14 research outputs found

    Tabela de classifica√ß√£o fision√īmica das esp√©cies da flora: recurso did√°tico para o ensino de biogeografia

    Get PDF
    O presente artigo visa contribuir com uma proposta de recurso did√°tico para auxiliar os conte√ļdos referentes a flora e as atividades de campo em biogeografia. Desenvolveu-se, a partir disso, a Tabela de Classifica√ß√£o fision√īmica das Esp√©cies da Flora, recurso did√°tico direcionado aos estudos e observa√ß√Ķes das esp√©cies pensados a partir das contribui√ß√Ķes realizadas pelo pesquisador Silvio Stefenelli. Entre as contribui√ß√Ķes que surgiram com esta pesquisa, destaca-se a import√Ęncia da utiliza√ß√£o de recursos did√°ticos para se estudar conte√ļdos biogeogr√°ficos nas salas de aula. Entende-se que a utiliza√ß√£o do recurso did√°tico aqui proposto venha acrescentar √†s aulas de geografia, bem como tornar mais pr√°tico os estudos da flora, possibilitando ao estudante maior compreens√£o das esp√©cies e do espa√ßo geogr√°fico

    Geoparques: desenvolvimento sustent√°vel e agenda 2030

    Get PDF
    Geopark is a territory recognized by UNESCO for its abiotic heritage where sustainable development strategies are applied, trying to be a strategy for achieving global sustainability and a particular sociocultural way of a population to understand the context of local nature. The main objective of the research was to identify how Geoparks can meet the 2030 agenda, and as specific objectives to know which Geoparks already exist, what purposes they serve and which are under evaluation in Brazil, review the terms relevant to the creation of Geoparks and the challenges of their implantation. The bibliographic study took place through an integrative review in the CAPES databases: Web of Science and Scopus, in books, and in some official websites of Geopark organizations. There are 177 Geoparks approved by UNESCO in the world, and some projects are awaiting evaluation. In Brazil, the Geopark Araripe, the Serid√≥ and the Geopark Caminhos dos C√Ęnions do Sul are approved by UNESCO. The guidelines for sustainable development in Geoparks involve a multidisciplinary conception of educational, geotourism and geoconservative actions that drive local socio-economic development, since it overrides the need for interpretation of the abiotic elements established in the instructions on biodiversity. Knowledge about existing Geoparks in the world and their territorial distribution allowed us to identify the movement that countries have made in favor of sustainable development and to meet the 2030 Agenda.Geoparque √© um territ√≥rio reconhecido pela UNESCO pelo seu patrim√īnio abi√≥tico onde se aplicam estrat√©gias de desenvolvimento sustent√°vel, atenta ser uma estrat√©gia para o alcance da sustentabilidade global e uma maneira sociocultural particular de uma popula√ß√£o de compreender o contexto da natureza local. A pesquisa teve como objetivo principal identificar como os geoparques podem cumprir a agenda 2030, e como objetivos espec√≠ficos conhecer quais geoparques j√° existem, que prop√≥sitos atendem e quais est√£o em avalia√ß√£o no Brasil, revisar os termos pertinentes √† cria√ß√£o de geoparques e os desafios de sua implanta√ß√£o. O estudo bibliogr√°fico ocorreu por meio de uma revis√£o integrativa nas bases de dados da CAPES: Web of Science e Scopus, em livros, e em alguns sites oficiais de organiza√ß√Ķes de geoparques. Existem 177 geoparques chancelados pela UNESCO no mundo, e alguns projetos no aguardo de avalia√ß√£o. No Brasil, o Geopark Araripe, o Serid√≥ e o Geoparque Caminhos dos C√Ęnions do Sul s√£o chancelados pela UNESCO. As diretrizes para o desenvolvimento sustent√°vel nos geoparques envolvem uma concep√ß√£o multidisciplinar de a√ß√Ķes educativas, geotur√≠sticas e geoconservadoras que impulsionam o desenvolvimento s√≥cio econ√īmico local, uma vez que sobrep√Ķe a necessidade de interpreta√ß√£o sobre os elementos abi√≥ticos institu√≠dos nas instru√ß√Ķes da biodiversidade.¬† O conhecimento sobre os geoparques j√° existentes no mundo e sua distribui√ß√£o territorial permitiram identificar o movimento que os pa√≠ses t√™m feito a favor do desenvolvimento sustent√°vel e para atender a Agenda 2030

    Pessoas, plantas e territ√≥rios: rela√ß√Ķes entre etnobot√Ęnica e fitogeografia da Mata Atl√Ęntica no entorno do Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, SC

    Get PDF
    Este artigo trata das rela√ß√Ķes existentes entre uma comunidade tradicional e a biodiversidade da Mata Atl√Ęntica, com enfoque no conhecimento, uso e manejo de plantas aliment√≠cias. A comunidade estudada, Guarda do Emba√ļ, munic√≠pio de Palho√ßa (SC), localiza-se no entorno de uma Unidade de Conserva√ß√£o, o Parque Estadual da Serra do Tabuleiro. O levantamento etnobot√Ęnico das esp√©cies aliment√≠cias foi realizado por meio de entrevistas semi-estruturadas com colaboradores-chave, al√©m da descri√ß√£o das fitofisionomias e mapeamento das √°reas de coleta das esp√©cies. Foram realizadas nove entrevistas, constatando o uso de 23 esp√©cies, sendo Myrtaceae e Arecaceae as fam√≠lias bot√Ęnicas mais expressivas. A parte da planta mais citada para consumo foi o fruto

    Perfil esquemático das fitofisionomias ecológicas do extremo sul do estado de Santa Catarina

    Get PDF
    O objetivo deste artigo √© apresentar, atrav√©s de descri√ß√£o, juntamente com a ilustra√ß√£o por meio de um perfil fitofision√īmico, as forma√ß√Ķes vegetais da regi√£o do Extremo Sul do Estado de Santa Catarina. Para isso foram utilizadas bibliografias especializadas, a ferramenta ‚ÄúInterpolate line‚ÄĚ do ArcMap 10.1 para a gera√ß√£o de um perfil topogr√°fico e expedi√ß√Ķes in loco.¬† A partir deste trabalho, ressalta-se a import√Ęncia do perfil fitofision√īmico como instrumento na representa√ß√£o da vegeta√ß√£o, principalmente em √°reas com diferen√ßas topogr√°ficas acentuadas, bem como instrumento para estudos de preserva√ß√£o de remanescentes vegetais e como m√©todo did√°tico para o ensino das diferentes forma√ß√Ķes vegetais

    Zoneamento da área de influência direta e indireta dos visitantes no Parque Municipal da Lagoinha do Leste, Florianópolis/SC

    Get PDF
    O presente trabalho tem como objetivo o zoneamento de √Āreas de Influ√™ncia Direta (AID) e √Āreas de Influ√™ncia Indireta (AII) dos visitantes em rela√ß√£o aos aspectos bi√≥ticos do Parque Municipal da Lagoinha do Leste, Florian√≥polis/SC. O zoneamento foi realizado com base nos aspectos naturais e antr√≥picos da √°rea: principalmente as forma√ß√Ķes vegetais e as duas trilhas de acesso, respectivamente. O resultado est√° expresso no Mapa de Zoneamento da √°rea. Ressaltamos que uma das aplica√ß√Ķes deste mapa para o org√£o gestor desta Unidade de Conserva√ß√£o √© o de informar aos visitantes as √°reas onde s√£o mais p√°ssiveis de ataques de animais silvestres e as √°reas que permanecem preservadas pela dificuldade de acesso a elas

    Vegetação de restinga: condicionantes pedológicos e geomorfológicos em costa de alta energia (Florianópolis-SC)

    Get PDF
    O objetivo deste trabalho √© discutir a intera√ß√£o solo-vegeta√ß√£o-morfodin√Ęmica praial a fim de se compreender os fatores preponderantes na distribui√ß√£o das fisionomias da vegeta√ß√£o de restinga na praia da Arma√ß√£o, ilha de Santa Catarina. A fitofisionomia da restinga e a granulometria de tr√™s perfis de solos foram descritas em dois transectos nos setores norte e central da praia (S1 e S2). A din√Ęmica praial foi avaliada a partir de trabalhos com o monitoramento morfossedimentar. Foram identificadas as fitofisionomias herb√°ceo-arb√≥rea (S1) e herb√°ceo-arbustiva e arbustiva-arb√≥rea (S2). Perfis granulom√©tricos semelhantes sob as 3 fitofisionomias indicam que a morfodin√Ęmica praial, sobretudo a largura da praia e a declividade da face praial, pode explicar a distribui√ß√£o da vegeta√ß√£o de restinga

    Mapeamento fitogeogr√°fico do Parque Natural Municipal da Lagoinha do Leste, Florian√≥polis ‚Äď SC

    Get PDF
    O Parque Natural Municipal da Lagoinha do Leste √© uma Unidade de Conserva√ß√£o situada na Ilha de Santa Catarina, Florian√≥polis ‚Äď SC. A UC foi institu√≠da em 1992, mas, antes disso, a √°rea foi ocupada pela comunidade local. A UC est√° inserida no Bioma Mata Atl√Ęntica, abrigando uma variedade de forma√ß√Ķes vegetais que se encontram em fase de regenera√ß√£o. O trabalho tem como objetivo identificar e mapear a sucess√£o vegetal dessa UC com base Resolu√ß√£o CONAMA n¬ļ 10 de 1 de outubro de 1993. Por meio de ortofotos, imagens de sat√©lite e trabalhos de campo s√£o definidos os est√°gios de sucess√£o: inicial, m√©dio, avan√ßado e floresta secund√°ria. Al√©m de √°reas de esp√©cies ex√≥ticas, urbanizadas e de pastagens. Por fim, apresenta-se o mapa fitogeogr√°fico da Lagoinha do Leste
    corecore