459,733 research outputs found

    Alimentação em ambiente escolar

    Get PDF
    No √Ęmbito do curso de Mestrado em Ci√™ncias do Consumo Alimentar (MCCA)/DCeT, decorreu uma pe√ßa sobre "alimenta√ß√£o em ambiente escolar", com a participa√ß√£o da respons√°vel do projeto refei√ß√Ķes escolares da junta de freguesia do Restelo, da respons√°vel do HACCP/Componente Apoio Fam√≠lia Pr√©-Escolar do Munic√≠pio de Santar√©m e da Vereadora da C√Ęmara Municipal de Santar√©m com emiss√£o na RTP2 (minutos: 0:00-19:01)N/

    Las Tecnologías de Información y Comunicación - TIC's, como facilitador en el ambiente escolar

    Get PDF
    O presente estudo tem por objetivo verificar e analisar a Aplica√ß√£o e Uso das Tecnologias de Informa√ß√£o e Comunica√ß√£o (TIC‚Äôs) na Educa√ß√£o escolar para fins pedag√≥gicos em sala de aula. Sabemos que as TIC‚Äôs assumiram nos √ļltimos anos um papel imprescind√≠vel na Educa√ß√£o. Assim sendo, a principal meta das TIC‚Äôs √© a utiliza√ß√£o da informa√ß√£o dispon√≠vel no ambiente virtual como suporte √†s pr√°ticas pedag√≥gicas. Acreditando na presente e constante evolu√ß√£o o uso das TIC‚Äôs para fins pedag√≥gicos, serve de apoio para atender as exig√™ncias por agilidade, flexibilidade, efetividade e inova√ß√£o no ambiente escolar. Nesse contexto, na busca por uma maior qualidade e para tornar o ambiente escolar mais atraente, torna-se essencial a realiza√ß√£o de aplica√ß√£o de recursos voltados para que os alunos tenham um ensino de maior qualidade e que viabilize e potencialize a melhoria cont√≠nua do desempenho escolar no pa√≠sEl presente estudio tiene por objetivo verificar y analizar la aplicaci√≥n y uso de las tecnolog√≠as de informaci√≥n y comunicaci√≥n (TIC) en la educaci√≥n escolar para fines pedag√≥gicos en el aula. Sabemos que las TIC han asumido en los √ļltimos a√Īos un papel imprescindible en la Educaci√≥n. As√≠, la principal meta de las TIC es la utilizaci√≥n de la informaci√≥n disponible en el ambiente virtual como soporte a las pr√°cticas pedag√≥gicas. Creciendo en la presente y constante evoluci√≥n el uso de las TIC's para fines pedag√≥gicos, sirve de apoyo para atender las exigencias por agilidad, flexibilidad, efectividad e innovaci√≥n en el ambiente escolar. En este contexto, en la b√ļsqueda de una mayor calidad y para hacer el ambiente escolar m√°s atractivo, resulta esencial la realizaci√≥n de aplicaci√≥n de recursos orientados a que los alumnos tengan una ense√Īanza de mayor calidad y que viabilice y potencie la mejora continua del desempe√Īo escolar en el paisUNIL

    Aspectos motivacionais dos alunos e do ambiente da aula: Vari√°veis do contexto escolar

    Get PDF
    Estudaram-se as rela√ß√Ķes entre a motiva√ß√£o escolar dos alunos e o ambiente de aula. A amostra foi constitu√≠da por 365 alunos de ambos os sexos e de diferentes anos de escolaridade (7¬ļ, 9¬ļ e 11¬ļ anos). Os instrumentos utilizados "Question√°rio de Motiva√ß√£o Escolar" e ‚ÄúQuestion√°rio de Ambiente Psicossociol√≥gico da Sala de Aula‚ÄĚ revelaram possuir qualidades psicom√©tricas (fidelidade e validade). A an√°lise dos resultados permitiu observar variadas correla√ß√Ķes significativas entre as dimens√Ķes da Motiva√ß√£o e as dimens√Ķes do Ambiente da Sala de Aula; observou-se, ainda, a exist√™ncia de diferen√ßas significativas entre os grupos de alunos do 7¬ļ, 9¬ļ e 11¬ļ anos na Motiva√ß√£o Escolar e no Ambiente da Sala de Aula. Na Motiva√ß√£o Escolar, a an√°lise de vari√Ęncia permitiu observar diferen√ßas significativas entre os alunos do sexo masculino e feminino, favor√°veis aos alunos do sexo masculino. Tamb√©m, ao n√≠vel do Ambiente Sala de Aula se verificaram diferen√ßas significativas entre o grupo dos alunos do sexo masculino e o do sexo feminino. Os resultados foram interpretados e permitiram elaborar sugest√Ķes de posteriores estudos

    PIBID interdisciplinar e o ambiente escolar

    Get PDF
    Anais do II Semin√°rio Semin√°rio Estadual PIBID do Paran√°: tecendo saberes / organizado por Dulcyene Maria Ribeiro e Catarina Costa Fernandes ‚ÄĒ Foz do Igua√ßu: Unioeste; Unila, 2014A interdisciplinaridade prevista Par√Ęmetros Curriculares Nacionais do Ensino M√©dio (PCNs) prop√Ķem um elo entre as disciplinas, ou seja, uma liga√ß√£o e constru√ß√£o entre as diversas √°reas de conhecimento; reaproximando e reformulando metodologias com o intuito de ampliar os olhares e saberes cient√≠ficos. O projeto PIBID interdisciplinar, especificamente o da Pontif√≠cia Universidade Cat√≥lica do Paran√° no Col√©gio Estadual Professor Jos√© Guimar√£es com a elabora√ß√£o dos subprojetos de teatro, document√°rio e revista escolar a partir do tema eixo central Direitos Humanos, proporcionou a compreens√£o te√≥rica e emp√≠rica da interdisciplinaridade relatados nessa comunica√ß√£

    A media√ß√£o socioeducativa como agente da inclus√£o escolar ‚Äď aprender a construir o sucesso escolar em conjunto

    Get PDF
    Publicado em "Atas do XII Congresso Internacional Galego-Portugu√™s de Psicopedagogia". ISBN 978-989-8525-22-2A escola n√£o se resume √† sala de aula, al√©m de espa√ßo de educa√ß√£o formal, a escola √© local de conviv√™ncia, de multiculturalidade, de negocia√ß√£o, de socializa√ß√£o, de inclus√£o, de (in)sucesso escolar, de di√°logo, de emancipa√ß√£o e de conflitos. Todavia, √© ainda necess√°rio ‚Äúchamar a comunidade educativa‚ÄĚ a intervir na escola, trabalhar processos comunicacionais, o aprender a viver em conjunto, aprender a construir o sucesso escolar, a desenvolver um ambiente de partilha coletiva, emancipat√≥rio e transformador das realidades. Para tal, parece-nos √ļtil trabalhar em ambientes mediativos e explorar o papel que a media√ß√£o pode assumir. √Č a acreditar que o ambiente escolar possui tal amplitude que a presente comunica√ß√£o, constru√≠da a partir da experi√™ncia de est√°gio profissionalizante, tem como objetivo principal problematizar como se desenvolve a media√ß√£o socioeducativa num contexto t√£o din√Ęmico e heterog√©neo como √© caso um Agrupamento Escolar, no qual os protagonistas s√£o a comunidade educativa. Com este intuito, propomos dar visibilidade √†s perce√ß√Ķes que aquela comunidade tem da inclus√£o e do sucesso escolar e, a partir destes vetores, discutir formas de promover e incentivar atividades que aproximem pais, alunos e professores e motivem para gerar reflex√Ķes cr√≠ticas capazes de promover a cidadania inteligente no ambiente escolar.Funda√ß√£o para a Ci√™ncia e a Tecnologia (FCT

    Conhecimento escolar e formação de professores: apresentação

    Get PDF
    Este texto faz a apresenta√ß√£o dos artigos que fazem parte do dossi√™ "Conhecimento escolar e forma√ß√£o de professores" (Revista Eletr√īnica Pesquiseduca, V. 9, N. 18). O Dossi√™ privilegia a reflex√£o em torno da rela√ß√£o entre o conhecimento considerado relevante a ser trabalhado no ambiente escolar e o papel do professor.Apresenta√ß√£o dos artigos do dossi√™ "conhecimento escolar e forma√ß√£o de professores" (Revista Eletr√īnica Pesquiseduca, V. 9, N. 18). O Dossi√™ privilegia a reflex√£o em torno da rela√ß√£o entre o conhecimento considerado relevante a ser trabalhado no ambiente escolar e o papel do professor.CIEC - Centro de Investiga√ß√£o em Estudos da Crian√ßa, IE, UMinho (UI 317 da FCT), Portugal; Fundos Nacionais atrav√©s da FCT (Funda√ß√£o para a Ci√™ncia e a Tecnologia) e cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) atrav√©s do COMPETE 2020 ‚Äď Programa Operacional Competitividade e Internacionaliza√ß√£o (POCI) no √Ęmbito do CIEC (Centro de Investiga√ß√£o em Estudos da Crian√ßa, da Universidade do Minho) com a refer√™ncia POCI-01-0145-FEDER-007562info:eu-repo/semantics/publishedVersio

    Um olhar diferenciado para o lixo: relato de experiência

    Get PDF
    Anais do II Semin√°rio Semin√°rio Estadual PIBID do Paran√°: tecendo saberes / organizado por Dulcyene Maria Ribeiro e Catarina Costa Fernandes ‚ÄĒ Foz do Igua√ßu: Unioeste; Unila, 2014A escola como espa√ßo de educa√ß√£o formal tem papel fundamental no desenvolvimento de atividades de educa√ß√£o ambiental. Assim, o objetivo desse trabalho foi desenvolver atividades pr√°ticas contextualizadas ao ambiente escolar, promovendo a participa√ß√£o e reflex√£o dos alunos e toda comunidade escolar sobre o gerenciamento lixo, bem como o desenvolvimento de trabalho em equipe por parte dos pibidanos. O projeto foi desenvolvido em tr√™s etapas diferentes: 1) elabora√ß√£o do projeto; 2) interven√ß√£o pedag√≥gica em sala de aula; 3) interven√ß√£o pedag√≥gica no ambiente escolar e 4) discuss√£o dos resultados com os alunos. As atividades desenvolvidas propiciaram a participa√ß√£o de toda a comunidade escolar, analisando, pensando e discutindo a tem√°tica ‚Äúlixo‚ÄĚ em diferentes momentos, contribuindo para a reflex√£o/a√ß√£o sobre o gerenciamento do lixo, bem como o desenvolvimento do trabalho em equipe por parte dos pibidiano

    Um ambiente-escola entre po√©ticas, narrativas e experimenta√ß√Ķes

    Get PDF
    Na busca de repensar os clich√™s que circundam tanto o espa√ßo escolar quanto a educa√ß√£o ambiental, perguntamo-nos: quais as pot√™ncias que pulsam no que poder√≠amos chamar de ambiente-escola? Ao propormos uma porosidade de fronteiras entre os termos ‚Äúambiente‚ÄĚ e ‚Äúescola‚ÄĚ, referimo-nos a um ambiente escolar que existe na sua diversidade de afetos, encontros e acontecimentos. Escola que atualmente √© alvo de discursos ultraconservadores que visam suprimir sua potencialidade inventiva de espa√ßos-tempos outros. No percurso dessa pesquisa, abrimo-nos √†s possibilidades de educa√ß√Ķes ambientais inventivas e nos movimentamos tamb√©m rumo a uma ressignifica√ß√£o do espa√ßo escolar, adentrando nas narrativas, po√©ticas e diferen√ßas que o habitam. Em uma escola p√ļblica municipal situada em Florian√≥polis (SC), convidamos estudantes do nono ano do ensino fundamental e distintos trabalhadores a participarem de oficinas que possibilitaram experimenta√ß√Ķes em educa√ß√£o ambiental em torno das seguintes perguntas: quais narrativas e po√©ticas povoam este ambiente-escola? De que forma estes narrares se relacionam com as diferen√ßas e multiplicidades presentes neste ambiente-escola? O di√°rio de campo foi um importante dispositivo para o delineamento dessas quest√Ķes. Num processo coletivo de cria√ß√£o de outros modos de nos relacionarmos com tal espa√ßo, ao realizarmos diferentes experimenta√ß√Ķes com narrativas e po√©ticas junto a essa diversidade de sujeitos escolares, mobilizaram-se as dimens√Ķes do afeto e do encontro em distintas pr√°ticas em educa√ß√£o ambiental

    Alimentação saudável no ambiente escolar: consenso entre especialistas

    Get PDF
    Objective To identify attributes that promote healthy eating in order to support a study for the Quality Index for School Meal Menus content validity. Methods This study used the Delphi technique to consult school nutrition experts in Brazil. These experts were selected among the authors of articles published between 2010 and 2015 that were identified by searching the Web of Science database, using the keywords 'school feeding', 'school nutrition program', and 'school food program', as well as the authors of official documents on this topic. The Likert method was used to record respondent perceptions in two analytical dimensions: foods that are part of a healthy menu for school feeding, and composition of an indicator of nutritional quality for school feeding menus. Results Most respondents (n=27) were affiliated with public institutions (92.59%) and had over six years of experience in the area (70.36%). Assertions resulted in consensus according to the analysis criteria. A consensus was established for fresh food, fruits and vegetables, dairy products, beans, meat and eggs, and a schedule compatible with the meal as promoters of healthy eating, and processed foods, sweets, and fat excess as risk attributes. Conclusion Since a consensus was not reached in the first round, there is a need to broaden the debate on issues related to foods rich in sugar, replacement of meals by sweets, and foods rich in fat.Univ Fed Sao Paulo, Inst Saude & Sociedade, Programa Posgrad Alimentos Nutr & Saude, Campus Baixada Santista,R Silva Jardim 136, BR-11015020 Santos, SP, BrazilUniv Fed Sao Paulo, Inst Saude & Sociedade, Dept Saude Clin & Inst, Santos, SP, Brazil|Univ Fed Sao Paulo, Inst Saude & Sociedade, Dept Polit Publ & Saude Colet, Santos, SP, BrazilUniversidade Federal de S√£o Paulo. Instituto Sa√ļde e Sociedade. Programa de P√≥s-Gradua√ß√£o Alimentos, Nutri√ß√£o e Sa√ļde. Campus Baixada Santista, R. Silva Jardim, 136, 11015-020, Santos, SP, BrasilUniversidade Federal de S√£o Paulo. Instituto Sa√ļde e Sociedade. Departamento de Sa√ļde, Cl√≠nica e Institui√ß√Ķes. Santos, SP, BrasilUniversidade Federal de S√£o Paulo. Instituto Sa√ļde e Sociedade. Departamento de Pol√≠ticas P√ļblicas e Sa√ļde Coletiva. Santos, SP, BrasilWeb of Scienc

    Promo√ß√£o da sa√ļde no ambiente escolar no Brasil

    Get PDF
    OBJETIVO Avaliar os ambientes escolares aos quais est√£o expostos estudantes do nono ano no Brasil e nas cinco regi√Ķes do pa√≠s segundo diretrizes de promo√ß√£o da sa√ļde. M√ČTODOS Estudo transversal, de 2012, com amostra representativa do Brasil e suas macrorregi√Ķes. Escolares do nono ano e gestores de escolas p√ļblicas e privadas foram entrevistados. Foi proposto o Escore de Promo√ß√£o de Sa√ļde no Ambiente Escolar (EPSAE) e foi estimada a distribui√ß√£o dos escolares segundo esse escore e segundo odds ratio (OR) brutas e ajustadas, por regress√£o ordinal, para exposi√ß√£o dos escolares a escolas com escores mais elevados, segundo as vari√°veis independentes. RESULTADOS Um escolar tem mais probabilidade de frequentar escola com EPSAE elevado na regi√£o Sul (OR = 2,80; IC95% 2,67‚Äď2,93) se a escola for privada privada (OR = 4,52; IC95% 4,25‚Äď4,81) e estiver localizada em capital de estado e se o escolar tiver 15 anos de idade ou mais, exercer atividade remunerada ou tiver m√£e ou pai com escolaridade superior. CONCLUS√ēES S√£o importantes as desigualdades entre regi√Ķes do pa√≠s e entre redes de ensino, tornando clara a necessidade de aloca√ß√£o de recursos e a√ß√Ķes que promovam maior equidade.OBJECTIVE Evaluate the school environments to which ninth-year students are exposed in Brazil and in the five regions of the country according to health promotion guidelines. METHODS Cross-sectional study from 2012, with a representative sample of Brazil and its macroregions. We interviewed ninth-year schoolchildren and managers of public and private schools. We proposed a score of health promotion in the school environment (EPSAE) and estimated the distribution of school members according to this score. Crude and adjusted odds ratios (OR) were used, by ordinal regression, to determine the schoolchildren and schools with higher scores, according to the independent variables. RESULTS A student is more likely to attend a school with a higher EPSAE in the South (OR = 2.80; 95%CI 2.67‚Äď2.93) if the school is private (OR = 4.52; 95%CI 4.25‚Äď4.81) and located in a state capital, as well as if the student is 15 years of age or older, has a paid job, or has parents with higher education. CONCLUSIONS The inequalities among the country‚Äôs regions and schools are significant, demonstrating the need for resources and actions that promote greater equity
    • ‚Ķ
    corecore