti da IndiCom dei dati indicati considerati e la stima della pressione assoluta fossero di entità trascurabile si è proceduto con l'analisi di sensibilità trattata nel Capitolo 5. L'analisi di sensibilità dei dati indicati viene effettuata andando ad alterare i principali parametri di processamento che fanno parte della catena di misura per l'ottenimento di tali dati. È importante sottolineare che lo scopo di questa analisi non è quello di ricercare la causa che ha provocato la variazione di ciascun parametro di processamento, piuttosto si vuole analizzarne l'effetto che provoca sui dati indicati. Nel Capitolo 6 si espone un modello per impiego real-time per la determinazione del rilascio di calore in camera di combustione. Lo scopo di tale modello è quello di ottenere un metodo per la determinazione del calore netto della combustione (in cui si trascura la perdita di calore alle pareti della camera di combustione). Nel Capitolo 7 si illustra il metodo adottato per ottenere il rilascio di calore lordo della combustione (in cui si tiene conto della quota di calore ceduta alle pareti della camera di combustione). Infine nel Capitolo 8 si vanno a discutere i risultati ottenuti dal modello di rilascio di calore netto andando a confrontarli con i risultati che si ottenevano dal modello precedente implementato nel sistema di acquisizione. Si discutono inoltre i risultati ottenuti dal modello di rilascio di calore lordo, andando ad evidenziare le limitazioni del modello e le proposte future per il suo affinamento

    Search for heavy Majorana or Dirac neutrinos and right-handed WW gauge bosons in final states with charged leptons and jets in pppp collisions at s=13\sqrt{s}=13 TeV with the ATLAS detector

    Full text link
    A search for heavy right-handed Majorana or Dirac neutrinos NRN_{\mathrm{R}} and heavy right-handed gauge bosons WRW_{\mathrm{R}} is performed in events with energetic electrons or muons, with the same or opposite electric charge, and energetic jets. The search is carried out separately for topologies of clearly separated final-state products (``resolved'' channel) and topologies with boosted final states with hadronic products partially overlapping and reconstructed as a large-radius jet (``boosted'' channel). The events are selected from pppp collision data at the LHC with an integrated luminosity of 139 fb1^{-1} collected by the ATLAS detector at s\sqrt{s} = 13 TeV. No significant deviations from the Standard Model predictions are observed. The results are interpreted within the theoretical framework of a left-right symmetric model, and lower limits are set on masses in the heavy right-handed WRW_{\mathrm{R}} boson and NRN_{\mathrm{R}} plane. The excluded region extends to about m(WR)=6.4m(W_{\mathrm{R}}) = 6.4 TeV for both Majorana and Dirac NRN_{\mathrm{R}} neutrinos at m(NR)<1m(N_{\mathrm{R}})<1 TeV. NRN_{\mathrm{R}} with masses of less than 3.5 (3.6) TeV are excluded in the electron (muon) channel at m(WR)=4.8m(W_{\mathrm{R}})=4.8 TeV for the Majorana neutrinos, and limits of m(NR)m(N_{\mathrm{R}}) up to 3.6 TeV for m(WR)=5.2m(W_{\mathrm{R}}) = 5.2 (5.05.0) TeV in the electron (muon) channel are set for the Dirac neutrinos.Comment: 48 pages in total, author list starting page 31, 9 figures, 5 tables, submitted to EPJC. All figures including auxiliary figures are available at https://atlas.web.cern.ch/Atlas/GROUPS/PHYSICS/PAPERS/EXOT-2019-39

    Pensare l’agone: Foucault, Cassin e la storia dell’esclusione della sofistica

    Get PDF
    Sia Michel Foucault sia Barbara Cassin guardano in particolare al pensiero aristotelico e alle fonti, risalenti al V secolo a. C., attribuite al retore Gorgia per ricostruire la storia della strategica esclusione della sofistica dalla tradizione filosofica occidentale. Entrambi risalgono alla scena dell’agone retorico che Aristotele ingaggia con Gorgia e provano che il sofista ha prodotto un’analisi originale della teatralità del politico parlando di scene del logos

    Grazia, «tremore d’aria» e chiaroscuro. Correggio Barockmaler nella critica di Max Dvořák

    Get PDF
    A peculiar case in point is that of the art of the painter Antonio Allegri da Correggio, who assumes within several Viennese writings a role of equal standing with Michelangelo and Titian in initiating a temperament that was to all intents and purposes baroque. The opportunity to assess a vocabulary of terms and concepts common to the most prominent members of the Wiener Schule is provided by reading unpublished notes from the lectures of the most «metaphysical» of them: Max Dvořák

    Cupra Marittima : guida al parco archeologico

    Get PDF
    [Italiano]: La prima guida archeologica dedicata all’area archeologica dell’antico municipium/colonia romana di Cupra Maritima; in essa sono descritti tutti i monumenti attualmente visibili, scoperti a partire dal Settecento e resi definitivamente visibili al pubblico nel 2020./[English]: The first guide dedicated to the archaeological area of ​​the ancient Roman city of Cupra Maritima; the booklet describes all the monuments discovered since the 18th century and made definitively visible to the public in 2020

    Criteria of Integrative Conservation for the Reconstruction of the ‎Historic Urban Fabric

    Get PDF
    يواجه النسيج الحضري في المدن التاريخية تحديات هائلة في مجال الحفاظ العمراني وإعادة الإعمار، يعود ذلك الى أصالة عناصره ومكوناته متعددة القيم غير القابلة للتعويض في حال إندثارها. إن تنوع أساليب وتوجهات الحفاظ العمراني يجعل من تبني أحداها وجه من أوجه التحدي إضافة الى الضرر المركب الذي تخلفه الكوارث، مما يفرض على الخبراء أجراء عمليات تحليل مركزة لواقع حال التراث العمراني مقارنة مع الإمكانات المتوفرة سواء كانت اقتصادية أو اجتماعية أو غيرها. يمثل توجه الحفاظ التكاملي أحد التوجهات أو التيارات المتبعة عالميا في مجال الحفاظ العمراني، إلا أن غياب الدراسات السابقة التي تبين وتصنف معاييره ومؤشراته تزيد من صعوبة إعتماده كتوجه للحفاظ العمراني في المدن التاريخية. يهدف البحث الحالي الى تعيين وتحديد متطلبات وقيود توجه الحفاظ التكاملي وتعريف جوانبه ومعاييره، بهدف توظيفها ومؤشراتها كإرشادات وموجهات لوضع خطة لإعادة اعمار النسيج الحضري التاريخي. يفترض البحث أنه من الممكن تحديد المعايير الأكثر أهمية للحفاظ التكاملي وتوصيف مؤشراتها التي تمكن من توظيف الحفاظ التكاملي في عملية الحفاظ على النسيج الحضري التاريخي. إعتمد البحث منهج التحليل المقارن لتوجهات الحفاظ وآليات التدخل وتحليل الدراسات السابقة والمواثيق العالمية ذات العلاقة للوصول إلى معايير ومؤشرات الحفاظ التكاملي، ومن ثم تحليل عدد من التجارب العالمية التي تبنت هذا التوجه كحالة دراسية لبيان مدى تحقيقها لهذه المعايير. توصل البحث الى تحديد مجموعة من معايير ومؤشرات الحفاظ التكاملي وجوانبه الإجتماعية والوظيفية والبصرية الفاعلة، والتي يمكن توظيفها كتعليمات وإرشادات ضمن خطط وسيناريوهات إعادة الإعمار والحفاظ على المدن التاريخية.The urban fabric in historical cities faces enormous challenges in the field of urban conservation and reconstruction, due to the authenticity of its elements and components with multiple values ​​that are irreplaceable in the event of their disappearance. The diversity of urban conservation methods and trends makes adopting one of them a challenge in addition to the compound damage caused by disasters, which requires experts to conduct focused analyzes of the reality of the urban heritage in comparison with the available capabilities, whether economic, social or other. The integrative conservation approach represents one of the trends followed globally in the field of urban conservation, but the absence of previous studies that show and classify its criteria and indicators increases the difficulty of adopting it as a trend for urban conservation in historical cities. The current research aims to identify and define the requirements and limitations of the integrative Conservation approach and define its aspects and standards, with the aim of employing them and their indicators as guidelines and directives to develop a plan for the reconstruction of the historical urban fabric. The research adopted the approach of comparative analysis of conservation trends and intervention mechanisms and analysis of the relevant charters to reach the standards of integrative conservation, and then an analysis of a number of international experiences that adopted this approach as a case study to show the extent to which they achieve these standards. The research found a set of criteria for integrative conservation and its effective social, functional and visual indicators, which can be employed as instructions and guidelines within plans and scenarios for the reconstruction and conservation of historical cities
    corecore